Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Experiências de clonagem em Portugal com maus resultados!

Descobri que o nosso Primeiro Ministro é um clone com defeitos graves! Sim, porque prefiro acreditar que é um clone com defeito e não uma pessoa normal! Será que aceitam, devoluções?? 

Apesar de terem ouvido, os que ainda ficaram com dúvidas podem ler  algumas das "pérolas" proferidas:
".. não contarão com mais ataques à classe média em nome dos problemas externos..." (Nova ideia...hummm... não temos novas ideias, bute lá então à classe média outra vez)"
"...nós não olhamos para as classes de rendimento a partir de mil, e de mil e poucos euros, dizendo aqui estão os ricos de Portugal, que paguem a crise!!" (Mas é claro que não! Olharemos para esses e dizemos - Já têm poder de compra a mais! Vamos tirar mais um pouco senão ainda nos arriscamos a frequentar os mesmos locais juntos com a classe média, que horror! Não pode ser!  Tem que existir uma margem GRANDE diferença! E toca a aumentar nos preços de espetáculos...)
"... tratar à bruta, dizendo - não há solução..." ( À bruta?! Nem pensar! Há sempre solução...humm.. Já sei! Tratemos à bruta mas a pedir desculpa. Não vão eles ficar sentidos)
"...política de privatização em Portugal será CRIMINOSA nos próximos anos, se visar apenas vender ativos ao DESBARATO para arranjar dinheiro..." (Por quanto se vendeu o BPN?)
" ...não se pode pedir ao país para gerir a austeridade sem reforma estrutural e sem crescimento..." ( A sério!? Não diga!)
"...os sacrifícios não têm sido distribuídos com justiça equidade!" ( Mas é claro que não! Esperamos por si para fazer isso! Sentados ou deitados? Já agora, qual é o tempo de espera?
"... não trazer novo aumento de impostos nem direto nem encapotado..." (Nisto ele disse a verdade. Trouxeram os dois! Ele aqui queria referir que não podia ser um de cada vez, coitado esqueceu-se)
"... não mataremos o doente com a cura..." (Acho que o doente, nesta altura, já está com ventilação assistida.)
"... acabar com o 13º mês é um disparate!" (A sério?)
Agora as REALMENTE IMPORTANTES:
"... Espero que como futuro 1º Ministro nunca dizer ao país, INGENUAMENTE, que não conhecemos a situação ..." (Jure sem cruzar os dedos atrás das costas)
"Não dizemos hoje uma coisa e amanhã outra..."
"... precisamos de valorizar cada vez mais a PALAVRA, para que quando é proferida possamos acreditar nela (Depois destas duas, só posso acretitar que se trata de um clone com MUITO defeito)
O meu tento bem quer acreditar que é a mesma pessoa, mas o meu tento não consegue...

Nem tudo é o que parece.

 Foi-me parar às mãos um questionário, que serve de instrumento numa tese de doutoramento em psicologia, cujo objetivo é compreender e avaliar as atitudes da população portuguesa em relação à homoparentalidade (famílias de pais e mães homossexuais).

 

Existiam dois links, um remetia para um questionário que se destinava a pessoas heterossexuais e outro que seria preenchido por pessoas homossexuais. Deveria escolher-se  apenas um, conforme o caso.  Aviso que é algo extenso, coisa para uns 10 minutos.

 

Este questionário veio reforçar uma ideia que já tinha sobre o assunto, e também que as questões "fechadas" não deixam espaço para manobras! Eu sei, é difícil tratar as questões fechadas num estudo! Mas também é difícil pronunciar-me sobre um assunto deste cariz em questões assim.

 

Na minha humilde ideia, não é a opção sexual de alguém que dita se ela será bom pai ou boa mãe. Existem muitos heterossexuais, aí aos pontapés, que, infelizmente, nunca deveriam ter tido filhos!

 

Com tanta criança a precisar de carinho e de um lar que a ame não vejo porque não possa ser num lar de homossexuais!

Não vejo a educação dessa criança comprometida, caso se tratarem de pessoas com valores morais e com capacidade para educar uma criança. Vejo um futuro bem menos risonho o de uma criança institucionalizada! Porque para mim isso é que não é o natural.

 

Se a criança vai ter problemas? Ser gozada? Ser apontada pelos outros?

Talvez, se as outras crianças não tiverem ninguém que lhes explique o que é ser tolerante e como aceitar as diferenças!!

 

Não me importa a opção sexual dos outros o que me importa é que sejam boas pessoas  e que façam alguém feliz. :)

 

Nem tudo é o que parece, e não existem verdades absolutas!

 

Eu tento explicar e ensinar ao meu filho o que é ser tolerante e a aceitar as diferenças, venham elas de onde vierem, e sei que o meu tento consegue!

 

A minha é pior que a tua!

As crianças adoram comparar brinquedos, jogos, vestuário... enfim montes de coisas e coisinhas!

Quem já não assistiu a uma célebre discussão infantil, deste género:

- A minha boneca diz mãmã mais alto que a tua! {#emotions_dlg.brrrpt}

- E não!!

 

ou então,

 

- Eu corro mais depressa que tu! Nha, nha, nhaaa

- E não!!!

 

Na fase adulta também se passa por essa fase, mas sem a parte de deitar a língua de fora e de cantar o "nha,nha, nhaaa"! Bem, pelo menos não se nota que o fazemos. Porque fazemos, mas para os nossos botões. É mais do género:

 

- Olha! Já viste o meu casaco? Ora toca! É fofinho não é? - baixinho, e para ela, poder-se-ia ouvir ,"nha, nha, nhaa, é mais quente e mais fofinho que o teu!"

 

ou então,

 

- Anda cá pá! Já viste o meu portátil? Já viste a quantidade de terabytes que tem? E topa-me esta velocidade! Hã? - neste caso, poder-se-ia ouvir "lixaste-te!!! Nha, nha, nhaaa (ou então linguagem imprópria substituída por, Fpiiii!)

 

 

Na minha  "rodagem" pelas salas de espera do Hospital escuto diálogos deveras interessantes e que não deixem de me surpreender,

 

- Não consigo mexer a perna! Não tenho força nenhuma...

- Oh! Minha senhora então e eu? que acordo carcomidinha de dores? Não durmo nadinha!

- Dormir? Eu já não sei o que é dormir descansada há muito tempo! Doi-me o corpo todo!

 

Como estão empatatas, tentam desempatar da seguinte forma:

 

- E os medicamentoa que eu tomo? Olhe, ele é para a tensão, para os diabretes (para os menos habituados a estas linguagens, diabretes significa diabetes), ele é para as dores, enfim às vezes penso que vou entupir de tanta coisinha que engulo!

- Nem me fale! Eu não tomo para os diabretes, ou lá o que é... mas tomo para as minhas alergias! Espirro com tudo! Ainda no outro dia o meu me disse, "Ó mulher parece que vais rebentar as vias de tanto espirrar!" . Pronto, lá tenho que ir arejar um bocado a ver se passa.

- Ehhh....

- Ehhh...

Assentem num curto silêncio e viram-se para a discreta observadora, que entretanto foi notada! Então, para ver se desempatam a querela, chutam:

- E a menina? O que tem? Tão nova!

Se existissem balões de pensamento, tipo os de banda desenhada, estaria escrito: - Chiiii! Ardeu!

 

Eu? Tentei escapar....

Haja paciência...

Hoje o tempo convida a uma "lagartice" pelo sofá... Hummm....

 

Pego no comando e faço uma inspeção geral pelos canais televisivos e  programas, vou calhar num em específico... no "Fama show" estavam a entrevistar uma qualquer modelo a ser massajada com champanhe e caviar!!! Champanhe e caviar!!! Dizem que tem propriedades antioxidantes e relaxantes!

Mas como é que alguém consegue relaxar com este tipo de massagem sem pensar naquilo com que está a ser massajada? Sem pensar, enfim...

 

Claro que perdi a vontade da lagartice e vim escrever a ver se me passa...

 

Eu bem tento  ver coisinhas de jeito na TV, mas o meu tento não consegue!

Eu bem tento não pensar em crise mas niguém dá uma ajudinha...

Continuando a pasmar...

Isto que já aconteceu em Junho, não deixa de reforçar o meu estado de espírito de... sei lá! Já não tenho palavras!

Acho que não é de agora as dificuldades em que o nosso País está, e oferencem-se BMWs, um motorista, um gabinete (vá essa até engulo, dependendo da decoração e se está virado para o mar!) e secretária (não o móvel mas a pessoa)!!!

 

São situações tão recorrentes como esta que já nem dá para pasmar ou ficar com dor de queixo de tanto o amparar...

 Leiam, por favor

 

"*Despacho n.º 1/XII -- Relativo à atribuição ao ex-Presidente da Assembleia
da República Mota Amaral de um gabinete próprio, com a afectação de uma
secretária e de um motorista do quadro de pessoal da Assembleia da
República.
Ao abrigo do disposto no artigo 13.º da Lei de Organização e Funcionamento


dos Serviços da Assembleia da República (LOFAR), publicada em anexo à Lei
n.º 28/2003, de 30 de Julho, e do n.º 8, alínea a), do artigo 1.º da
Resolução da Assembleia da República n.º 57/2004, de 6 de Agosto, alterada
pela Resolução da Assembleia da República n.º 12/2007, de 20 de Março,
determino o seguinte:
a) Atribuir ao Sr. Deputado João Bosco Mota Amaral, que foi Presidente da
Assembleia da República na IX Legislatura, gabinete próprio no andar nobre
do Palácio de São Bento;
b) Afectar a tal gabinete as salas n.º 5001, para o ex-Presidente da
Assembleia da República, e n.º 5003, para a sua secretária;
c) Destacar para o desempenho desta função a funcionária do quadro da
Assembleia da República, com a categoria de assessora parlamentar, Dr.a
Anabela Fernandes Simão;
d) Atribuir a viatura BMW, modelo 320, com a matrícula 86-GU-77, para uso
pessoal do ex-Presidente da Assembleia da República;
e) Encarregar da mesma viatura o funcionário do quadro de pessoal da
Assembleia da República, com a qualificação de motorista, Sr. João Jorge
Lopes Gueidão;
Palácio de São Bento, 21 de junho de 2011
A Presidente da Assembleia da República, Maria da Assunção Esteves.
Publicado
DAR II Série-E -- Número 1
24 de Junho de 2011*"**

 

Acho que há limites, não?

Eu já cheguei ao meu limite!! Eu bem tento, mas o meu tento está a ficar cada vez com menos pasmo e cada vez mais furioso!!

 

Pedem três euros para fotocópias de fichas de avaliação porque não há dinheiro para as escolas? Não me gozem!

Pasmem, incrédulos!

Nota: A autora deste blogue não se responsabiliza por danos no maxilar, ao ficarem de queixo caído, ao lerem este artigo. Por favor mantenham-se sentados e bem recostados.

 

 

Ontem houve reunião, convocada pela associação de pais, na escola do meu filho. Até ai nada de novo.

Na reunião estavam presentes, um elemento do conselho executivo e um elemento a representar a Câmara Municipal. Hummm... Muita gente na mesa, mas tudo bem.

 

Depois de algum "patati, patata" habitual começa a conversa que me fez agachar a procurar o meu querido queixinho, ainda tenho uma dor no maxilar que não aguento!

O presidente da comissão de pais, a pedido do executivo da escola, solicitou três euros a cada encarregado de educação, para que se pudessem fotocopiar as fichas de avaliação mensais de 600 alunos do primeiro ciclo!

Ninguém é obrigado, mas claro que todos queremos o melhor para os nossos filhos. (frase algo estudada do sr.presidente)

Aqui começaram as acesas participações da pasmada assistência,

 

- Esperem lá! Não é pelos três euros é pelo princípio! Então eu já pago impostos, o meu filho está numa escola pública, e tenho que ajudar a escola a pagar as fotocópias para as fichas de avaliação?!

Resposta: - Nós estivemos a fazer contas e serão 1800 euros de ajuda para a escola, quando iremos gastar bem mais para realizar as referidas cópias.

 

- Mas então não têm fotocopiadoras?

Resposta: - Temos umas a cair de velhas, gastamos mais em manutenção do que se comprássemos umas novas, mas não estamos autorizados a comprar uma novas... E sabemos que as máquinas não irão aguentar tantas fotocópias, por isso teremos que ir tirá-las a outro lado.

 

Atenção, entra no despesismo comprar uma novas, e não entram os gastos de manutenção? (Aqui o meu maxilar começou a doer mais!)

 

-Mas então e se não pagarmos eles não são avaliados? Não fazem fichas?

Resposta: - Hummm... É... fazem as dos livros...

 

Bem nesta parte já me estavam a doer as costas, não tive o bom senso de me recostar na cadeira.

 

Agora a sério!! Por favor! Eu compreendo o executivo, que têm que esticar o pouco dinheiro que lhes é dado e que agora ainda foi cortado, compreendo o que deveriam ter passado ao dispensar algumas funcionárias, que seriam precisas, porque não tinham dinheiro para lhes pagar.

E agora afirmo eu, não é pelos três euros é pelo princípio! Conheço muita gente que até três euros lhe custariam dar!

Então, agora temos que ajudar a pagar as fotocópias de fichas de avaliação? Então, e já não ajudamos com os impostos?

O ensino dos nossos filhos começa a ser posto em causa com esta maluquice toda da crise?

Não seria de tornar pública esta situação?

Não será melhor fazer um abaixo assinado denunciando esta situação?

Até para abaixo assinados as pessoas parecem ter medo... ou desânimo, pois ao que parece esperam que caia em saco roto. Afinal estamos no esquecido Trás-os-Montes, e se não há dinheiro, valerá a pena?

 

Por mim, acho que vale a pena tentar. Tentar, por Deus, que este país não chegue a este ponto!

O que virá ainda mais por aí?

Tentemos todos construir algo pelo qual as nossas crianças se orgulhem. Porque sim, queremos o melhor para os nossos filhos! Tentemos criar-lhes um país, um mundo melhor! Tentemos e urge que consigamos!

 

Não posso esquecer de referir o que uma mãe disse, a medo, no final da reunião,

- Ah! Eu tinha apontado para falar sobre a construção de um novo ginodesportivo, que vem sendo adiada há uns tempos, mas se chalhar nem vale a pena...

Riso nervoso geral,

- Não, não vale a pena.

Pensemos agora o que vale de facto a pena...

 

Castigo ou não castigo?

Ontem à conversa com o nosso filhote, à hora do jantar, (sim, não vemos televisão à hora de jantar) decidimos questioná-lo sobre os castigos e o que ele pensava deles.

 

A questão começou  sobre um castigo que um coleguinha dele apanhou por se esquecer da chave em casa, quando veio jogar com o meu filhote à bola. O castigo foi administrado porque a referida criança se esqueceu da chave dentro de casa e quando quis entrar não conseguiu, tendo ficado ele a mãe e a sua manita de quase dois anos à porta, e à espera que o pai chegasse. Como tal, não pode brincar com ninguém esta semana, e não pode sair de casa sem ser para ir à escola.

 

Quando perguntamos à nossa criança se achou justo o castigo, ele respondeu sabiamente,

- O problema é que eu também estou a ser castigado porque não posso brincar com ele!

- Pois, é verdade, mas achas justo?

Reposta pronta:

- Apesar de ele, a mãe e mana pequenita terem ficado à porta algum tempo à espera do pai, não acho que fosse justo, afinal ele é uma criança! Até porque aquilo que ouviu até o pai chegar já devia ter sido castigo suficiente!

 

:)

 

Ele tem razão, às vezes esquecemos de ouvir as nossas crianças, e às vezes esquecemos que são apenas isso.

 

Os castigos corporais, que nunca foram aplicados cá em casa (que somos contra), deixam o meu filho um pouco admirado. Principalmente se aplicados na escola. Leram bem, na escola!

Já assisti a pais a dizerem à professora, "bata-lhe se precisar!"

A primeira professora que a turma do meu filho teve, respondeu a isto "Desculpe, aqui ninguém bate!"

Mas com a segunda professora o caso mundou um pouco de figura...

 

Houve uma ou duas semanas em que o meu filho, que gosta de ir para a escola, não lhe apetecia ir! Estava nervoso e birrento. Após o tempo que julguei que não se tratava de algo passageiro, questionei-o sobre o que se estava a passar...

O meu menino é muuuuuuito falador, é uma gralha, instruída, claro, para que na sala de aula respeite a coitada da professora e não perturbe. Mas às vezes esquece-se e fala mais um pouco. Como resposta, a professora puxava-lhe as orelhas! A sério! Até virem as lágrimas contidas aos olhos! Claro está que isso não lhe trouxe mais sossego, mas sim revolta! Irritava-se com a professora. 

 

O que fazer? Falar eu com a prof?

Humm... solução melhor, e porque não falar a criança? Se calhar pode ser que a ouça melhor do que a mim, e pode ser que assim não se sinta ameaçada mas se sinta mal por lhe puxar as orelhas.

 

Após uma conversa com o meu filhote, que na altura tinha 8 anos, ele achou que se sentia capaz de falar com a professora e de lhe explicar como se sentia quando ela o castigava dessa maneira.

 

Querem saber? Resultou!

Conversaram e combiram que se ela prometesse não lhe puxar mais as orelhas, ele prometia tentar (atenção, tentar :)) não falar demais, e que se esquecesse a professora só precisava de o avisar. 

Bem, ela não lhe puxou mais as orelhas e ele conseguiu portar-se melhor. O ano correu sem mais percalços e o meu filhote voltou a ficar contente por ir para a escola.

 

Porquê aplicar castigos físicos às crianças? Elas não se podem defender! E são crianças! Simplesmente o que nós amamos mais...

 

Isto é uma historieta curriqueira. Histórias de mãe que sabe que erra, muitas mais vezes que as que gostaria, mas uma mãe que tenta fazer o seu melhor esperando sempre que o seu tento consiga :)

Portugal no "Play Off"

(A quem, por infortúnio, caiu neste blogue pede-se o favor de ler o artigo anterior, para melhor perceber o" jogo". E seja bem vindo à bancada ;))

 

Neste momento, o papelito que tanto se esperava para ver o que nos calhou para o próximo jogo já foi lido para todos!

Não!!! Surpresa geral! Vai ser difícil defrontar esta equipa! A "Severa Austeridade" não é uma equipa para brincadeiras... já deixou muitas equipas de rastos e os jogadores a suar... vejam o exemplo da última equipa, a Grécia,  que não consegue recuperar o jogo! Claro está que a preparação da equipa é importante, a Islândia, conseguiu dar-lhe a volta, mas os árbitros foram respeitados!

 

Temo que este jogo vá ser muito mau! O ponta de lança "Passos de Lebre" prometeu marcar mais golos, a bancada está a perder as esperanças, ainda por cima os árbitros auxiliares, "Zé Descalço" e "Zé Bolsos Vazios", não são ouvidos e estão bem perto de si a gritar, "pare de chutar fora!", "já não temos bandeirinhas, estão a romper de tantos foras de jogo!". Claro que num jogo comum os árbitros auxiliares não gritam para o ponta de lança! Mas isto não é um jogo comum, é quase uma batalha!!

 

O Árbitro "Sr. Justiça" não faz nada de jeito, deixa prescrever as suas anotações e não mostra nem amarelos a quem merece, quanto mais vermelhos! Pode-se fazer os mais estrondosos "buracos", "desvios" e outros despautérios que ele deixa passar!!! Assim não pode ser! Assim não se criam jogos justos, e as regras "valores de uma sociedade"  não são tidas em conta!

 

Todos esperam que na área técnica o mister "Sempre Calado Silva", diga algo! Mas o quê? Além de não dizer nada que fosse tido em conta, quando também ele foi ponta de lança não trouxe muito para a equipa!

 

Isto para não falar do ponta de lança anterior "José Mentiras"! Foi o ponta de lança que gastou mais dinheirito para se vestir a preceito mas que não fez nadica de jeito...Enfim, pontas de lanças tivemos muitos, mas pouco ou nada fizerem para nos pôr em rumo certo!!

 

A equipa "oposição" bem tenta dar nas canelas, mas só fazem pequenas mossas... "Toninho Inseguro" andou numa de "bola para lá e para cá" mas foram só palavras e disso a bancada está farta! Porque falar, falam todos muito bem!!

"Francisco Cacos de Louça" até tem carregado mais nos RRR, mas de nada lhe adianta, parece que ninguém está com vontade de lhe passar a bola...

E o "IVA" esse está tão alto que já ninguém lhe faz frente. Ele deve sofrer de alguma perturbação crónica! É que quando pensamos que: "é agora que vai parar de crescer". Que nada! O tipo dá um novo salto e é a ver se o apanhas!

 

Nas bancadas o público está com a preocupação e o desespero espelhados no rosto.

Sem o Natal, e a verem as férias por um binóculo, vão começar a ter feridas de tanto estarem sentados! Assistir ao jogo à luz das velas não facilita a tarefa, é que a luz do estádio vai ser desligada, uma vez que a fatura da eletricidade ao fim de mês é imprópria para cardíacos. Mas com o preço a que vão ficar os bilhetes irá haver cada vez menos pessoas na assistência...

Como será que nos iremos sair deste desafio?

Onde iremos arranjar forças para gritar?

Como iremos ficar depois de tão terrível desafio?

 

Portugal está no "Play Off" e tenta desesperadamente sair inteiro do desafio, esperemos para ver se o seu tento consegue...

 

 

 

O jogo mais importante!!

Todos estão nas bancadas a assistir ao jogo mais importante! Aquele que nos vai qualificar.

 

O ponta de lança "Passos de Lebre" espera que lhe passem a bola para marcar um golo na baliza do irrascível "Angel Marcou". Todos suam só com o seu olhar e ainda ninguém conseguiu sequer chegar perto da sua baliza! "Passos de Lebre" mantém-se na grande área mas o avançado "Carlos Sem Notas" não consegue passar-lhe a bola pois tem sempre o adversário "Troikita" à perna. Pelo flanco direito "Miguel Ervas" está distraido a obter os melhores ângulos para a reportagem de televisão. Ele sabe que é importante valorizar as imagens para que estas possam render melhor numa venda.

 

Os médios também não estão com a vidinha facilitada. "Nuno Teacher" não está a perceber bem a linguagem dos seus colegas, que lhe falam ainda sem o acordo ortográfico! Por seu lado "Pedrito a pé Soares" não está habituado a estas correrias", "Paulo Macedônia" começou agora a sangrar da perna, e não tem equipa médica para o assistir pois recusou-se a pagar-lhes horas extraordinárias!

 

Na defesa as coisas não estão calmas!

Não param de chover ataques à baliza de "Vitor Fantasma", ele bem tenta defender tudo...  já sua a potes!

 

Por seu lado, os defesas travam as sua próprias lutas. "Aguiar Sem Cor" está  chateado por não ter sido ponta de lança, lá tem feito algumas coisitas, mas nada que se destaque muito.

 

"Álvaro Pêras" está a negociar com tudo e com todos para ver o que pode vender. Já vendeu as suas belas chuteiras ao desbarato! Agora está a negociar a camisola, vejamos se chega ao fim ainda com as cuecas!

 

"Miguel Macedônia", com a sua  experiência, não tem parado quieto. Pontapeou algumas canelas e já muitos se estão a queixar!

 

"Betinho João Flores Murchas" acabou de cometer uma falta! Com a fome deu uma dentada na bola e fez-lhe um buraco! Mas parece que o árbitro, "Sr. Justiça", vai deixar passar! É inacreditável! Nem um cartão amarelo por esta grave falta! Pede outra bola e siga o jogo!

 

"Paulo Trancas", emprestado por outra equipa, sorri com o seu sorriso perfeito do banco à espera de poder entrar!

 

Na área técnica está o mister "Sempre Calado Silva", não fala muito que é para não perturbar a concentração da equipa.

 

O certo é que a equipa adversária tenta não dar descanso. "Francisco Cacos de Louça" parece que vocifera quando lhes fala, só para assustar, mas não mete muito medo!

"Toninho Inseguro" ainda não definiu muito bem a sua posição com a equipa e anda um pouco aos caídos. O "Camarada Sousa" é o único com alguma estratégia, mas já é tão antiga que ninguém lhe liga. O que lhes dá mais que fazer ainda é o "IVA", é o jogador mais alto e parece que cresce a cada instante!

 

Os árbitros auxiliares "Zé Descalço" e "Zé Bolsos Vazios" bem levantam a bandeirinha a cada falta, mas o árbitro principal não liga e deixa passar...

O barulho que "Marcelo Rebelar o Partido" e "Marques Mindinho" fazem na bancada não ajuda nada! Mas o jogo tenta prosseguir, vamos ver se consegue...{#emotions_dlg.sarcastic}

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D