Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Trivialidades

 

Imagem retirada daqui

 

Hoje lembrei-me de trivialidades e pequenas questões que nos assolam a mente, daquelas que nos enchem o dia (às vezes a paciência...), coisitas simples, que ou nos arrancam um sorriso ou um suspiro ...

 

Por exemplo, qual será a razão de apesar de eu ter a roupa suja num cesto próprio para o efeito, de ela sair dali directamente para a máquina de lavar e desta para o estendal, e de seguida deste para o cesto de passar, porque é que nestas curtas andanças, numa casa onde não há frinchas, nem buracos no chão, desaparecem sempre meias?!? Começo MESMO  a acreditar no monstro papão de meias, e imagino-o com a barriga cheia delas!!

 

Continuando na roupa, irrita-me esquecer-me de lenços de papel nos bolsos de alguma calça, e esta para cúmulo ter ido para lavar com a roupa escura... ao estender fico com um belo espetáculo de roupa sarapintada de papel empastado! Hugggh!!!

 

Lavando roupa suja... alguém me explica o que custa agradecer quando se cede passagem a um carro ou a um peão que resolve passar no local mais esquisito possível? Aqui a simpática faz um sorriso e deixa-os passar e eles não devem gostar do meu sorriso e devem achar que  me estão fazer algum favor e eu é que me esqueci de agradecer. Ou talvez não saibam que podem levantar o braço ou realizar um simples aceno com a cabeça, taditos... Hugggh

 

Já agora que estamos a lavar roupa, também me irrita o ladrar histérico do cão da vizinha, (eu que adoro cães) mas quanto a isso ela já pôs os pontos nos "is", o cão fica lá fora a desunhar-se porque foi um capricho infantil e agora ninguém lhe liga. Quem não conseguir pregar olho que tome um ansiolítico. Huggh!!

 

Outra que eu não percebi é porque é que as crianças, sendo criaturinhas adoráveis e pequeninas, gastam metade de um rolo de papel higiénico quando vão à casa de banho?

 

Uma dúvida existencial que me assola, volta e meia, consiste no seguinte, porque raio de razão é que quando eu estou ao telefone com alguma pessa de escrever um recado que alguém me dita do outro lado da linha e: ou não encontro canetas nem lápis, isto com tanta tralha escolar espalhada em casa... ou encontro canetas mas nenhuma escreve e os lápis não têm ponta! Ou ainda, tudo escreve e tem pontinha mas o raio do papel é pequeno demais e não encontro outro!! Irra!

 

Porque razão eu me ponho sempre, mas SEMPRE, na fila errada mesmo que seja a que tem menos pessoas? É a que invariavelmente encrava !

 

Porque razão todas as pessoas sabem como resolver o nosso problema de saúde parecendo verdadeiros especialistas e tendo solução para tudo! A última foi, "Porque não vais a Cuba?" (!?!) Ok! Planto-me lá, bem no meinho de Cuba e digo alto e bom som "RESOLVAM LÁ ISTO! por favor"

 

Porque é que o pão com manteiga quando cai acaba com a parte que tem manteiga para baixo?

 

E parece que as forças do Universo se unem para manchar de nódoas a roupa toda catita da criançinha!!! E que foi escolhida para "aquele dia especial" ... Huggghhh

 

E assim com trivialidades termino um dia trivial com tentos simples e simbólicos.

 

 

 

Quem tem responsabilidade?

Imagem retirada daqui

 

Ontem vi uma reportagem na RTP que falava num estudo realizado em crianças institucionalizadas, adivinhem... na Casa Pia! Já começa a ser demais!

Essa mesma notícia também saiu no Jornal Público. Ao que parece, segundo a investigação da RTP, as crianças em questão foram, atenção, utilizadas numa experiência em que o objetivo seria descobrir o efeito do mercúrio na saúde das pessoas, e como nas crianças os possíveis efeitos de manifestariam mais cedo, dado serem mais susceptíveis, daí serem a cobaia ideal.

  

Pelo que dizia um dos entrevistados, na sua maior passividade,”Eu também tenho dentes chumbados, não vejo qual é o problema”, não sei qual o papiro deste senhor, sei que dá aulas numa Universidade, mas talvez se alguém lhe ministrasse umas aulitas de ética e deontologia e se calhar uma formação cívica não iriam nada mal. A ele e a muitos que entraram neste processo vergonhoso, mais um.

 

Existiram crianças que terminaram o estudo com 16 dentes chumbados!! 16?!?

 

Qual é o problema?!?

O problema é o princípio da coisa! O problema é utilizarem, usarem e abusarem de crianças que não tinham quem mais zelasse por elas senão o Estado!!

Escondam a cara! Que é só o que se sabe fazer! O problema é usarem crianças carenciadas (neste caso) para uma experiência sem se saber à partida quais seriam os resultados! Tenham vergonha e punam os culpados pelo menos uma vez façam algo que se veja! Onde estão os responsáveis que permitiram tantas tropelias a estas crianças? E não estou a falar só destas.

 

Tentem lá por uma vez mostrar que são gente! E que o vosso tento consiga, porque a lama já fede há muito!

 

 

Pratica exercício físico?

Acho interessante a correria num ginásio, sua-se litradas numa passadeira e sobe-se de elevador até ao terceiro andar, anda-se 10 minutos numa bicicleta que não leva a lado nenhum e não se levanta o rabiosque para mudar de canal nem por "dá cá aquela palha", comemos que nem tolos para depois desgastar a gula desmesurada. Mas dizemos com orgulho e peito inchado "Pratico exercício físico!", e aqueles que não pagam ginásio? Sobem as escadas, esqueçam a do comando da TV que essa não é nada prática. Aqueles que se mexem durante o dia, não entram nas estatísticas dos que fazem exercício? Não entram para o estudo dos que se preocupam com a saúde?

 

E todos os dias poderemos vislumbrar maneiras de ficarmos musculados e fortes sem ter que ir ao ginásio! Vejamos o caso de Miguel Relvas, o que o senhor demonstrou  que sem se mexer muito controla todos os seus músculos (e não só...)? Exemplos a seguir certamente.

 

Será que o exercício de teclar não conta? Esse não fortalecerá?

E o exercício de andar de um lado para outro, como se o mundo fosse acabar, não conta? 

E fazer halterofilismo com o garfo e faca? E levantamento de pesos de copo? Copo cheio se faz favor.

E o exercício que o nosso dinheiro faz para se esticar todo?

 

Acho que vamos sair todos muito fortes com todo o exercício que fazemos. Sairemos também todos muito fortes da crise, já que ela nos põe a suar que nem tolos. Afinal o que não nos destrói fortalece-nos! Ah! Agora já percebi senhor Relvas! Mas tinha impressão de que de alguma forma lhe iriam causar alguma destruição? Se (hipótese muito vaga que nem sei onde fui buscar) sair do Governo terá de certeza um alto cargo à sua espera no mundo empresarial, afinal homens como o senhor darão um certo jeito. Acho que nem tentarão destrui-lo,  e se porventura o fizerem  os tentos não conseguirão!

Ora, vamos lá contar... 1...2...3...

Bem, descobri mas uma notícia insólita, daquelas que nos caem no colo, e daquelas que nos põem a pensar...

 

Um país que tem uma elevada população é sinónimo de muito lixo, muita coisa para limpar, para controlar a limpeza na China, mais precisamente em Pequim, as casas de banho públicas vão passar a ser rigorosamente inspeccionadas de modo a que só possam estar até duas moscas a voar, presumo que mosquitos e melgas não contem, bem como outros "monstros" com asas nojentos, ou mesmo sem asas tipo baratas (Bleccc, um bichinho resistente e asqueroso). Se o número se exceder contam coma a pena de perderem pontos na sua avaliação. E muita atenção, vai ser disponibilizado em cada casa de banho um número de telefone para fazer denúncias!

 

Agora eu penso, com tanta Merd@ que tem sido feita nosso país quantas moscas é que andarão para aqui a voar?

E não me parecem existir tentativas  convenientes para acabar com estes insetos voadores e até contra os rastejantes.... mas isto sou eu no suponhamos

 

 

Imagem retirada do JN

Minorias

Sempre existiram e sempre existirão grupos que fazem parte das chamadas minorias, neste caso estou a falar de minorias que possuem uma determinada patologia, parece-me que é nosso dever não ostracizar essas minorias e fazer de tudo para poder incluí-las e até ajudá-las.

 

E será que foi feito esse tudo no caso de uma criança de seis anos com hiperactividade e impedida de entrar na escola em Viana do Castelo?

 

Será que a criança está devidamente acompanhada? Será que na escola estão cientes do que representa esta patologia?

Eu sei que é complicado para as outras crianças serem constantemente agredidas por este menino, mas estamos praticamente no final do ano, ter-se-iam tomado as medidas necessárias e menos, digamos, trágicas, para que este caso não terminasse assim? Estamos a falar de uma criança de seis anos!!!

 

E será que também foi feito tudo no caso de uma aluna de uma Escola Secundária, em Valongo, que possuidora de um glaucoma que  viu recusada a ampliação dos exames nacionais de A4 para A3? Será assim  TÃO difícil executar o raio de uma ampliação? Afinal isto já lhe tem sido facultado ao longo do ano para as restantes fichas de avaliação!

 

Agora a sério, tentem lá responder-me estes "será" que eu não consegui! Às vezes parece-me que as coisas andam para trás em lugar de caminharem para a frente...

Adquirir genialidade.

Existem estudos que me espantam, talvez por eu não ser um génio.

Uma notícia que saiu no Jornal Expresso  conta que um famoso fotógrafo Inglês Eadweard Muybridge poderia ter visto a sua genialidade nascer após um acidente de viação onde possivelmente sofreu de um traumatismo craniano!

Mais, um psiquiatra, que decidiu ver de onde surge o que ele chama de -  “Síndrome de genialidade”- passou 40 anos dedicados a este estudo descobriu, atenção, que a genialidade é muito rara! E adquirida ainda é mais rara. (não que isso me espante) Numa lista de 330 génios, dos vários cantinhos do mundo, 300 já nasceram génios e 30 adquiriram os seus talentos.

 

O cerne do estudo parece estar na questão em como se adquiriram estas capacidades geniais.

E ao que parece ao longo dos tempos apareceram alguns génios após terem sofrido alguma pancada na cabeça, ou seja, algum tipo de traumatismo crânio encefálico.

A explicação para isto é que como existem tecidos lesados há o “recrutamento” de outros que até então não teriam sido chamados à ação, então estas pessoas passam a usar áreas do cérebro que para a generalidade dos seres humanos está encostada à boxe ao longo da vida!! E assim nascem novos talentos para a música, pintura, fotografia, …

 

Bem, se amanhã eu me puser com ares de génio e porque a pancada foi no sítio certo! Eu tentei….

Pode ser que então valha a pena transformar este esboço em quadro a sério e me valha umas massas, dáva um certo jeito...

 

O que isso de liberdade?

Explicava ao meu filho de 11 anos o que é a liberdade, conceito algo complicado de explicar, e vendo no dicionário Priberam, uma das explicações consistia,

1. Direito de proceder conforme nos pareça, contanto que esse direito não vá contra o direito de outrem.

 

Traduzindo: "A nossa liberdade termina quando começa a dos outros". Tudo bem, mas quando eu sei que começa a liberdade dos outros?

Talvez comece se pensar "Gostaria que me fizessem isto?"

Terei liberdade de estacionar em cima do passeio?

Não, porque  incomodo quem possa querer passar no passeio e que tem todo o direito de o fazer sem ter um carro a incomodar, já que estes são para pousar as rodinhas na estrada. Mas toda a gente estaciona no passeio!! Pois... mas a liberdade termina quando começa o direito de outro.

 

Temos liberdade de atirar papel ao chão de estragar locais públicos?

Teremos liberdade de prejudicar alguém?

Teremos liberdade de fazer o que me dá na real gana sem pensar no outro? Isso é liberdade?

 

Então o que é a liberdade?

 

Imagina uma borboleta. É linda se voa em paz, é bela enquanto todos a podem admirar, mas se alguém a prende, se alguém a maltrata, se alguém lhe impede o voo, acaba-se a liberdade... a da borboleta e a nossa de a poder admirar! Teremos esse direito?

 

Imagem retirada daqui

 

O meu tento tentou... será que conseguiu?

Espero que sim, espero que a borboleta seja preservada e cuidada para que todos a possam admirar, porque não estamos sozinhos neste mundo e todos precisamos uns dos outros.

Queres guerra?

Armas nucleares, espingardas,  metralhadoras, carabinas, bazucas, tanques de guerra, submarinos (lá começou a minha tosse, não sei porquê falo em submarinos e é isto), preparação de tropas, imenso dinheirito gasto em guerras, imensas perdas...

 

Mas a verdadeira guerra, aquela que deveria ser a única em todo o mundo, aquela porque todos se haveriam de bater, aquela que todos deveriam ousar derrotar é esta:

 

Imagem retirada daqui

 

CELULITE!!!

 

Já se ouvem gritos histéricos na rua, crianças que se fecham em casa, homens que protegem os seu ouvidos (gabem-se de não terem celulite, mas têm outras maleitas...)! MULHERES CHEGOU A NOSSA HORA! O NOSSO TENTO TEM QUE SE PREPARAR!

 

À CARGA!!!!

 

E não venham com o raio dos cremes que para hidratar ponho nívea, e para deitar dinheiro fora tenho maneiras mais divertidas de o fazer!

Inventem algo à séria! OK?! É a guerra!!!

Desafio ao Governo Português

O efeito dominó é super interessante, sobretudo se joga a nosso favor, e eu estou fartinha de efeitos dominó que fazem andar para trás.

É a crise que começa não sei onde e zumppp com o feito dominó e lá vamos todos, é a Senhorita Merkel que lhe apetece ver o circo a arder e zumppp efeito dominó e anda toda a Europa a retoque, é a Grécia que não se sabe se vai se não vai e o efeito dominó se zumppp ou se pppmuz.

 

Agora, o que eu gostava mesmo de ver era o efeito dominó de uma notícia que refere a decisão do novo Governo Francês sobre o Presidente e os Ministros  ganharem menos 30%!   

 

Então vamos lá a ter coragem Senhor Primeiro Ministro, Senhor Presidente, Senhores Ministros! Vamos lá ao Zumppp do efeito dominó! Sim! Que isto não é só para um lado!!! Andem lá! Estou a desafiá-los!

 

Ah! Mas não vale dizerem que reduzem aos salários e aumentarem nos vossos subsídios, nas ajudas de custo e no embelezamento do parque automóvel... e nas faturas que todos temos que pagar.

 

Andem lá que eu gostava de ver o vosso "custe o que custar!". Apostava em como começavam  logo a ser piegas e a dizerem que já não tinham dinheiro para as despesas. Taditos. Apostava em como encontrariam logo novas oportunidades, daquelas que andam por aí e é só apanhá-las! E lá vai mais uma... Zummppp!!!(o barulho é parecido ao efeito dominó só tem é mais um m)

Eu bem tentei apanhar mas o meu tento não conseguiu, espero pela próxima...

Um mundo de cor

Há um sonho que tenho desde criança,  e houve um filme que me fez recordá-lo, "As Serviçais", um filme extraordinário que foca uma parte vil repugnante do ser humano, o racismo. Embora este filme até o faça de uma forma muito branda em relação à realidade.

 

E vá-se lá saber porquê, decidi falar sobre esse meu sonho hoje...

Quando era pequena, branca, loirinha e com cabelo tipo "pelo de rato" (era assim que o chamavam, o que não me deixava nadica bem disposta) sonhava ser negra. Queria aquela pele quente, aquele cabelo carapinha e aquele jeito bamboleante.

 

Era das poucas brancas na minha escola e talvez isso ajudasse a querer ser algo que não era, nunca senti o racismo sob a minha pele, talvez porque uma alma não tem cor. Sim, as almas, os espíritos livres não têm cor ou têm a cor que quiserem.

 

O meu tento hoje não tem o sonho de ser negra, nem branca... acalenta o desejo de viver o suficiente para ver um mundo sem cor e com todas as cores juntas!

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D