Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Ai aguenta!

Imagem daqui

 

Alguém me explica como se pode aguentar mais do que uma corda ao pescoço, um cinto a apertar a carne e já sem buracos, os mamilos a serem repuxado e os testículos a serem esmagados?

 

Ninguém???!!!???

 

Então alguém que explique o que é sentir isso ao senhor Ulrich, POR FAVOR! A sério! Tente-se lá fazer o homem perceber o que é o "Ai aguenta!"

 

PRÉMIO DARDOS - premio sem medalhas

Agradeço este "Prémio dardos" gentilmente oferecido pelo Blogue PoetaPorkeDeusKer

 

Na minha pesquisa rápida pela net pude constatar que este selo circula já há algum tempo, achei o copnceito interessante. Aqui deixo a explicação que encontrei

 

E o que é o Prémio Dardos?


O Prémio Dardos foi criado pelo escritor espanhol Alberto Zambade que, em 2008, concedeu no seu blog Leyendas de “El Pequeño Dardo”o primeiro Prémio Dardo a quinze blogs selecionados por ele. Ao divulgar o prémio, Zambade solicitou aos blogs premiados que também indicassem outros blogs ou sites considerados merecedores do prémio. Assim a premiação se espalhou pela Internet.

Segundo o seu criador, o Prémio Dardo destina-se a “reconhecer os valores demonstrados por cada blogueiro diariamente durante seu empenho na transmissão de valores culturais, éticos, literários, pessoais etc., demonstrando, em suma, a sua criatividade por meio do seu pensamento vivo que permanece inato entre as suas palavras”.

 

As regras do prémio estabelecem que os indicados, depois de dizerem quem os presenteou, poderão exibir no seu blog/site o selo do prémio e deverão indicar outros dez blogs ou sites que preencham os requisitos acima para o recebimento do prémio.

 

Tendo referido quem me presenteou, e exibido o meu prémio, é com certo pesar que tenho que fazer opções, o que até me provoca certo constrangimento, dado que são tantos os blogues que acho extraordinários. E não cheguei a perceber quanto blogues tinha que escolher. Se num sítios diziam que eram dois, em outros diziam 10, 15 ou até 20!
Mas tenham paciência eu até tentava ficar aqui acordada a lembrar-me de todos mas o meu tento não ia conseguir!! É que eu tenho que MESMO que ir dormir... Como tal fico-me pelo número redondinho 10. Peço desculpa a todos os outros que eu não referi, mas esses têm uma menção honrosa. Ok?


Então dedico a:

 http://bagos-de-milho.blogs.sapo.pt


 http://clone45.blogs.sapo.pt

 

http://oqueeojantar.blogs.sapo.pt


 http://sentaqui.blogs.sapo.pt


 http://suspeitas.blogs.sapo.pt


 http://universodeparalelos.blogs.sapo.pt


 http://domeulugar.blogs.sapo.pt


http://pimentaeouro.blogs.sapo.pt


http://numadeletra.com


http://florbytesemmeemoria.blogs.sapo.pt


Tratamento ou exorcisão?

Descobri que o nosso PM está possuído! Só pode!

Ou então tem um irmão gémeo e o Sr. do vídeo está com uma máscara de ferro encarcerado algures!

Ou então clonaram-no.

Ou então está com amnésia a curto prazo.

Ou então tem uma doença grave que o faz dizer tolices e fazê-las, o que é pior!

Ou então tem dupla personalidade!


Mas alguma coisa se passa! isto não é normal!!!


Já vi este vídeo do blogue "Aventar", se calhar até já o pus por aqui algures. Mas hoje estou melancólica, saudosista e olhem que é grave eu ter saudades do Passos Coelho!!! Do outro, claro!





Agora a sério! Haja alguém que tente fazê-lo ver que ele não está bem! E que consiga!

Tadico, precisa de tratamento ou de uma exorcisão! E rápido! Senão quem precisa de tratamento somos nós, e da maneira que está o SNS a coisa vai ficar feia!!!

Uma história... um nome.

 

Imagem retirada daqui

 

Ela era tímida, muito tímida. Estudante aplicada, muito interessada nas aulas e com enorme vontade de aprender. O grupo de amigos restrito, entre eles nada de timidez, era considerada a mais divertida do grupo. Descobriu que era forte, apesar do seu aspecto frágil.

 

Dois alunos mais velhos, que partilhavam com ela o transporte para casa e para a escola, começaram a achar piada gozá-la.

A primeira vez foi porque ela deixou escapar que gostava de ir para casa cedo. Parecia que os adolescentes não deveriam gostar de ir para casa cedo, muito menos dizê-lo! Mas ela não tinha sido informada disso. Começaram a gozá-la a dizer-lhe que queria "ir ver os desenhos animados", ela, apesar de tímida, era forte, e respondeu "se sabem que a estas horas dão desenhos animados é porque também vêm!", devia ter estado calada! Mas ninguém a avisou... foi uma tortura essa viagem e as que seguiram. E das viagens passaram a chateá-la na escola. Mas na escola conseguia escapar-lhes, e até não os ver, já que, felizmente, passavam muito tempo em cafés e a fumar nas traseiras dos pavilhões "com a malta fixe", os "bué". Mas sabia que não conseguia escapar-lhes nas viagens... E quando chegava a casa dava liberdade às sua emoções, e chorava.

Até que um dia a mãe percebeu o seu choro, questionada deixou escapar o que a atormentava. Mas não deixou que a progenitora falasse com a mãe dos "mais velhos", os "bué", convenceu-a de que seria pior e convenceu-se que conseguia. Conseguiria suportá-los e suportar a crueldade.

 

Tudo servia para a gozarem, o cabelo fino e escorrido, o facto de ser magra, a roupa, que era mais simples, a timidez.Começaram a chamar-lhe marrona porque tinha boas notas... e ela fazia por calar. Aprendeu a "desligar" e aprendeu a ser forte. 

 

Os anos foram passando e o rapaz, desistiu de estudar.  A rapariga ainda por lá andava, mas agora, agora já não estava no 9º e ela no 7º. Agora estavam as duas no 9º! Até que a rapariga estava no 10º e a menina gozada, a marrona estava no 11º. Pois... era marrona!

 

Soube, uns anos mais tarde que o que passou  tinha um nome - bullying -

 

Soube também que muitos passaram, e passam, por situações idênticas, e alguns que incluem actos de crueldade inimagináveis. E são estes actos que nos põem a pensar... Para quê? Que prazer doentio têm em fazer sofrer? São estes os psicóticos? Os futuros criminosos? Será que algum dia têm consciência do que fazem?

 

E hoje, hoje ela leu a notícia de Amanda Todd, uma jovem vítima de Ciberbullying, outro nome para crueldade.

 

O bullying deveria ter acabado ou pelo menos ter-se tornado menor. E ao ter nome, ser falado e tornado público deveria ser mais fácil de lidar.

Mas não! Parece que cresceu! Cresceu com a tecnologia, aproveitando-se dela.

 

Amanda Todd, não foi forte. Como poderia? O "nome" tornou-se mais forte que ela... não suportou. Suicidou-se! Mas deixou uma mensagem.

 

Será que vão ouvir a mensagem dela?

 

Será que custa tentar ouvir e perceber que o que se faz não chega? Será que não se percebe que esta é uma das verdadeiras crises contra a qual tem que se lutar e arranjar medidas concretas e coerentes e sobretudo continuadas?

 

A minha bolinha de cristal

Imagem retirada daqui

 

Se fosse a Maya tirava as cartas, mas já consultei a minha bola de cristal inexistente, e já dei volta à mioleira, que não é a de um economista, nem politólogo, mas as conclusões a que chego são sempre as mesmas… E se eu fosse um a bruxinha pegava na vassoura e até voava para bem longe!

 

Vamos ter pela frente tempos difíceis! Muito duros. Tão duros que as camas de faquires vão parecer fofas aos nossos olhares.

 

Mas eu revelo o que vi na bolinha de cristal.

 

Este Governo não se vai demitir, já provou que está ali de pedra e cal, e aliás, diga-se de passagem, foi escolhido, votado há cerca de um ano, para ali estar, tudo bem que as promessas foram vãs, mas quem mandou acreditar? (E como até acabaram com a TSU, agora respira-se de alívio.)

Continuando… a bolinha diz que eles não se demitem, o nosso PR nada vai fazer, e não se iludam com isso, é do mesmo partido e não está para estragar a reforma. Não vai existir golpe de Estado e o povo… bem o povo é o povo! Tanto faz que se saibam das falcatruas como os dinheiros mal gastos, o povo é o povo! Que tem que piar fino uma vez que os escolheu para estar ali, a estes e aos outros!

 

E antes de eleições darão uma ou outra benesse, intitulam-se de “salvadores”, mesmo que atrás deles haja um rasto de famílias, economia, um pais desfeito e esmigalhado. Mesmo assim serão salvadores. E como as pessoas têm memória curta hão-de votar neles outra vez.

E tal como me disseram hoje, não há volta a dar! Não há hipótese de renegociar a dívida e se não fosse a Troika e o FMI nós já não recebíamos há muito tempo. As manifestações é só para aliviar a garganta, de nada servem, é só palhaçada e folclore, e as greves é para nos tirarem mais dinheiro do bolso. Isto é o que se pensa.

 

Não sei se há outra volta a dar, provavelmente até não. Mas sei que as injustiças existem e é contra elas que eu falo, que eu luto, sem ninguém me dar ouvidos é certo, mas tenho a minha consciência tranquila. Porque eu sou contra estes engravatados que acham que a democracia é comprarem carros de alta cilindrada com dinheiro do povo! Contra estes anormais que usaram e abusaram do dinheiro público, e que agora estão no bem bom, e onde deveriam estar?

Sou contra as pazadas de dinheiro fornecidas a bancos que se meteram em alhadas e sabem que há quem os safe a seguir. Contra as injustiças sociais. Contra estes políticos que fazem desfazem e voltam a fazer e saem impunes, porque não há quem os faça pagar! Não há quem os faça ver que a impunidade não existe. Sou contra as barrigas cheias a custa de outrém.

 

E onde vamos parar?

Onde sempre estivemos, na cepa torta! E nem é preciso bolinha de cristal para ver que isto não tem pernas para andar…

 

E eu já nem tenho forças para tentar porque sei que o meu tento não vai conseguir fazer nada! Nada além de mandar uns bitates no meu blogue e dizer e fazer o que penso na altura certa. Mas somos poucos. E fôramos mais e os meninos que se sentam nas cadeirinhas do Governo pensariam duas vezes antes de nos lixarem a todo o custo! Antes de pensarem só nas suas barriginhas e nas próximas eleições! Antes de se porem a de se porem a ajudarem BPNs e outros que tais.





Sem acrescentar uma vírgula!

Amanhã será aprovado o Orçamento de Estado e agora é que vamos ver o que está ali escondido. Embora já saibamos à partida que estamos mesmo fritos! E esta crónica de José Luís Peixoto, que admiro, deixou-me a reflectir... Será que iremos continuar a ser o melhor povo do mundo ou iremos ser outra Grécia? Ou iremos ser simplesmente pessoas com direito ao sol. Sim! Porque ensinaram-me que ele quando nasce é para todos, mas eu percebi que alguns o vêm estendidos em finas esteiras e com suminho ao lado e outros trabalham sob ele diariamente sem terem direito a suminho!!

Sei que o texto é comprido mas tentem, vale a pena lê-lo. Não lhe mudaria uma vírgula...

 

 

Criatividade para o IVA

 

 

Imagem retirada daqui

 

 

Eu queria arranjar algo positivo para o humilde espaço onde dou liberdade aos meus dedos para fluírem. Aqui perco um pouco a timidez que não me assenta nada bem! Na realidade eu não sou tímida tento é ser contida, talvez porque já aprendi que devo conter um pouco as minhas ideias!

 

As ideias que fluem pelos dedos, os meus e de outros, deveriam ser fomentadas, de salutar! Mas até nisso, até as nossas ideias, a nossa criatividade, a nossa imaginação querem taxar! Querem que se pague imposto! A sério?!? Será que eu entendi mal? É que ando com a cabeça à roda e acho que já nem entendo bem as coisas...

 

Ora, quem é autor sabe que é raro ficar-se com mais de 10% da venda dos livros, e até nesses míseros 10% querem mexer?

 

E os lucros que se obtém nas transacções da bolsa, são “taxados” convenientemente?

E taxarão as grandes fortunas como deve ser?

 

É lógico que quem gosta de escrever não vai parar por causa disso, mas e o incentivo à escrita, à evolução cultural, à partilha de ideias? E o princípio?

 

Querem talvez conter as ideias, frustrá-las, amedrontá-las e inibi-las, mais do que já estão?

É este o povo que vós quereis salvar?

Ou é este o povo que quereis empurrar para a escuridão?

 

Eu não consigo perceber que raio de caminho é este! E juro que tento todos os dias, mas de facto, o meu tento definitivamente não consegue!!!



Mostrando a liberdade!

Hoje decidi passar outro dia sem falar nas animalices que vão pelo nosso país, dei a volta pelo Jornal, e voltei a fechar bem os olhos tentando desta forma esquecer o que vi, e amanhã... amanhã é um novo dia e certamente alguém fará o sol brilhar! Eu até ajudarei a soprar algumas das nuvens. Mas hoje quero falar de outras animalices. Em alguém que também ajudou a fazer o sol brilhar.

Aos pequenos Beagles, que aparecem no vídeo, alguém lhes mostrou que existe o sol, a relva e a liberdade.

A vida destes cães não era nada mais do que passar o dia encafifados em gaiolas, sem nunca terem saído daquele espaço exíguo! Eram usados como cobaias num laboratório em Espanha. Mas esse laboratório faliu e esses animais iriam ser sacrificados. A organização ARME (Educação da Mídia para o Resgate de Animais) com  Shannon Keith como fundadora do Projeto "Liberdade para os Beagles" (Beagle Freedom Project) tiveram um tento forte e quiseram salvar esses cachorritos adoráveis.

Os Cães de raça Beagle costumam ser usados para testes na indústria farmacêutica por causa de sua natureza dócil. Este "salvamento" já data de 8 de Junho de 2011, mas acho que não está assim tão fora de época para ser visionado. Até porque hoje é um dia em que só penso em libertação... Vá-se lá saber porquê...
O meu tento agradece a quem me enviou este vídeo, depois de ter lido o meu post anterior,  para que eu pudesse pesquisar a notícia e trazê-lo até ao blogue como mais uma notícia positiva, pelo menos para os Beagles. Ver um ser pisar a relva e ficar espantado não deixa de ser comovente!
Obrigada {#emotions_dlg.redflower}

A vaidade tem um preço? Qual é?

 Imagem retirada daqui

 

 

Devemos muito aos animais, incluindo algum avanço da medicina com base em experiência realizadas em animais. E muito existiria para discutir sobre isso, mas este post tem outro intuito que não a medicina, mas sim o da vaidade.

 

Todos somos vaidosos, incluindo os homens, agora com a moda de lhes chamarem "metro", e muitos compram os seus produtos de beleza sem se preocuparem se estes foram ou não testados em animais. Os meus produtos de beleza resumem-se a rimel e lápis com cores para olhos(que quase nem ponho), cremes hidratantes para corpo e face, usados diariamente, e alguns vernizes, que agora depois dos 40 me deu para pintar as unhas...

 

Mas tenho cuidado em não comprar produtos em que usem animais para testes, e normalmente isso costuma vir indicado no produto.

 

Hoje ao passar os olhos pelas notícias, além da "crise" noticiosa habitual, chamou-me a atenção, no Jornal Sol, uma notícia que falava sobre o trabalho de investigação levado a cabo por três investigadores da Universidade de Coimbra (UC) que desenvolveram um teste que permite avaliar o potencial alergénico cutâneo e deste modo «reduzir significativamente» as experiências com animais na indústria de cosméticos. E reduzir significativamente já é um caminho!!

 

O teste é denominado Sensitiser Predictor e visa evitar o sacrifício de animais em laboratório. Tendo sido "distinguido com vários prémios nacionais e internacionais", segundo uma nota da assessoria de imprensa da Reitoria da Universidade de Coimbra.

 

O meu tento acha que são estes pequenos pormenores que vão fazendo a diferença para o caminhar até um mundo melhor.

E não devemos esquecer que a vaidade tem um preço muitas vezes escondido!

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D