Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

A alma gémea em forma de bacon!

Quando se pensa que já se viu e ouviu de um tudo aparece sempre algo para nos surpreender!!

 

Se se misturar algo como um creme da barba

com

isto

 

 

Não dará algo como isto?



 

 

Uma empresa, adivinhem, Americana, quer atrair uma fatia (sim, que isto só às fatias) dos consumidores masculinos de creme de barbear, lançado no mercado uma espuma de barbear com aroma a bacon!

E ainda dizem que é um "creme de barbear de luxo (sublinhe-se aqui o luxo) bacon-perfumado."

 

A dita empresa visionária refere que este produto é bom para quem quer encontrar-se com a sua alma gémea. E o seu criador refere que o bacon é delicioso, e que as pessoas ficam animadas de lhe sentirem o cheiro e se o bacon é a parte mais importante do pequeno almoço porque não andar com esse cheiro todo o dia?

 

E agora eu tento perceber onde é que o criador do creminho sensação, e quem lhe deixou seguir as pisadas, bateu com a cabeça!

 

Fico a pensar como seria se eles amassem couves de bruxelas... ou sardinhas... ou queijo de cabra... ou queijo achulesado. As almas gémeas que iriam encontrar.

 

 imagens retiradas da net




 

Todas as asas voam

Foto retirada na minha traquitana

 

As asas de uma gaivota têm dificuldade em voar

vontade não lhe falta,

inspiração também não,

mas as suas asas não a ajudam!

 

Ela fica furiosa com as suas asas

entristecesse-se com elas,

acha-se inútil porque já não consegue voar tão alto,

e esquece-se que consegue voar...

 

Esquece-se que não está sozinha apesar do mar ser imenso.

Mas é sozinha que tem que perceber como voar,

é sozinha que tem que saber aceitar as suas asas como elas são agora

e é sozinha que tem que se enfrentar.

 

Pensamos que enfrentamos o mundo e muitas vezes é muito mais difícil enfrentar-mo-nos!

Enfrentar as nossas fraquezas,

medos e temores,

ansiedades e sobretudo aceitar...

Não digo gostar do que nos surge mas tão somente aceitar...

 

Volto assim...  continuando a tentar {#emotions_dlg.smile}

uns dias conseguindo e outros não {#emotions_dlg.redflower}

 

 

 

 

Uma questão de educação

Imagem retirada da internet

 

Os comentários ao meu post sobre a "estalada" deixaram-me a pensar na questão da educação. E se realmente os alunos e consequentemente os jovens, estão indomáveis não sei se os adultos estarão melhor. Aliás a juventude é educada por adultos, presumo eu.

 

O meu filho queixa-se imenso da falta de educação dos adultos. E ele tem toda a razão. Assisti há uns dias ele a ir à frente para entrar na frutaria mas como viu que estava uma senhora, até com uma certa idade, atrás de si, encostou-se para o lado e abriu a porta deixando que a senhora entrasse, alguém  ouviu um simples "obrigada" a esta distinta dama? Não! Ele ficou, com toda a razão, bastante indignado.

 

Mas não é a primeira vez que isso lhe acontece.

É costume não lhe agradecerem, não lhe pedirem "se faz favor" e passarem-lhe à frente. Claro, que ele fica furioso, e diz que não não há respeito pelas crianças e não entende! Se ele é educado e gosta de o ser, porque é que custa ser educado com uma criança?

 

E eu também me questiono.

Será que esta tal falta de educação de que falamos não será já um problema estrutural?

Afinal como querem que as crianças sigam o exemplo?

Será que as pessoas estão tão distraídas e imbuídas no seu alto pedestal que lhes custa olhar para baixo, para uma criança, e dizer obrigada! Ou será que por ser uma criança não merece a "ralação".

 

Eu até tentava explicar aos adultos isto, quando me apercebo destas situações, mas acho que a ralação que eu ia ter não iria valer a pena....

 

 

 

 

Quem apareceu?

Gosto de muito de animais e eles devem ter um sentido que lhes indica que são bem vindos por aqui.

No início da semana deparei com uma visita nas escadas de casa, à primeira vista parecia uma brincadeira do meu filhote para me testar os nervos, mas depois de um olhar mais atento pude constatar que era uma visita a sério e não era de plástico!

O seu olhar atento e pachorrento captou-me a atenção.

 

O que fazer? Colocar o bicharoco no pátio, ou deixá-lo estar.

Hummm... lá fora está frio, estamos em Trás-os-Montes e não é agradável colocar um bichinho destes ao frio. Olha deixa-o estar e seja o que for!

E por ali esteve, foi mudando de local mas manteve-se nas escadas e deixava que a observassem e olhava para nós também de forma curiosa.

 

Ontem resolveu aperecer pela sala para assistir TV connosco e por aqui tem estado! Ora vai para debaixo de um móvel ou de outro, ora dá o ar da sua graça! O incrível é que adora ser observada e até deixa que lhe tirem fotos!

Aqui deixo uma.

Foto retirada com telemóvel (aumentada, na realidade mede mais ou menos 5 cm contando com a cauda)

 

Já lhe demos nome, chama-se "Tixa"! E por aqui andará enquanto quiser. O chato é que temos que ver onde pomos os pés!

 

Este jovem réptil é uma Osga. Muito menosprezada e perseguida pelas pessoas que não sabem ter "sangue frio" e não reagir à pancada com um pequeno e inofensivo lagartinho!

 

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, as osgas não são venenosas e até são muito benéficas pois alimentam-se de vários insectos, tais moscas, traças, mosquitos e ao que parece até baratas! E só por isso já ganharam o meu respeito.

 

As osgas são vítimas de crenças erradas, difíceis de explicar. Apesar de serem um potente insecticida natural, ajudando no controle de pragas, só o nome deste pequeno réptil despoleta logo uma série de ódios e medos, com cara de nojo a acompanhar! Digam lá que quando viram a foto não fizeram?

-UGgHHH!! E quem me conhece neste momento deve estar a pensar em ligar-me já de seguida a perguntar se eu endoideci de vez!

 

Pois, eis que dou uma novidade, elas não são venenosas, não provocam, doenças de pele e não são peçonhentas (não são, não são, não são!). Mas também acho que ninguém pensa andar a esfregar-se nelas!!! Nem nas paredes, que é onde elas gostam de estar.

 

Elas parecem, como podem confirmar na foto, um crocodilo miniatura, mas não fazem mesmo mal a ninguém. Aliás, na minha investigação a sua população está com algum risco já que perduram os mitos sobre elas, e estas desgraçadas não tem culpa de não ter nascido com um aspecto mais agradável para o ser humano que se arma de chinelo e vassoura pronto a atacá-la.

 

Aqui deixo algumas curiosidades sobre este bichinho que parece ter apanhado uma cápsula do tempo vindo da época dos Dinossauros.

 

Em Portugal existem duas espécie: A osga-comum (Tarentola Mauritanica), que parece ser a que está na minha casa, e a osga-turca (Hemidactylus- Turcicus). O que as distingue, além, de outras características, e isto em grosso modo, a osga- comum é mais clara e maior a osga Turca é mais encontrada no Algarve e Alentejo, talvez goste de andar mais por ali. Mas não é por ser mais quente, uma vez que a osga-comum habita o sul da Europa, várias ilhas mediterrâneas e até o Norte de África!! 

 

A sua reprodução faz-se de março a julho e em cada postura só põem 2 ovos, debaixo de pedras ou fendas, o interessante é que várias fêmeas podem depositar os os ovos no mesmo local!

 

A sua coloração pode variar consoante o seu estado fisiológico e estado de espírito. O que me deixa uma dúvida, será que ficam vermelhas quando estão irritadas?

 

Emitem sons bem audíveis quando são capturadas, e esta é a sua forma de comunicar, mesmo entre as das mesma espécie. Ontem pudemos ouvir esse som, já que a um toque ela emitiu um - Tsss , quase um sibilar

 

Se se sentrem ameaçadas soltam a cauda, como qualquer lagarto que se preze! Mas volta a crescer.

 

Geralmente hibernam de novembro, dezembro até março. No entanto, nas regiões mais quentes da Península Ibérica podem observar-se indivíduos mesmo durante o inverno.

 

Ao longo do verão apresentam actividade  nocturna, e encontra-se perto da luz, que é para onde a sua comida é atraída! Aliás podem comer até 20 mosquitos por hora.

 

Em dias mais frescos e no outono é posível vê-las duranto o dia. Talvez por isso a nossa tenha dado o ar da sua graça.

 

Agora da próxima vez que alguém vir uma osga, não grite, não corra a buscar uma arma mortífera e teste a sua habilidade para a apanhar viva e colocá-la em outro local, isto se não gostar do sítio onde ela está. Mas tentem lembrar, não há melhor e insecticida mais natural que este!!

 

 

À estalada!

 

Imagem retirada da net

 

 

Hoje foi dia de reunião lá na Escola, e dias de reunião são sempre bons para escrever um artigo aqui para o meu espacito.

 

Primeiro, acho uma piada ao estatuto do aluno, onde toda a responsabilidade do sucesso Escolar é imputada aos deveres e direitos dos alunos. E o Estado? Onde fica?

Com mega turmas, como e onde está a tal qualidade  que os alunos têm direito?

Sabem o que vos digo? Má altura para se ser professor. Muito má! Os alunos por outro lado não tem outro remédio senão serem alunos.

 

Outra coisa muito interessante foi o facto de uma mãe ter pedido explicitamente à professora para que quando a filha se portasse mal, e portar mal significa ficar a olhar para a afia em vez de trabalhar, ou falar, apesar de se ter pedido silêncio. O que esta mãe diz em todas as reuniões, desde o 1º ano, é pedir que os professores dêem um estalo à filha. E pede de forma insistente que lhe batam!

 

Ora, um dos meus pontos para levar para discussão para aquela reunião era precisamente sobre um professor que tem o terrível hábito de fazer dos miúdos saco de boxe, e estava ali, aquela excelentíssima senhora a dizer que seria legitimo os professores baterem à sua filha.

 

Eu sei... devia ter-me calado! A filha não era minha! Mas bolas! Uma das sua reivindicações era que lhe batessem à frente dos colegas!! Não me calei. Que burra sou! Não me calei.

 

Expliquei, ou tentei explicar, mas acho que o meu tento não conseguiu, que a Escola era um local que deveria educar para a cidadania e bater aos alunos não era um acto nada cívico!

Claro que a senhora reiterou que estava a dizer para bater à filha dela e não ao meu. Mas é o princípio que está em causa! Será que é normal bater a um aluno em frente aos outros? Caramba! Isso não é agressão?

Então existe um professor que bate aos miúdos quando eles não estão calados e há pais que acham isto normal e até incentivam!

Estarei doida??

 

É assim que resolvemos os problemas?

É assim quer ensinamos a resolver os problemas?

À estalada?

Bem, é que se eu desse uma estalada a todos os que se portam mal comigo ou me chateiam, já teria distribuído muitas por aí!

 

Mas pelos vistos não resulta! Porque com o que a miúda apanha forte e feio, ainda não resolveu nada!

 

E como a discussão estava a ficar acesa a professora mandou-nos calar... Ok! Portei-me mal! Agora batam-me!

 

 

 

É tudo uma questão de cheiro!

Imagem retirada da net

 

Expressões como "Hmmm... isto não me cheira nada bem" ou então, "deixa ver a que me cheira", são muito vulgares e se a primeira pode dizer respeito a questão política do nosso país, a segunda pode ser relativa a uma reunião de trabalho, por exemplo! A certeza é que o invocamos o nosso olfacto mesmo que o tema não esteja diretamente relacionado com ele.

 

Quem já não lhe cheirou a natal? O meu cheira a Santa Catarina e a castanhas assadas.

Ou a Inverno? O meu filho admirou-se quando lhe disse no outro dia que cheirava a frio quando ele chegou a casa!

Sim! O frio também tem cheiro! O calor também, ou pode cheirar a protetor solar, num misto de diversos odores, ou até não ter um cheiro muito aprazível...

E o cheiro de uma Primevera acabada de acordar? Que bom é senti-la!

Mas os cheiros também nos invocam memórias, algumas até bem perdidas nos tempos. E algumas mescladas com sabor. O cheiro é a nossa memória!

 

Costumam dizer-me que sou uma "perdigueira" da raça humana, até porque tenho o terrível hábito de me valer do meu olfacto para quase tudo. Cheiro uns sapatos novos quando os vou comprar, depois de usados não volto a fazê-lo, também não sou estúpida.

Adoro cheirar os livros quando chegam a casa e mesmo depois de uns valentes anos nas prateleiras, cheiram a conhecimento, e como é bom entrar numa biblioteca e sentir a mistura do cheiro da madeira com a dos livros, falo daquelas bibliotecas mais antigas.

E as Escolas do ensino Básico? Cheiram todas ao mesmo!

Gosto do cheiro de uma cama acabada de mudar!

Detesto o cheiro do dentista! Cheira a cravinho, triste especiaria que tinha logo que ter o cheiro parecido ao do dentista!

E o cheiro de um carro novo? A mim sabe-me bem... ficava ali horas a cheirá-lo... agora, depois de seis anos, cheira a migalhas de bolachas, a rádio, a viagens, a férias passadas e a corridas para o trabalho.

 

Gostava do cheiro das almofadinhas das patas do meu cão.

Gosto do cheiro do meu filhote e do meu par de vida. Aliás, acho que até o amor é uma questão de cheiro!

E se há pessoas de quem eu não gosto do cheiro, outras há que nem quero lhes tomar o cheiro!!!

 

Claro que um bom olfato vem acompanhado de um bom paladar, para o bom e para o mau, porque isto de ter um bom olfato também pode trazer dissabores. Já que quando algo não me sabe bem nem sequer consigo disfarçar.

 

Pois é... tudo é uma questão de cheiro. E nem sempre a questão se resume a cheira bem ou cheira mal. Tudo tem o seu próprio cheiro, e ele tem personalidade, envolvência, memória, cor e sabores muito seus, muito próprios.

 

Por isso, está a andar de narizinho no ar e a tentar ver a que cheira o fim de semana.

Humm... castanhas assadas, preguiça, televisão e um belo bolinho  de maçã e canela....

 

 

 

Previsão astral

Imagem retirada da net

 

Continuando numa de futuro, descobri que esta semana tenho uma hora favorável que será das 13 às 15 horas, o que quer dizer que a essa hora posso fazer o que me der na gana, já que o Universo está do meu lado! Mas tenho que ter cuidado pois não devo realizar grandes esforços. Por isso, não me CHATEIEM! OK?

No amor espera-me uma conjuntura serena que me permitirá assumir novas responsabilidades (?), seja lá o que isso for! Das 13 às 15 não assumo nada!

Quanto ao dinheiro sei que não conseguirei de imediato todos os resultados de que gostaria, mas darei passos firmes nesse sentido. Será que podia ser mais explícita Senhora Maya? E já agora indicar-me o sentido? Ando um nadica perdida...

 

Mas isto do futuro tem que se lhe diga!!! Porque também há quem diga que eu não devo ser egoísta no amor. Pronto querido... eu dou-te um bocadinho da minha tablete de chocolate, mas tem que ser antes das 13 horas! Quando à parte do dinheiro a novidade é que tenho que ser prudente na forma como faço a gestão as minhas finanças. O que se esqueceram é que não há muito para gerir, é receber e ficar sem nada ao fim do mês e rezar para que não haja muitas despesas extra. Não há gestão possível!!!

Algo coincide em relação à parte do descanso! Tenho mesmo que parar de me esforçar... vou ali a uma sestinha! Já volto!

 

....

 

Por outro lado dizem-me que este é um período com concretização plena no trabalho. Humm... trata-se é de saber como vou fazê-lo sem esforço...

No amor terei uma visão plena da minha vida que servirá para controlar emoções obscuras e negativas. Pronto querido, eu confesso. Não me apetecia mesmo nada dar-te aquele bocadinho da tablete.

E na saúde dizem-me que terei um grande magnetismo, que será a causa de grandes aventuras. Ah! Já percebi! Como tenho grande força magnética não vou precisar de me esforçar!! Boa desta bateu certo.

 

Hummm.... Afinal não é assim tão difícil tentar prever o futuro! Acho que vou ter futuro em prever o futuro!


Como Marte está alinhado com Mercúrio precisarão de se esfalfar para ter algum dinheiro ao fim do mês, e se isso não aconterecer é porque não o souberam gerir, não acusem os Senhores do Governo.

Saturno tem um dos seus anéis mais brilhante e Urano está com uma tempestade então estará feito das 08:00 até às 17:30! A partir dessa hora estará mais descansado. O seu dia de sorte será a uma sexta, se ela não vier nesse dia virá no sábado à tarde de certeza!

No amor será feliz se estiver apaixonado e for inteiramente correspondido, porque Neptuno e Plutão se afastaram mais dos outros planetas para poderem estar sós. Mas cuidado! Se eles se voltarem a aproximar é porque terá de se precaver com flores e um pedido de desculpas.

Na saúde, se estiver constipado tome um anti-gripe e não se preocupe, isso é só porque nesta altura o Sol resolveu dar de frosques. Mas ele volta!

 


 

Carpir o futuro

Agora parece que deu a toda a gente para falar no futuro. Mas o facto de falarem não é por si só um sinal estranho, afinal sempre houve uma certa preocupação com o futuro. O estranho é que vêem o futuro de uma forma pouco agradável. Pinta-no de preto e cinzento, quanto a mim cores um pouco tristes... baças! Agora se o pintassem e não fizessem questão de mostrar a sua obra aos quatro ventos era bom!

 

Sei que os tempos vão maus, e provavelmente não terão muita cor. Mas que raio! Usemos uma palete de cores. Afinal que adianta andar sempre a carpir? E carpir o que ainda nem veio!

 

Dá-me vontade de ir a essas carpideiras de futuro e dizer-lhe umas poucas e boas para que ficassem com vontade de carpir a sério! Existe aquela expressão de uma mãe para o seu filho que faz birra - Ai estás a chorar? Ou te calas ou te dou razão para chorar à séria!!

E há tanta gente com razão para chorar à séria! E porventura são os que menos o fazem.

Mas o grande cerne da questão é quando chega a tal hora "do vamos ver" essas meninas e meninos andam as arrecuas!

Será que não vêm que até agoiram o futuro? E que é preciso quem ande sem olhar para o chão!

 

 

Pois eu vou pintar o futuro!

 

Quero que seja amarelo de manhã,

ao meio do dia que tenha um azul turquesa,

o entardecer alaranjado

e a noite que seja iluminada pelo luar!

 

Que cheire a rosmaninho,

que saiba a morango

ou a chocolate ;)

que seja doce e salgado!

 

Que não faça chorar.

E se fizer,

as lágrimas que tragam a força,

o animo e a vontade de continuar

 

E sobretudo que traga esperança!

 

Foto retirada na minha mais que humilde máquina

 

Eu tento não ligar a estes birrentos que só sabem bater o pé nas alturas em que não devem, quando ninguém está a olhar, de preferência, mas é que tem dias que o meu tento só lhe apetece é abanar-lhes o capacete a ver se olham para o lado!! E param de piar!

 

 

 

Dormir acordado… ou será acordado e a dormir?

Adoro adormecer com festinhas na cabeça, o tão conhecido "Cafuné". Que dito em brasileiro até ganha uma dimensão diferente!

 

Um destes dias adormeceram-me com um majestoso e querido cafuné, mas eis que a mão, que outrora me afagava, dá um autêntico estremeção e tenta levar-me o escalpe!!! Estão a imaginar alguém que adormeceu doce e candidamente ser acordada assim?

 

Ora isso leva-me a um processo de investigação exaustivo sobre a causa destes estremeções, tão frequentes pelo meu par de vida e com quem eu partilho o leito! A coisa chega a ser de tal ordem que se pode pensar que está a acontecer um tremor de terra! A sério?

 

E cheguei a algumas conclusões interessantes que resolvi partilhar. Não se vá dar o caso de quererem adormecer com cafunés e não estarem preparados para ficarem sem alguns cabelos!

Não sei se já aconteceu a alguém estar a adormecer ter a sensação que vai a cair, a seguir dá um esticão valente e acorda! A partir daí o nosso sono é um pouco mais “leve”, temos a noção, consciência, que estamos a dormir, e se sonharmos lembramo-nos do que estamos a sonhar. Este estado tem um nome estranho, chama-se estado hipnagógico. Eta nominho esquisito, Heim? (É! Hoje tou meia abrasileirada). O nominho deriva do grego "hypnos" - sono + "agogôs" induzido. Ao que perece este "estado" tem uma incidência que varia de pessoa para pessoa (eu tive a sorte de calhar com a incidência toda ao meu lado) sendo até mais comum nas crianças! Ele há cada coisa!! Hã?

Fisiologicamente falando, este é um estado intermediário entre a vigília e o sono. O corpo não está completamente desperto mas também não está completamente adormecido.  Há até quem o vivencie de uma forma algo estranha no qual não consegue mover um único músculo do corpo mas tem consciência disso. Há outros que têm a tal sensação de que vão a cair e estremecem assustadoramente. Já me aconteceu. Mas felizmente não estava com a mão na cabeça de ninguém.

E claro! Há sempre alguém a aproveitar-se do "estado hipanagógico" e a arranjar-lhe utilidade. Uns dizem que é uma projeção do corpo em relação à mente, e falam até em projectologia e coisas esotéricas como fronteira astral ou viagem astral.

Outros ainda dizem que é uma altura para ter as melhores ideias e visões nesses momentos, uma vez que se tem acesso a informação do consciente e do inconsciente, já que nem se está acordado nem a dormir. E existem até nomes sonantes da história que usaram a hipnagogia dessa forma para conseguirem inspiração! Um deles é Salvador Dali, um artista famoso espanhol, que se inspirava nas visões (sonhos) que tinha durante o estado hipnagógico para pintar os seus quadros.

E olhando para uma das imagens das telas de Dali tento perceber o que ia naquele consciente e sobretudo no inconsciente... mas não sei se quero conseguir!!!

Imagem retirada da net

 

É que não quero MESMO!!!

 

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D