Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Guerras e guerrilhas

 

Vi a frase a seguir no Blogue "O que é o Jantar?" e achei que exemplifica na perfeição o que sinto em relação à falta de paz em muitos locais do nosso planeta azulinho, principalmente com o que se está a passar agora na faixa de Gaza.

"A guerra é um massacre de homens que não se conhecem em benefício de outros que se conhecem mas não se massacram."
Paul Valéry"

 

 

Imagem retirada da net

Mais um desafio

Lembro-me daqueles cadernos que passávamos de mão em mão com perguntas. E isto foi lá, na minha adolescência. Claro que uma das perguntas da praxe era "Gostas de alguém?", alguns mais ousados pediam para deixar o nome. Ainda guardo um desses cadernos preenchidos pelos meus colges de turma da altura e alguns amigos, sorrio sempre quando nas arrumações profundas dou de caras com ele. Hummmm... e pensando bem já não dou de caras com ele há algum tempo o que deve querer dizer que preciso de dar mais do que uma arrumadela ao escritório.

 

Na blogosfera volta e meia aparecem uns desafios com perguntas. Como, ao contrário da maioria das pessoas, até vou gostanto de responder a questionários (se não forem grandes e maçudos), correspondo a este desafio lançado pela  Manu.

 

As perguntas são as seguintes:

O mundo seria muito mais feliz se... 

Paciência e tolerância são para mim...

Algo que me irrita profundamente é...

Acho que as pessoas mais humildes...

Quando o dia amanhece nublado, eu..

Uma qualidade indispensável nas pessoas é...

 

Ora bem, o mundo seria mais feliz se existisse mais coração e menos luta pelo poder, mais sorriso e menos lágrimas, mais tolerância e menos preconceito, menos dor e menos sofrimento, enfim... mas o mundo não é perfeito cabe-nos fazer o nosso bocadinho para que pelo menos à nossa volta consigamos torná-lo mais feliz.

 

Paciência e tolerância são para mim  virtudes. No entanto, há dias em que a paciência tira férias de mim.

 

Irrito-me algumas vezes, expludo e passa. Fervo, arrufo e logo ameno. Profundamente é que acho que já é deixar que o que me irrita momentaneamente me apoquente e não estou para isso, faz mal ao colesterol e ao coração

 

Humildade  é para mim sinónimo de  modéstia, simplicidade e sobriedade. Considero-a uma característica que só enriquice o ser humano.

 

Quando o dia amanhece nublado é sinal que é melhor levar um casaco para passear o cão.

 

Não há qualidades indispensáveis, há qualidades. Cada uma ocupando o merecido lugar. Cada um lá terá a sua qualidade que devemos saber apreciar.

 

 

 

Para quando uma acção?

Mais uma vez é notícia o ataque realizado por cães, desta vez a uma idosa (sénior) de 85 anos.

 

Lendo a notícia tenho algumas questões.

 

Os cães foram recolhidos para um canil, e o dono? Só foi identificado? O que lhe vão fazer?

Ao que parece a GNR já tinha sido notificada acerca dos cães, embora para situações menos graves. Estavam à espera de quê para agir?

Ah! Já sei. Que alguém fosse mordido à séria.

 

Agora a raça dos cães.

Um PitBull,

 

A imagem é elucidativa. Cão possante, protetor, dominante, requer treino cuidado e um conhecimento da raça.

São considerados perigosos porquê?

Primeiro, desde há tempos que foram, e são, usados para lutas entre animais onde os fracos morrem os mais aguerridos ficam, e esses são usados para procriação.

Segundo, têm uma força descomunal e uma mordida tremenda! Há relatos que dizem que para soltar sua vítima necessitam de um pé de cabra!

Quem tem um exemplar desta raça e a trata como ela necessita, ou seja, exercício físico, treino canino adequado e estímulo, já que são verdadeiros cães de trabalho, referem que são excelentes cães e que adoram, e fazem tudo, pelo seu dono.

 

A outra raça referida na notícia é um Yorkshire,

 

  Dizem vocês. Isto? Isto atacou uma pessoa?

 

O que ele tem em comum com o Pitbull é que ambos são Terrier. Este canito é também muito protetor, aguerrido, dominante e também precisa de treino, claro. Não se deixem iludir pelo tamanho. O meu Labrador já teve que fugir de uns quantos!

Era originalmente usado para caçar ratos.

 

Então como é que um cão que é um nico da espécie se vê nesta confusão? Simples. Ambos têm o mesmo dono! Ambos precisam de treino e estímulo mental e de alguém que saiba o que tem nas mãos.

 

Como sede costume chega-se à conclusão de sempre, há pessoas que não podem ter cães. No máximo poderão ter uma pulga que é o mais aproximado ao cão que poderão possuir. Mas cães? Naaa

 

Há países onde é obrigatório a frequência de aulas com o treino básico canino, e anualmente terão de prestar uma provas. Aulas muitas vezes fornecidas pelas Autarquias locais ou a um preço módico. Mas no nosso país a Educação de pessoas está uma lástima quanto mais a dos cães...

Seja como for ou alguém coloca um travão a isto ou então estas notícias serão recorrentes e teremos mais discussões sobre se vai existir o abate ou não. Enquanto isto os humanos inconsequentes continuam a poder ter cães...

 

Imagens retiradas da net

Finito

Resolvi escrever sobre o "acontecimento do ano" no rescaldo deste.

 

Finalmente acabou o Mundial!

Acabaram-se as publicidades futebolísticas, a vida dos jogadores esmiuçada ao milímetro, as pessoas presas à televisão, os tremoços e cervejinha enquanto se assiste aos jogos, as discussões sobre se é ou não falta, se foi ou não fora de jogo, se mordeu ou só encostou o dente... tudo agora devidamente comprovado com sucessivas repetições de todos os ângulos possíveis e imaginários!

 

O que conclui com este acontecimento que move massas? (quer massas humanas quer materiais.)

 

Pude inferir que este jogo, na maior parte das vezes, parece ser de meninas!

Ouve-se que os jogadores estão deprimidos ou sofrem pressão psicológica. Ora cresçam! Deprimam quando não tiverem que colocar pão na mesa e quando não ganharem rios de dinheiro faxa bori. Até aí joguem à bola, pois é para isso que estão no relvado (ou gramado, se preferirem)!

Ah! Também têm problemas de adaptação ao clima? Tadinhos. Vão fazer um estágio para a agricultura aqui para o Nordeste Transmontano vão ver o que é adaptação! Vão à apanha da azeitona com 7 graus abaixo de zero ou então circulem por aqui no verão com 40ºc à sombra! 

 

E choram porque perdem

 

 

Choram quando ganham

 

 Choram e choram....

 

 

 

Pude constatar, no entanto, que em outras alturas o futebol também pode ser uma verdadeira batalha campal! Escorre sangue e tudo.

 

 

Com cenas de canibalismo à mistura

 

 

Mas tudo passa com umas festinhas, uns abracinhos e até beijinhos

 

Preocupam-se com o bem estar a equipa e do colega

 

 

 

Um desporto que move milhões mesmo que o povo tenha fome, a educação esteja na hora da amargura e a saúde moribunda. É que com tanta mosca que há neste planeta temos a certeza que estará sempre bem ocupado com excelentes jogos entre "moscardos vs mosquitos".
 Portanto um investimento no futuro! Ao contrário da educação e da saúde que são vistas como despesa.

 

 

 

 

E alguém ainda me há-de tentar explicar porque é que este desporto, que deveria ser uma diversão se transforma nisto:

Passerele de penteados e tatuagens,

corrupção,

gasto de dinheiro como se ele viesse com a chuva,

choradeira,

erotismo,

pancadaria,

palavrões e lutas campais.

 

Imagens retiradas da internet

Excesso de ideias...

 

Como vem sendo meu hábito, e enquanto a casa dorme, costumo ler "as gordas" de manhã enquanto tomo o pequeno almoço.

 

Talvez seja um mau hábito já que com tantas más notícias pode dar-me uma indigestão. Além disso, poderá não ser uma boa maneira de começar o dia... mas enfim hábitos são hábitos e este é o meu.

 

E o que li hoje que me fez imediatamente teclar furiosamente?

 

Li que agora que se paga a autarquias, o que eles chamam de "compensação financeira", que tenham menos professores do que os necessários!

O que me leva a uma pergunta que julgo ter lógica.

 

Esta gente terá hábitos bem piores que os meus ao pequeno almoço, não?

Devem de certeza ingerir algo que os faça ter umas ideias bem alucinantes!

 

Trocar humanos por dinheiro. Menos humanos mais dinheiro. E com mais dinheiro e menos humanos, teremos humanos com menos qualidade de ensino, menos tempo dedicado a quem tem mais dificuldade em aprender, menos eficiência no aprender. Menos de tudo portanto. A única coisa que é a mais é o número de alunos por sala de aula.

 

O que eu percebo é que o que está a dar é ter menos filhos. E querem eles aumentar a natalidade... colocar filhos no mundo para ser Governados estranhamente por ideias ainda mais estranhas?

Pessoas que não sabem ver mais longe que um centímetro à frente do nariz?

De qualquer das formas já percebi a ideia de aumento da natalidade. É a promoção de exportação. Claro! Temos filhos para os exportar. Mas se apostarem num bom ensino exportarão "carne humana" com mais qualidade. E nem nisso vêm mais à frente...

 

Neste ensino da caca, perdoem-me a expressão mas é de facto a mais adequada, sobrará quem tem uma capacidade de aprendizagem acima da média e pais que os ajudem em casa. Resumindo, acho que estamos a ir para trás uns tantos anos. E à velocidade da luz!!!

 

O que eu não entendo é uma coisa. Este Governantes andam sempre a citar o exemplo dos Nórdicos mas quando chegam cá fazem exactamente ao contrário!!! O que me leva a uma conclusão. Eles foram fazer férias na neve com dinheiro público.

 

Se fossem mas é fazer férias à Sibéria e tentassem plantar batatas num bananal é que brilhavam! Se bem que o que tentam fazer com Portugal é algo bem parecido com plantar batatas num bananal... e adivinhem que são os bananas?

 

 

 

Boas novidades!

Tal como já perceberam, ou talvez não, já que o verão é sempre uma estação que convida a estar na rua e não encafifados atrás de um monitor a teclar, eu não tenho parado pela Blogosfera. Saudades? Claro que sim. Mas tenho dedicado o meu tempo a pintar, algo que me relaxa bastante, e a realizar actividades, digamos que mais manuais. E é sobre um desses meus trabalhos que venho partilhar aqui, na Blogosfera, este belo mundo virtual que sempre tão bem me acolheu.

 

Pois bem, um desse meus trabalhos conta agora com um Registo de Direitos de Autor!

 

E o seu nome?

 

Amalina. Verão na imagem abaixo que este nome lhe assenta que nem uma luva.

Espero que gostem.  A partir de agora serão numeradas e com o respectivo número de registo.

Se calhar é uma criancice minha mas soube-me bem este pequeno reconhecimento.

 

 

A estrutura da minha Amalina é sempre a mesma, pode no entanto variar, as cores do vestido e xaile bem como o penteado. Esta é a Amalina número 2, que já tem dono.

{#emotions_dlg.smile}

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D