Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Treino canino

Tóbi Tobias doido todos os dias! =)

 

Como sabem os meus leitores tenho um exemplar canino que nos faz companhia. Ele é um verdadeiro doce, mas, parece que há mesmo sempre um mas, tem uns defeitos que me têm dado alguns dissabores.

 

Um dos seus defeitos é o de pular para as pessoas. Mas não pula de uma forma qualquer! Pula mordiscando!! O que com o seu arcaboiço é uma grande chatice. Os dentes aleijam e o seu peso idem. E para isto contibui as brincadeiras do meu adolescente, a quem já me cansei de repetir que o estava a treinar ao contrário. Bem, o que se segue é que este hábito começa a tornar-se chato, já tento rompido uma camisa nos seus ímpetos; e até pode ser perigoso, quando se pensa que temos na família alguém com 91 anos e que pode levar com um monstro peludo com molas e demasiado feliz. 

 

Outro defeito, não menos preocupante, é a sua terrível apetência pelos seres da mesma espécie! O que até é normal, mas que é deveras incómodo quando ele se esquece que vai de trela e não pode dar esticões e desatar a correr por estrada fora, pelo meio de carros a andar,  para se apresentar a um cão (ou cadela) que ele vislumbrou a metros de distância! E lembrando que este menino peludo já foi atropelado devido à sua extrema simpatia e hábito de cumprimentar todo o bicho careto, seja pessoa ou animal.

 

O que me restava?

 

Pedir ajuda a quem sabe mais de treino do que eu. E essa ajuda veio em boa hora de alguém que me ficou com ele nas férias e aproveitou para treinar. Sendo uma pessoa extraordinária e levando só o preço que costuma levar pelo que se chama agora de "Pet Sitting", está muito na moda, sabiam?

 

Quando o fomos buscar parecia um cão diferente! O que ela nos disse é que ele estava muito próximo da perfeição. Não pulava em ninguém na casa dela, não corria atrás de outros cães. Enfim, quase um milagre. Ok... mas o trabalho não cessa aqui. É premente que se continue com o que a treinadora começou. Há que transportar o que ela fez para nossa casa. Para o ambiente que ele conhece e onde até agora se comportava de determinada maneira. Em suma. Devemos ensinar-lhe a transferir os comportamentos aprendidos para nossa casa e para os ambientes que ele conhece. Porque a "cura" não é imediata! E isto irá custar-nos até mais a nós do que a ele.

 

Para começar, nada de festas quando chegamos de trabalho ou quando o vejo de manhã. Principalmente eu, que sendo o primeiro membro a acordar e a chegar do trabalho, levo logo com todo o seu entusiasmo! Nada de festas, braços cruzados, nada de contacto ocular, e desviar-me se ele pula e prevendo esse comportamento devo mudar de direcção, fazendo com que ele não me toque sequer!!! As festas só devem ser feitas com ele calmo, muito calmo, e  de preferência deitado. Tudo para que ele perceba que deve estar calmo para ter a nossa atenção.

 

E custa ignorá-lo!!! Vendo como ele fica feliz quando me vê. Mas para bem de todos assim tem que ser. Pelo menos até ele interiorizar que não é assim  que se obtém o que se quer. Ah! E não ralhar, nem castigar, que além de ser contra o princípio do reforço positivo, também porqueatenção negativa é melhor do que "não atenção", o que para eles se resume a "Tenho atenção consegui o que queria. Vou continuar! Porreiro!". O pior é convencer algumas pessoas a fazer EXACTAMENTE isto. É que há gente que se sabe queixar dos pulos e do seu ímpeto, mas fazer o que se deve fazer? Está quieto!!!

 

Quanto ao não correr atrás de exemplares de 4 patas. Simples. Reclamar a sua atenção com engodo. Comida. Este tipo vende-se por comida!!! Passa um cão e o que é que fazemos?

Mostramos um punhado de ração e vamos premiado a sua atenção em nós, e não no outro canino, com comida. E tem corrido bem!

Além disso, deixamos de dar de comer em comedouro. A sua dose de alimentação diária é distribuída ao longo dos passeios sempre que ele mantém contacto ocular connosco mostrando que está atento em nós.

 

Pronto, isto é a resolução de problemas importantes para que o nosso convívio seja de salutar. Ou seja, entrando na sua mente, ele estava a ter reforço para pular e para correr atrás de canídeos! Tudo ao contrário!

 

Além disso alguns "truques" lhe foram ensinados. Isto porque todos os treinadores têm este hábito de ensinar truques. E é giro ver o nosso Tobias a fazer de urso, a andar para trás, e outras coisas mais. Mas colocou-se-me a questão; será que não estaremos a exagerar?

 

Uma coisa é aprender a comunicar com ele e indicar-lhe bons hábitos de convivência com humanos, outra será fazer dele exemplar de circo. Ou serei eu que estarei a exagerar e eles necessitam deste estímulo mental, segundo dizem os treinadores? Será que não andamos a exagerar, e até contra mim falo, coisas que fazem dos nossos animais de estimação mais robôs e menos cães?

 

Seja como for, as minhas tentativas serão sempre para lhe ensinar coisas úteis. Como apanhar objectos do chão, levar compras, fechar portas... Assim mantém o tal estímulo mental e faz algo com utilidade! Que acham?

 

Para já é cumprir o "protocolo de treino" estabelecido à risca.

 

 

 

Desafios...

Ao que parece o bairro da Blogosfera anda a ficar meio vazio e sem muito que fazer no verão. Está muita gente ausente a aproveitar o calorzinho que nos é trazido nesta época. Como tal, parece que o resto do pessoal que ficou por aqui anda numa de desafios. E este foi-me lançado pelo Pedro Silva do Blogue "O Gato no Telhado". Achei interessante por isso cá vai.

 

Regras

 

 - O desafiador deve fazer 5 perguntas sobre o(s) blog(s) escolhido(s)

 

- O desafiador deve deixar os links dos blogs que desafiou

 

- O blog que for desafiado deve mencionar quem o desafiou

 

- Só é permitido criar perguntas SOBRE o blog

 

- Os blogs desafiados devem ser informados disso e responder nos comentários se aceitam ou não.

 

 

1 - O que te fez criar o blog?

 

Criei o Blog numa altura complicada da minha vida… um dos motivos foi para manter alguma reflexão mental; outro foi mobilizar o meu braço direito, e escrever no teclado cumpria esse intento; outro motivo foi o de manter contacto com o mundo, conhecer novos pensares e opiniões.


2 - Como escolheste o nome para o teu blog?

 

Foi algo que não foi assim tão simples. O meu nome Golimix nada mais é que as primeiras letras do meu nome real - apelido “Go”, nome próprio “Li”, segundo nome “M”, seguido do sufixo “ix” homenageando os livros de Axtérix e Obélix. Segundo essa ideia eu queria criar um nome que estivesse relacionado com algum dos livros ou com a aldeia Gaulesa, que tão bem se conhece. Pensei em “O importante é não abusar dos molhos”, e em muitos outros, mas ou já existiam ou não me soavam bem. Então, lembrei de uma frase que o meu filhote disse quando lhe pedimos, depois de uma verdadeira saga, para adormecer; “POR FAVOR tenta dormir filhote” e a sua resposta original foi, “Eu tento mãe, mas o meu tento não consegue…”. E pronto, estava criado o nome do blogue que se coaduna perfeitamente com as minhas tentativas, muitas vezes mais que frustradas.

 

3 - Qual o assunto que gostas mais de abordar?

 

Gosto de falar sobre a actualidade e sobre o dia-a-dia que nos acompanha. Tento dar sempre um toque de humor aos post´s porque é assim que sou.

 

4 - Qual foi o post que mais gostaste de escrever até agora?

 

Há sempre um ou outro que gosto mais de escrever, mas já são tantos até agora que não dá para nomear nenhum.

 

5 - O que esperas para o futuro do teu blog?

 

Espero que ele tenha um futuro ;-)

 

E os nomenados para o próximo desafio são... trammmmm (som de tambores)

 

Alice Alfazema

Desafio Purgatório

Rir é bem melhor

Nação Valente

 

Filmes...

Tal como puderam constatar estive de férias e longe de teclados, ecrãs, jornais e outras cousas mais.

Como portuguesa que se preze cometi algumas loucuras de veraneante. Fui ao cinema! Sim malta. Ir ao cinema nos dias de hoje é um luxo e eu deixei-me levar por esse luxo nas férias. Um dos poucos que acho que merecemos após um inverno de trabalhinho suado. Adiante...

 

Que filme me deu na tola de ir ver?

 

Hércules! Cedemos aos pedidos do membro de família mais novo e pensando que seria uma película interessante que exploraria a mitologia, algo que acho curioso. Ou seja, um aprendizado e um tempo bem passado em frente ao grande écran. Burra!!! Já devia saber que os realizadores de agora gostam é de sangue! Sangue, violência ou drama, muito drama.

 

Dramático o filme não era lá muito, portanto o que sobra?

Sangue e violência.

 

Depois da primeira sangria, e não falo da bebida, fiquei enjoada e preparada para abalar. Eh pá! Mas tinha pago o bilhete e já não ia ao cinema para ai a um ano e meio. Fiquei... novamente burra!

 

Batalhas, sangue e uma Irina Shayk, a tal que até é namorada do C.R. 7, e tão falada na sinopse do filme "assistam a estreia de Irina... e blá, blá, blá". A menina doeu-se para realizar a película! A sério! Foi trabalho que de certeza lhe deu umas maçadas terríveis!

 

Teve direito a uma frase; "Bem vindo a casa meu amor!" e mostrou o seu belo corpicho desnudado de costas. Lindo!

 

Pronto. Foi essa a estreia. Para a próxima terá duas frases e talvez se dispa à frente também, Não percam!!! (Ok... confesso, voltei e já li as notícias... se calhar vem daí o sarcasmo!)

 

Quanto ao filme. Para quem gosta de tempo bem passado, podem perder. Nada de jeito além de cabeças rolantes, costelas partidas e sangue a espichar. Talvez poderão gostar de uma ou outra frase com humor, o que salvou ali o tempo que perdi....

 

O trailler pode não fazer faz prever o que ali se vai assistir, mas deixo-o o aqui para quem, mesmo assim, quiser tentar arriscar.

 

# cenas familiares # 2

Dia 1

 

(Esposa enche-se de perfume baratucho comprado na farmácia) - Humm.... este perfume não vale nada! Tenho que colocar uma enorme quantidade para se sentir que tenho perfume.

 

(Marido que não percebe mensagem subliminar) - A sério?

 

Dia 2

 

(Esposa insistente) - Irra! Como tenho que colocar muito já estou a ficar sem perfume...

 

(Marido que continua a não entender) - Humph.

 

Dia 5 (temos que dar um tempo..)

 

(Esposa mais que insistente)- Ohhh... já só tenho mesmo um nico de perfume...

 

(Marido mais do que desentendido e que nem responde desta vez)

 

Dia 8

(Esposa que não desiste) - Pronto é oficial. Estou MESMO A FICAR SEM PERFUME! Tenho que arranjar um creme corporal para cheirar a perfume. ADORO PERFUMES!!!

 

(Marido duro de ouvido e de entendimento) - Pois...

 

 

Dia 10

 

(Esposa em desespero de causa e quando passa por uma perfumaria)- Olha têm ali uns perfumes novos na montra!

 

(Marido parece assobiar para o lado) Sem som... nem o do assobio!

 

Dia 12

 

(Esposa mais que directa e resolve perder as estribeiras) - Ó páh! Mas quando é que me ofereces um perfume?!?

 

(Marido que cai finalmente em si. Pudera....) - Nem vais acreditar mas estava mesmo para te comprar um!

 

(Esposa com ar de "A sério!!!? {#emotions_dlg.snob})

 

Dia 13

 

(Marido chega a casa com um embrulho) - Querida comprei-te uma coisa!!!

 

(Esposa com ar de telenovela mexicana) - Ohhhh.... és tãoooo querido!!! Adorei a surpesa!!!

 

 

Vêm! Agora tentem em menos tempo.

 

 

 

# cenas familiares #

 

(Esposa satisfeita com a recente aquisição)- Então gostas das minhas sandálias?

 

(marido que não percebeu que a esposa estava satisfeita) - Hummm.... são muito brilhantes para o meu gosto.

 

(esposa insiste) - Bem! Mas afinal gostas ou não?!?

 

(marido vislumbra o olhar meio fulminante das esposa) - Gosto querida! Claro que sim!

 

Finalmente chegamos à compreensão {#emotions_dlg.sarcastic}

 

Vêm! É assim que se tem que tentar ensinar os maridos a compreender-nos!

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D