Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

A Matemática do Sr. Pintor

verde Pintor.jpgEquema para o Sr. Pintor

 

 

Se pensam que as aventuras acabaram com a pintura do armário do post anterior é porque nunca tiveram obras em casa! Cheguei à conclusão que ter obras em casa é ter assunto garantido para o meu estaminé! E imagino que quem faz uma casa de raiz deve ter temas para um blogue durante anos!


Já não é novidade para mim a falta de profissionalismo reinante na área das obras. Eu sei que há maus profissionais em todo o sítio, mas nesta área é um exagero. E seja de que profissional estejamos a falar, estucador, canalizador, pintor e outros “or”! Uma tristeza que dá dó. Impera o “meia bola e força”, o “despacha que já se faz tarde” e por último, mas não menos grave, “usar a inteligência a serviço da burrice interior”.


O empreiteiro é uma pessoa que parece profissional e até sabe fazer as coisas, manda com acerto, pena é que finjam que ele não disse nada mal o senhor vira costas.

 

E depois houve aquelas coisas em que o empreiteiro dizia “X” e os funcionários “Y” e nós estávamos no meio sem hipótese de saber o resultado da incógnita.

Do género,

(nós para o Sr. Pintor) – Então está a dizer-nos que vai estar aqui esta semana toda e mais a próxima segunda feira???!!! Mas o Sr. Empreiteiro disse que eram dois ou três dias!

(Sr. Pintor) – Ó! Ele está sempre a enganar-se nas contas! Ele sabe lá!

 

Ou então vamos comprar as latas de tinta e dizemos ao empreiteiro,

(Nós) - Só trouxemos essas latas porque foram as que o Sr. Pintor disse que eram necessárias!

(Sr. Empreiteiro) – Ó! Ele sabe lá! Está sempre a enganar-se nas contas!!!


Descobrimos que, de facto, o empreiteiro de engana nos dias e o pintor também se enganou na quantidade de tinta….

 

Como se não bastasse, eu, com a mania da modernice, resolvi pedir para pintar uma parede de outra cor. Só uma. E, como já sei como esta malta é, resolvi escrever na parede a pintar, que tem uma janela interior a meio, onde queria a cor diferente, a tal “verde funcho”. Tal como vos ilustra a imagem, escrevi a lápis onde queria cada cor. O meu moço home ao ver aquilo explicado demais diz-me,

(Moço home) - Não achas que está a exagerar? Caramba, não serão burros! Com setinhas e tudo!

(Eu) – Acho que não! Mas mesmo assim não quero surpresas.

 

Que ingénua sou…. O dia em que cheguei a casa e dei com tudo pintado de verde funcho foi uma surpresa do caraças!!! NEM COM TUDO ESCRITO E EXPLICADO LÁ VÃO!!!


Nesse dia, passadinha dos carretos, telefonei ao Sr. Empreiteiro e fiz ir lá o Sr. Pintor corrigir o erro na hora! Cabe-me dizer que o homem já tinha dado de frosques e me apareceu lá de banhinho tomado e roupa limpa (claro que tinha que demorar mais dias o raio da obra...). A conversa foi assim,

(Eu) – Então não viu o que escrevi, e mesmo depois de falarmos?

( Sr. Pintor) – Eu vi mas não percebi a letra que estava na beirada da janela….!

(Eu) – Homem, não percebeu perguntava! Deixamos o nosso número de telemóvel precisamente para essas dúvidas! E não estava escrito "Verde Funcho"!

(Sr. Pintor) – Mas agora já estou vestido de lavado.

(Eu) – Hummm… Então não sei como façamos porque eu quero isso corrigido... (E lancei-lhe o meu olhar fulminante, que dizia, HOJE!)

 

Corrigiu… de fuças, mas corrigiu!

 

Até esse dia a palerma aqui arranjava-lhe um lanchinho mas depois de tanta merd… asneirada (que esta não foi a única) que fosse para o raio que o parta e comesse sandes de palermice com sumo espremido das burrices que fazia!

 

Agora, e para terminar com este post vamos jogar ao jogo do Sr. Pintor e veremos quem acerta.

O quarto do meu filho tinha alguns furos nas paredes, mas como o adolescente se quis "livrar" de algumas coisas mais infantis a maioria dos furos eram para tapar. Exceptuando os que estavam atrás do guarda fatos que serviam para o segurar. O meu moço home explicou-lhe mesmo isso. Que eram todos para tapar excepto os do guarda fatos.

Mas, mesmo assim a menina aqui colocou uma cruz em todos os furos menos nos do guarda fatos. Ah! E não esquecer que o guarda fatos estava arrastado à frente dos tais furos que deviam ficar incólumes!

 

Ora o esquema da parede era mais ou menos assim,

parede com furos.jpg

 

Os pontinhos são os furos, acho que dá para perceber apesar da falta de jeito a desenho...

 

Questão, o que é que acham que o pintor fez??

 

A - Tapou todos os furos.

B - Tapou só os do guarda fatos e deixou os outros que tinham a cruz.

C - Não tapou nada

 

Vamos lá ver quem acerta. Vale um chocolate

 

 

 

 

 

33 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D