Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Arca de Noé

Bem, quem me conhece sabe da minha doideira pelos animaiszinhos deste mundo. E qualquer coisa me serve, desde osgas, como a que apareceu em casa e da qual falei  num post. Caracóis, esses danados que me estragam as plantas. E por aí fora...

 

Os que posso fico com eles, e, neste momento, andam cá por casa um cão, uma gata e um gato, este último um pouco vadio. Fora os que já andaram, embora durante um tempo limitado, e aos quais  arranjei dono, já que é impossível ficar com todos, mas o que importa é que tenham um lar.

Bem, decidi juntar à conta dois peixinhos, o Chico e o Jaquim.

 

Claro que todos me diziam que a gata ia comer os peixes. Mas o que aconteceu foi isto

 

 

 

 

 A Gata interage com os peixes e eles com ela, sem medo nenhum!!! Um dos peixes ia borbulhar ao focinho dela, infelizmente sempre que me disponho a filmar eles acabam com a cena...

 

Ela bebe água do aquário e adora dormir perto dos seus novos amigos. E atenção que ela nunca ia para ali!

Micadormepeixes.jpg

 

E é assim. Na minha casa os gatos são amigos do cão, e este adora os gatos. E como se não bastasse a gata é amiga dos peixes! Sempre a surpreender!

 

 

PS- Não tenho conseguido visitar os vossos cantinhos como queria, e por isso, também não tenho publicado nada aqui. Mas penso em vocês muitas vezes

 

 

 

Somando a 4 Patas

Tudo começou com um pedido lançado por uma prima no FaciCoiso…

O pedido era para dar guarida a um gato de rua FIV positivo já com problema renal. Ninguém queria o gato e ele já estava há uns tempos numa clínica veterinária. E a minha prima arcava com as despesas, já que ela não podia ficar com ele, pois tinha outro gato muito territorial. Aqui a Maria aceitou o bichano. Afinal, um animal no fim de vida merece alguma estabilidade. Ainda fiz um post sobre a epopeia que era dar-lhe a medicação.

O gato morreu passado um mês...


Dali a poucos meses recebo um telefonema, de quem já sabe como é a menina aqui, para socorrer um gato que não aparentava estar bem . Estava todo encolhido, com uma ferida perto da boca um dente partido e, claro, muito assustado. Levei-o para casa pensando que iria ser por pouco tempo, já que tudo parecia apontar que ele teria dono e que devia mesmo era ter-se desequilibrado de alguma varanda perto de onde ele foi encontrado. Isto na rua paralela à minha casa. Tratei dele, e devo dizer que mal entrou em casa parecia outro e colocou-se logo à vontade! Dali a dois dias já se deitava perto do cão e a amizade estava travada. Colocamos avisos em vários locais estratégicos e até na grande superfície cá do sítio, o Pingo Doce, mas o dono não apareceu.... e o bichano ficou… É um tipo que gosta de rua, vem aqui para comer dar uma converseta com os animais que são mais caseiros e volta à sua vidinha, é o caçador cá do sítio.

apareceuMiuki.jpgMiuki quando apareceu, assustado!

 

gato cadeirão.png

Miuki, o gato caçador, uma semana depois de encontrado

 

Miuki2016.jpgMiuki, em 2016, chateado por estar nas fotos e não nas festas =)

 

Uns meses depois aparece à minha porta e não sai de lá esta bichana

Bichana1.JPGBichana de rua 1

 

 

Era um doce. Consegui ajuda de uma associação, a AMICA, para a esterilização e também se conseguiu dono! Teve sorte.

 

Passado um ano, mais coisa menos coisa, mais uma vez vejo novo apelo no Facicoiso. Acho que devia deixar de ver os murais de associações de animais… Desta vez falava sobre um gatinha, a Mica, que tinha sido recolhida pela associação e sendo tão meiga e ainda novinha, tendo à volta de 7 meses, tiveram pena de devolvê-la à rua e ficou no Veterinário. Já lá estava há um mês. Pediam FAT, uma família que a acolhesse temporariamente até surgir alguém interessado em adotá-la. Pois sim… temporariamente... Foi adotada, sim senhor. Por mim! Adoro-a! É a minha menina, como eu lhe chamo. E é um doce.

Micasofá.JPGA minha Mica, a princesa da casa =)

 

Desde há uns dois meses e meio até agora que apareceu, mais uma vez,  aqui no pátio da traseiras de minha casa, devo dizer que é local onde está o cão quando faz bom tempo, uma gatinha muito magra, medrosa e que não devia ter mais de 3 meses!!! Fugia de nós mas adotou o cão como paizinho! Extraordinário que um animal tão medroso se aproxime de um cão daquele tamanho e doido da pinha!!! Meigo, sim, mas doido!

 

tóbigata.jpgGata mais o paizino. A foto está mal porque se me aproximava ela pirava-se!

 

Bichana.jpgGata passados um mês, em que já entrava em casa mas ainda se assusta com a  aproximação. Tem um ar triste :(

 

Como fui avisada que se entrasse mais um animal cá em casa eu teria de sair, não posso adotar a bichana! Que é linda! Parece daqueles gatos de raça Bengal! Mas ela também não desampara!

 

Dou-lhe de comida, claro, esperam que eu deixe um bicho sem dono e perdido morrer à fome?

Pus-lhe uma caminha no pátio. Que querem? Está frio!

Dorme dentro do armário que tenho no pátio, e arranjei um ninho para ela. E agora? Não posso deixar um bicho tão novinho morrer de frio e molhar-se com a chuva!

 

Que culpa tenho eu que uma gata, vinda sabe-se lá de onde tenha adotado esta casa e o cão?

 

Claro. Nenhumazinha!

 

 

 

Pêlo a mais

Hoje percebi o quanto tenho pêlo a mais cá por casa, quando me viro para a gata que estava a rebolar no chão e lhe digo "Mica sai do chão que te enches de pêlo??!!!"

 

Estranho? Isso não diriam vocês se tivessem um monte de pêlos de um cão a cair  todo o santo dia!!!!

Raisparta o tipo que parece que tem pêlo até à eternidade e é sempre dia de nevada cá em casa!

Além disso o meninos gatos cismam de andar sempre junto à neve de pêlo! Isto é o cúmulo! Tirar pêlo de cão a gatos!!!

Três animais.JPGO Miuki (encontrado na rua e acolhido até aparecer o dono, que, claro, não apareceu) a Mica (de quem sou FAT, pelo menos intéver) e o monte de pêlos ambulante o Tóbi

 

 

Mica e Tobias.JPGA Mica a encher-se de pêlo na cama do Tóbi....

 

Brincar gato2.JPGO Tóbi e o Miuki na confratenização, e mais uma vez um gato a encher-se de pêlo de cão...

Brincar gato.JPG

 

 

A morte espreita na escuridão...

Entra em casa e há vários objectos espalhados pelo chão! Algo aconteceu aqui! O coração aperta-se enquanto sobe as escadas. Sangue!! Ó Deus! Um corpo no chão! O que faço?

 

Estes assassinatos têm-se sucedido aqui no bairro. Aparecem corpos que nunca vimos transformados em cadáveres. Um serial killer amedronta a noite qual fantasma de terror que escolhe a escuridão para emudecer os gritos das suas vítimas! Implacável, ele estraçalha qualquer hipótese de reacção!

 

Conta-se a história de alguém que chegou a casa e ainda viu o corpo, o predestinado dessa noite, inerte no chão. Tentou salvá-lo em vão, um último suspiro foi dado nos seus braços...

 

O pavor espreita e na mente surgem questões...

 

Quem será a próxima vítima?

 

Quem imagina que uma cara de anjo possa ser um assassino?

Miuki dorme.png

O Serial Kiler de cá do bairro que em duas semanas aniquilou uma pequena cobra, três passáros, dois ratos, e ainda o que não foi visto!!!!

 

 

 

Em nome da tradição

homem e cão.JPG

 

Durante a semana foi alvo de várias críticas da opinião pública a "queima do gato", uma tradição de uma aldeia do Concelho de Vila Flor. Não vou colocar aqui o vídeo já que penso que foi mais que visto. Confesso que não o visualizei, não consegui, se já sabia no que ia dar achei que não valia a pena.

A dona da gata. Sim pelos vistos há alguém que ache que um animal ficar com medo de ser queimado e estar a aquecer num panelão é "tá-se bem!". Como ia dizendo, a dona da gata foi acusada pelo PAN (Partido Pessoas Animais Natureza) com uma queixa-crime e o  município também não saiu ileso. Mas já a AMICA (Associação Amicus Canis),  de Bragança, tinha avançado com uma queixa nos mesmos moldes. Até porque consta que maltratar animais é crime. Mas, pelo que perece, foi só coisa para calar as associações de defesa dos animais...

 

Dias mais tarde a Associação Midas denunciou outra tradição numa aldeia, Ruivós,  que consta em enterrar um galo deixando-lhe a cabeça de fora e cada um, crianças incluídas, vão-lhe dando marteladas na cabeça até o desgraçado morrer torturado.

 

Para quem quiser ver é só clicar na ligação: https://www.facebook.com/ana.photos.9/posts/914320651964176

 

Ontem a RTP transmitiu, mais uma vez, uma tourada! Sim. A televisão pública!

 

Agora, por favor, alguém que me explique qual a diferença entre as "tradições" animalescas que descrevi?

 

Ao que perece a palavra "tradição" é livre conduto para se realizar torturas contra seres vivos para gáudio de alguns.

 

E peço que não venham com os argumentos do, "Ai e tal come-se carne e ninguém se preocupa com os animais que são mortos para se comer". Primeiro, há sim quem se preocupe e quem até já se tornou vegetariano devido a essa preocupação. No entanto, matar um animal para satisfazer uma necessidade alimentar é completamente diferente do que TORTURAR um animal só que sim, só porque é tradição, só porque me diverte ver um bicho a sangrar e a lutar pela vida deseperado. Ao que parece isso dá vontade de rir e diverte.

Já agora o argumento de "Ai não se preocupam vocês (os que defendem os animais) com as pessoas e os sem abrigo e tal". Meus caros, desde quando preocuparmo-nos com uns, implica não nos preocuparmos com outros?

 

Para quem quiser denunciar tradições inimigas doa animais à Associação Midas deixo a ligação:http://www.associacaomidas.org/tradicoes-inimigas-dos-animais

 

Para quem quiser escrever para o provedor do Telespectador deixo a mensagem sugerida e a ligação:

http://www.rtp.pt/wportal/grupo/provedor_tv/enviarmensagem.php

 

"Exmo. Senhor Provedor,
No dia 2 de Julho a RTP transmitiu em directo uma corrida de touros. Como cidadão quero manifestar a minha profunda indignação pela promoção na televisão pública de uma espectáculo polémico, violento e que promove maus tratos e sofrimento aos animais.
Solicito por isso que a RTP se abstenha de transmitir este tipo de programa no futuro e assuma uma posição isenta em relação às corridas de touros, respeitando as apreciações do Provedor do Telespectador e a maioria da sociedade portuguesa que rejeita este conteúdo."
Obrigada"

 

Gregório vai ao tapete

 

tapetes.jpeg

 

 

Habito numa pequena casa independente, daquelas geminadas, todas iguaizinhas. Tem 3 quartos, 3 casas de banho, uma garagem, cozinha, sala e um pequeno pátio nas traseiras onde a bicharada pode arejar, e por bicharadas entenda-se cão e gato. Para evitar a acumulação de pêlos e pós não tenho tapetes em casa, a única excepção é um pequeno tapete que temos, e que está na divisão entre a cozinha e o pátio das traseiras, para quem vier do pátio possa limpar as patinhas (humanos e animais). 

 

Como tal, com tanto espaço disponível, alguém me pode explicar porque é que os digníssimos dos meus bichos vão chamar o Gregório para cima do ÚNICO tapete que existe na casa???!!

 

 

 

 

Diz-me o que sentes!

gaspar jsrdim.jpgGaspar o meu querido amigo que, infelizmente, já me deixou. O seu olhar era carregado de amor

 

É mais que sabido que os cães preferem a nossa companhia, muitas vezes, em detrimento dos seus congéneres. E muitos são os estudos que tentam perceber o que se passa no seu cérebro, e o porquê deles nos dedicarem tanta devoção. Devoção essa que é mútua, salvo infelizes excepções.

 

Um recente estudo fala-nos de ocitocina, também dita oxitocina, que muitos designam como a "Hormona do Amor", aquela que faz a mãe gostar do seu filho, mesmo que ele se desunhe a berrar e não a deixe pregar olho!

Ao que parece quando humanos e cães se olham nos olhos essa hormona é libertada quer num, quer no outro. E atenção que cães são o único animal, não primata, que procura contacto visual direto com humanos. O mesmo não acontece nem com lobos domesticados!

 

Quanto maior a duração desse olhar maior os níveis de ocitocina! E mais uma vez a experiência feita com lobos domesticados não revelou a tal subida do nível de  ocitocina.

 

E arrisca-se uma questão, será por isso que a relação entre cães e os seus donos é parecida com a que os pais têm com os seus filhos?

 

Agora vejam o que vos dizem estes olhares,

ferrugem.jpg Ferrugem, um cão abandonado que adora passear comigo. Todos lhe dão de comer por aqui.

 

indy.jpgIndy que buscava desesperadamente um dono. Já foi adoptada

 

Farrusca.jpgFarrusca uma cadela que andava perdida aqui na rua e que também já conseguiu dono

 

Tóbi mochila.jpgO meu Tobias, quando pequeno, a tentar dormir na mochila do dono

 

 

 

 

Como ensinar as horas a um gato?

como-treinar-seu-gato.jpg

Já contei aqui no bairro da Blogosfera esta minha peripécia com o hóspede que resolveu abancar cá por casa. E resolvo reproduzir por aqui não vá alguém necessitar de ensinar as horas ao seu gato.

Bem, na verdade eu não lhe ensinei propriamente as horas... apenas o ensinei que há determinadas horas que deve estar de goela fechada! E não fosse cá  por coisas além do o ter mandado castrar também teria pedido para tirarem as cordas vocais! Sorte a de quem tem gatos mudos! Ergam as mãos ao céu e agradeçam todos os dias ao Universo! 

 

O bichano, resolveu que cá por casa o pessoal devia gostar da voz dele! E com ares de tenor, às 6:00 da madrugada, resolve abrir a goela! Isto todos os dias pontualmente às 6:00 da matina, que ele miava como se estivesse desesperado de fome! Mesmo com o prato de ração cheio…. 

 

Como aqui a moça gosta de adestrar (não gosto da palavra treinar) cães, resolvi ver se o gato também aprendia. Mas desta vez recorri ao que chamo, treino negativo- positivo. Negativo para ele, já que uso um reforço negativo, e positivo para mim, que consigo o que quero.

 

E o que fiz?

Adquiri um borrifador, daqueles com se que borrifam as plantas ou a roupa quando se está a passar a ferro. E arranjei uma lata onde coloquei moedas dentro, já que na sua generalidade os animais não gostam de barulhos repentinos e altos . Pretendia atacar com toda a força! E depois era só esperar pelas 6:00 da manhã...

 

Sempre que o gato miava eu estava armada de borrifador e ele levava uma bela chuveirada! O importante era que ele não visse que era eu a fazê-lo, para que associasse aquele acto negativo ao seu miado e não a mim. Por isso, às vezes era mais fácil usar a lata de moedas. Estive nisto mais ou menos semana e meia, embora depois dos primeiros 4 dias ele começasse a reduzir o miado, ou a miar mais tarde, sinal que já estava a começar a aprender como se deslocavam os ponteiros do relógio.

 

Nesta fase, ele já só mia depois do do toque do despertador, principalmente se vê que eu tardo em colocar o pé fora da cama. O que até dá jeito à minha preguiça matinal. Ou então, não mia de todo! E apanho-o encostado à porta do meu quarto caladinho como um anjinho!

 

Agora o problema é calar-lhe a boca depois de eu estar a pé! Mas isso já é outra história...

 

 

Cão & gato

Quem passa por este cantinho já deve ter notado que sou a menina que tenta salvar todos os animaizinhos que encontra pelo caminho. Tenta... mas não consegue.

 

Como há mais quem conheça essa minha faceta há cerca de dois meses uma amiga telefonou-me dizendo que tinha encontrado um gato em estado de choque num canto, aqui perto na rua. Fiquei com o gato pensando eu que era transitório. O bichano era meigo e notoriamente deveria ter dono. Tinha um dente partido e uma ferida no "lábio", de resto aparentava estar bem tratado e de boa saúde. Segundo a minha opinião, e da veterinária a quem levei, ele ou teria caído de uma varanda ou levado uma pancada de um carro. Espalhamos cartazes pela região, incluindo os supermercados, bem como avisos via FaceCoiso. O dono não apareceu... e o gato foi ficando...

 

Cá por casa também já há um cão que está com dois anos. Apesar de eu achar que depois do meu primeiro amigo canino nos ter deixado eu nunca mais conseguiria ter outro. Mas quem gosta deles gosta...

Com este nosso 4 patas eu sabia que não existiria problema, é super meigo e está habituado a brincar com o gato da minha vizinha. Mas e o gato? Tanto quanto sei gato e cão não é uma mistura frequentemente pacífica.

 

Bem... o gato ficou no segundo andar da casa e desceu quando se sentiu com coragem. O que não tardou. Em duas semanas estavam assim,

Tobias Gato dormem juntos.JPG

Brincam como se tivessem sido criados juntos! Ambos têm bom feitio.

 

É a primeira vez que convivo com um gato em casa e estou a aprender a lidar com felinos. E são estas as coisas que já aprendi,

  • Miam que se fartam quando querem algo. E o miar é para lá de aborrecido, principalmente quando parece que os estão a esfolar vivos só porque querem comida!
  • Limpar a caixa de areia faz-me lembrar um campo minado! Nunca sei onde vai rebentar uma mina!
  • São mais senhores de si
  • Descobri o sentido da expressão "A curiosidade matou o gato". É que são tipinhos para meter o bedelho em tudo!

  • São mais difíceis de treinar que um cão. Não porque não entendam, ou sejam burros. Apenas porque entendem o que querem!
  • Têm uma agilidade impressionante
  • Conseguem ter uma postura aristocrática invejável
  • Têm uma elevada auto estima. Deviam dizer a um gato para escrever um livro de auto ajuda!
  • Ah! A expressão "Gato escondido com rabo de fora" também ganhou dimensão,

 

gato rabo de fora.JPG

 

 Apesar de gostar de todos os animais considero que sou pessoa de cães. Acho que fazem um esforço para nos perceber, para chegar mais perto de nós. Talvez seja por isso que me dizem que os gatos são mais independentes. O que acho é que são é muito espertos. Obtêm o que querem e só dão o que lhes dá na veneta. Os cães dão tudo o que têm! 

 

Mas que o raio do bichano tem piada, lá isso tem!

gato cadeirão.png

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D