Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Destiladores de ódio

Ultimamente nos meus passeios pela blogosfera muitos são os que se queixam de insultos nos bastidores do seu blogue, enviados por correio eletrónico, e muitos mais são os que chegam até a encerrarem os seus espaços por não aguentarem a pressão dos comentários jocosos, desagradáveis, gozões, antipáticos, injuriosos e mais alguns adjetivos negativos que não me ocorrem!

Não consigo entender!

 

Ora, num espaço livre, em que cada um vai onde quer e clica onde lhe apetece, para que catano vão onde não lhes interessa e onde não gostam?

Para destilar ódio?

 

Muitos, falsos puritanos, são os que se sentem incomodados com blogues de conteúdo erótico ou que escrevem uma ou outra brejeirice. Para esses também tenho uma novidade. Não vão! Não apareçam. Que vão lá fazer? Ver para depois criticar?

Afinal sentem falta de ver umas coisas mas depois, não sei se para se redimirem, e não precisarem de ir a correr confessarem-se, criticam e injuriam para se beatificarem.

 

Ó alminhas, o inferno espera-vos à mesma para que vos esforçais? Estais lá caidinhos com toda a força!

 

Essa malta tem definitivamente um problema e espero que no futuro a internet os detecte e elimine da “clicadeira”! As aventesmas que fiquem no mundo real e já têm espaço demais!!!

 

 

 

Ele vem aí

Está à porta mais um novo ano. Com ele faz-se o balanço do ano que se esgota e tomam-se resoluções que, na sua grande maioria, nunca irão passar disso mesmo.

 

Há também que deixe por mãos alheias as decisões para o novo ano. Lê-se o horóscopo e se este disser que vai ser um bom ano ficamos aliviados. Lamento, mas alguns signos terão que se esforçar mais um pouco, mas para eles também vai correr bem

 

Faz-se uma festa com direito a passas, sobe-se à cadeira, bate-se nas panelas, bebe-se espumante ou champanhe, usa-se uma peça azul e nova tentando desesperadamente não agourar o novo ano! Tradições pagãs que nos fazem sentir melhor e imaginar que estamos a cumprir todos os preceitos para que o ano nos corra bem!

 

Há também há quem vá à bruxa, para que esta os livre do peso do ano anterior e comecem tudo de forma "limpa". Sim. Porque eu não acredito em bruxas mas que as há, lá isso há. Por falar nisso, quem tiver o endereço de uma boa e que não seja charlatã que diga, porque estou bem precisadinha!

 

Enfim, faz-se de tudo para atirar com o passado para trás das costas e tentam-se novos começos. A chatice é que o passado agarra-se às nossas pernas como cola!

 

Seja como for, um novo ano vem aí. E sim, com ele novos começos. Novas decisões, meses limpos e prontos a ser descobertos e uma infinidade de aventuras, resta-nos olhar para tudo isto com esperança, fazer o que for preciso para busca-la caso ela não surja espontaneamente.

 

Afinal, todos buscam ser felizes. E a felicidade está ali ao lado, estiquemos pois as mãos e tentemos tocar os nossos sonhos em 2017....

 

Um grande e carinhoso abraço a todos que conheço neste mundo virtual. Pessoas que de longe fazem os meus dias serem melhores e  uma doce descoberta. O meu sincero obrigada pela vossa existência 

 

planta nasce.jpg

 

Mula o que te trouxe o carteiro?

mulacasório.jpg

 

Neste bairro blogosférico encontramos gente que é espectacular e com a qual nos identificamos, com quem partilhamos o nosso dia e um pouco de nós. Pessoas que nos dão um pouco de si também e nos fazem aprender, mudar de opiniões, rir, até chorar e sobretudo com que criamos laços.

 

Este bairro une-se para apoiar a nossa "Mula"  e na sua nova etapa, não que um papel vá mudar alguma coisa, apenas é um momento em que se partilha uma união com outros, e  se faz disso um dia diferente. Para ti, e pensando nesse dia diferente, um grande e enorme beijinho. E que esse dia senha o primeiro de muitos com sorrisos! E as lágrimas que vierem que sejam para vos fortalecer e unir ainda mais!

 

Com fios

A menina Nay fez o fabori de me atirar a batata quente de um desafio! E euzinha, bem mandadinha, e queridinha vou responder. Isto porque é fim de semana e estou muito bem disposta! Mesmo que tenha menos de 200 seguidores! Poucos, mas bons carago!

E as Regras da coisa são:

  • Escreva 11 fatos sobre você; ( atenção ler com sotaque brasileiro - este "você" aqui me diz que este desafio começou num blogue do Brasiu)
  • Responda às perguntas de quem te indicou;
  • Indique de 10 a 20 blogs com menos de 200 seguidores; (hummm... posso passar essa?)
  • Faça 11 perguntas para quem indicar; (se passei a anterior esta deixa de fazer sentido )
  • Coloque a imagem que mostre o selo Liebster Award;
  • Link de quem te indicou.

Factos meus:

  1. Gosto de pessoal bem disposto
  2.  Nunca sei responder à pergunta "De onde és?
  3. Não consigo responder ao que disse no ponto 2 porque, nasci em Angola, passei a infância no Brasil, cheguei a Portugal e tive que voltar a fazer à 4ª classe. Vivi na aldeia dos meus pais 3 anos, e depois só ia lá dormir, porque de dia estudava na Vila. Isto até aos 18. Aos 18 saí de casa dos pais para estudar noutra cidade! Trabalhei já em 5 locais. Ó páh... de onde sou? Sei lá! Do mundo!
  4. Sou gulosa;
  5. Gosto de animais e se pudesse salvava todos os abandonados;
  6. Tenho em casa um cão e uma gata, e fora de casa um gato meio vadio que está sempre no meu pátio;
  7. Odeio café, fico em estado de alerta e a tremer que nem doida! Odeio pimentos! E não me dêem coelho nem arroz de cabildela a comer!!!
  8. Gosto de uma sonequinha no meu querido sofá! Lagartar sabe bem!
  9. Gostava de conhecer mundo! Muito mundo!...
  10. Gosto de ler, pintar e escrever, e faço estas 3 coisas por fases. Ou estou numa, e pauso as outras! Ou estou nas outras e pauso uma. Deu para entender?

 Perguntas para responder:

Qual a razão de criação do teu blog?

Bem, o blogue foi criado numa fase de recuperação da maleita que me persegue há 6 anos. Precisava de "falar" com alguém, de me rir, de pensar noutras coisas e espairecer, já que fechada em casa, como estava, me deixava soturna. Acabou por se tornar parte da minha vida e por aqui me quedo.

 

3 Blogs Favoritos que sigas diariamente?

Só três!!!??? Não sei responder assim! Eu tento ir aos blogues que leio o máximo de vezes que consigo, mas são muitos e gosto de todos. E conheço sempre outros que acho interessantes. Infelizmente, a frase do meu blogue adapta-se aqui que nem uma luva, "Eu tento, mas o meu tento não consegue". Não vou a nenhum diariamente, vou indo, e dividindo por todos sempre que consigo.

 

Qual a tua profissão ou ocupação?

Curiosa a menina!!!! Deixo que adivinhes essa. Embora a maior parte da malta já saiba, sei que nunca acertaram.

 

Viagem de sonho?

Viajar para mim é sempre um sonho.

 

Uma frase que te inspira?

Não são as as frases que me inspiram, é a vida. Mas gosto da que tenho no meu perfil. Vão lá ver e não sejam de preguiças!

 

Maior qualidade?

Mente aberta

 

Maior defeito?

Mente aberta a viver em Trás-os-Montes....

 

O que te irrita?

A parvoíce e a maldade!

 

O que te faz feliz?

Rir acompanhada dos meus meninos

 

Filme ou livro da vida?

Todos os que vejo e leio contribuem de alguma forma. Se são maus, é para aprender a não ser palerma e começar a escolher algo de jeito! Se são bons, retenho o que gostei, quando não me esqueço do que vi e baralho tudo passados uns tempos! A idade é tramada....

 

Uma palavra que te defina?

Se fosse o meu filho a responder a esta diria "chata" .

Não sou nada boa a definir-me, ainda por cima numa palavra! Posso acrescentar esta aos defeitos?

 

 

Vá deixa-me passar a dos blogues que tenho que escolher e não me obrigues a criar uma adenda!!!! Por favorrrrrrrrr!! Não há para aí uma imagem do sapo de joelhos?

 

Ah! E o selo? Falta o selo!!! Lá vai , e sem  a tradicional lambidela de cuspo!

 

desafio.png

 

 

 

 

 

Nas brumas do esquecimento

ampulheta.jpg

A verdade, meus caros, é que este mundo virtual é uma ilusão.

Reparei na data da minha última publicação, e já lá vai praticamente um mês ! Se eu tivesse morrido ninguém se importava e ninguém daqui, deste bairro blogosférico, saberia. Somos meras palavras que ficam aqui registadas e se esquecem com o tempo.

 

Como se pode constatar não morri! Iupiii! Estou vivinha e pronta a regressar para gravar aqui frases soltas ao vento virtual.

 

 

 

Inspira-me...

 

O senhor engravatadinho, aquele cheio de poses e boas maneiras, e que dá pelo nome de Sr.Tempo, não me deixa fazer tudo o que quero. Na sua arrogância pensa que pode mandar! E não é que pode mesmo!

 

Mas nos poucos minutos que o Sr.Tempo me cede consigo vir aqui agradecer ao Pedro e ao seu "Gato no Telhado" pela amabalidade de se lembrar de mim  apesar de eu não andar nada inspiradora nem inspirada...

 

Ao que parece isto de oferecer selos tem as sua regras e as deste selo contam com:

 

Agradecer e colocar o link da pessoa que te nomeou; (feito)

- Colocar as regras e o prémio; (feito)

- Partilhar sete factos sobre ti; (Porquê sete?)

- Nomear outros blogs inspiradores e comentar nos seus posts para eles saberem que foram nomeados. (Hummm... essa é difícil)

 

Sete factos...

 

* Facto número um e que não é novidade, gosto de animais, principalmente cães.

 

*Adoro conhecer novos costumes, novos viveres, tradições... enfim gostava de poder viajar e conhecer mundo.

 

*Ao contrário do amigo Pedro, o que me ofereceu o selinho, adoro sopa, principalmente se for feita pela minha metadinha.

 

*Adoro sol, sofro imenso nos dias escuros de Inverno.

 

*O mar liberta-me a alma, sinto-me bem a olhá-lo e a ouvir os segredos que me conta.

 

*A minha boca é mais rápida que o meu pensamento e reflexão (Ops!)

 

*Sou um cadinho impulsiva e por mais que tente melhorar o meu tento não consegue...

 

* Detesto que me tirem comida do prato com a desculpa "Deixa-me provar", pode vos dar jeito saber isto, já que me passo e até mordo se for preciso!

 

Pronto foram 8, mas outras das minhas facetas é questionar e tentar ver outras formas de actuação. Com esta já são nove, não?

 

E agora queriam que eu nomeasse alguns bloguers. Mas como posso fazê-lo sem ter medo de me esquecer de alguém? Todos me inspiram de uma forma ou de outra, todos me dão um pouco de si e me permitem espreitar um pouco das suas vidas, opiniões, saberes...O selo vai para todos eles mas sem que necessitem de expô-lo, a menos que o queiram fazer,  já que os conhecendo sei que muitos não gostam destas coisas. Mas não faz mal, o selinho da inspiração, o do quanto fazem parte aos meus dias, é-lhes entregue para o guardarem numa prateleira e olharem para ele volta e meia, nem que seja para lhe limpar o pó!

 

Perguntando "O que é o Jantar"? Que a "Alice Alfazema", excelente cozinheira, nos fez nesta nossa "Espuma dos dias" percebo que "A rapariga do autocarro" ainda não chegou para este nosso "Diário do Purgatório", por isso, esperamos... vamos pondo "Pimenta e ouro", o ouro para ficar bonito, e bebericando um "Chá a Três" nesta nossa humilde "Nação Valente" e espreitando para "O Gato no telhado" e ver se ele desce e vem até nós, e dizemos-lhe "Senta aqui" fazendo-lhe umas festinhas. Entretanto, "Marchamos Desalinhados" até ao jardim para colher umas "FloresBytes", que não sei bem de que espécie são. Mas se "Numa de letra" nos diz que elas existem é porque é verdade! Bem, e como parece que já estão todos, incluindo a "Blogadinha dos virtuais" e a Cris, que apesar de não ter Blogue faz muita falta nestes convívios. Comemos, bebemos, "Desabafamos agridocemente" e rimos, porque "Rir é o melhor remédio"!

 

Agora não me venham dizer que eu não tentei!

 

O outro mundo acabou e temos um novo mundo...

Foto retirada da na minha traquitana

 

Afinal o mundo lá acabou... raio! Que os Maias tinham razão!

 

E de onde estou a  única ligação que temos com a antiga "terra" é a blogosfera, dizem eles que é para não estranharmos muito a diferença. Vimos aqui e fingimos que o mundo ainda não acabou, um exercício difícil já que as coisas são um nadica diferentes por aqui.

 

Aqui não há o Natal, e não tarda nada até me esqueço do que era o Natal. Afinal também no antigo mundo dizia-se que o "Natal é quando o Homem quiser", pois aqui parece que quer todos os dias!

 

Aqui não há religiões, já que as religiões aprisionam o pensamento e são uma forma de controle do homem, e aqui ninguém precisa de ser controlado, somos todos livres! A alma é o nosso ser e não precisa da religião para ser cuidada, a alma é livre e alimenta-se dessa liberdade, só assim pode ser pura.

 

Também não há políticos, e claro não há mentira, as pessoas são responsáveis, e como não há países, nem economia, nem dinheiro e poder, tudo corre as mil maravilhas. As pessoas dão aquilo que têm de melhor! E há pessoas para todas as áreas de trabalho e todos têm trabalho!!! É estranho a inicio ver que todos querem ser úteis e todos se sentem úteis, mas acabamos por nos habituar.

 

E o inverno? Só há para aqueles que gostam, esses são deslocados para locais especiais onde há inverno e para que cuidem das culturas típicas dessa época.

O resto tem sempre sol, sem calor, aquele tempo ameno em que só dá vontade de sorrir.

 

E por falar em sorrir, por cá não há lágrimas, nem doenças, claro que não há Hospitais, os profissionais de saúde são pessoas dedicadas a acompanhar as pessoas ensinando-as a viver a usufruir da sua saúde em pleno! E ajudam-nas também a saberem o que têm de melhor dentro de si, são quase como conselheiros espirituais.

 

Vimos aqui à blogosfera e fingimos. Fingimos que o mundo não acabou, que a crise económica continua, que continua a tristeza, a sede de poder, o fosso entre as pessoas. Fingimos, para não nos esquecermos daquilo que éramos e daquilo que não podemos voltar a ser.

 

Aqui não há maldade, nem inveja, nem fome, nem tristeza e começo a duvidar que haja o ser humano...

 

Mas se não há ser humano onde estou eu?

 

Vou tentando descobrir... pode ser que me deixem aqui vir e enquanto finjo tendo saber a verdade.

Onde estou?

Como vim aqui parar?

E para onde vou? Ou para onde me levam...

 

Ou então continuarei a fingir não querendo saber a verdade, a verdade também esteve vedada aos olhos de tantos no antigo mundo. Por isso, talvez continue  a tentar fingir... a fingir que o mundo ainda existe...

 

 

 

O valor de um número.

Neste artigo poderia falar sobre um meio de comunicação importantíssimo, que acompanha muitas vezes o nosso silêncio, a rádio! Que tem hoje o seu primeiro dia Internacional! Poderia falar sobre política, mas hoje não, já estou cansada... Poderia falar sobre a Adele e a sua grande voz, que levou para casa na noite de Grammys tudo o que havia para levar... mas nã...

 

Hoje decidi nesta nação valente ter ideias ao acaso depois de ver o que é o jantar, resolvi andar às voltas, a marchar desalinhada, ouvir num anexo musical sentada aqui... opinando mais um pouco sobre umas coisas e outras, a roer uns bagos de milho e a rir! Porque rir é bem melhor! Ter momentos disparatados e suspeitar que a lua do céu me trará muitas irreverências no feminino. E claro, fazer um intervalo para café e piquenicar aqui e além neste mundo blogosférico que tanto me ensina, me faz rir, mudar de opiniões, cimentar algumas que já tenho e me leva a passear pelos meus dedos... Conhecer pessoas e várias maneiras de pensar.

 

Vim para este mundo virtual, uma paralelo da realidade, mas não menos real! Neste emaranhado de vidas partilhadas, com comentários que diariamente caem como doces deixados para dar mais alguma cor ao nosso dia.

Vim no artigo 1 sem esperar estar a escrever hoje o meu artigo 100! Um número redondinho pequenito mas muito bonito =)

 

Acredito, quero e preciso acreditar que tudo que nos acontece na vida pode e deve ser transformado em aprendizagem, nós temos algo para dar e muito para receber! E mesmo que nos custe aplicar este princípio ele traz-nos muita energia positiva que precisamos para ultrapassar as adversidades que se nos atravessam volta e meia no caminho. Foi por isso que vim até este mundo, para colocar a minha energia a fluir de alguma forma... Com este meu artigo de número redondinho posso dizer que cultivei a mais deliciosas aprendizagens, ri-me a bom rir, verifiquei que existem sempre ideias para tudo e senti a energia pulsante de muitos e belos artigos que vocês partilham.

 

 

O meu tento espera de alguma forma retribuir toda esta energia, toda esta aprendizagem... espero que este meu número chegue até vós, os que sempre aqui vieram, os que agora entram com um clique e os que ainda hão de vir, nem que seja de forma fugaz mas sempre com um pulsar de vida.

Obrigada pela vossa generosidade, pelo vosso interesse e sobretudo obrigada por teclarem aí! Aí longe e aqui tão perto...

 

PS- Os blogues aos quais faço referência em itálico têm o link no meu blogue, ou estão no meu perfil, tais como aqueles que sigo, faço referência a estes simplesmente porque são os que acompanho desde o início, desde a minha estreia.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D