Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Eu tento, mas meu tento não consegue!

E pior do que não conseguir é nunca ter tentado... Bem vindo! Faça de conta que está em casa :)!

Pokegopositivo

pokemongojpg

 

Ontem existiu uma conversa cá em casa muito interessante. O meu filho tinha combinado uma saída com os amigos, mas dado que se aproximava a hora combinada o meu marido, prestativamente perguntou,

- Queres boleia? Eu levo-te até lá em baixo, não há problema.

- Não pai. Além de eu gostar de andar tenho uns ovos para chocar.

 

Óbvio que isto nos fez rir a todos até já não aguentar mais. Chocar ovos???!!! A Sério?!!

 

Passada a folia algo me veio à mente. Ó páh! Mas este jogo até pode ser bestial! Ora pensem comigo:

 

Primeiro; muitos Pokemons estão em edifícios emblemáticos e históricos, tais como, igrejas e monumentos. O que obriga a miudagem a olhar para eles, e a ir até lá. Algo que a que nem ligavam antes de existir lá um Pokecoiso interessante que faz algo pokeestupendo, tem asas e tal.

 

Segundo; e muito importante, obriga a malta a sair de casa! E quais não são os pais que se queixam dos filhos passarem demasiado tempo agarrados ao computador?

Embora o meu filho contrabalance bem esse tempo,  e contam-se pelos dedos de uma mão as tardes que ficará em casa a jogar, mesmo assim, acho que a ideia é muito interessante.

 

Terceiro; além de saírem de casa têm de andar a pé! Senão os ovos não chocam (Vá! Pronto riam-se lá ) e não há funções maravilha para ninguém! Mas que ideia brilhante!!

Os meus parabéns quem teve esta ideia luminosa, que sei que partiu inicialmente de uma brincadeira da Google, sendo aproveitada à posteriori para ser colocada em prática, mesmo assim há que dar os louros a quem a colocou em prática!

 

Bem, estes são os pontos positivos que lhe encontro. Claro que tem que se andar com cuidado, não ser distraído a atravessar estradas, não ir para locais perigosos, enfim, uma série de recomendações que até foram lançadas pela PSP, alerta às novas modas e tecnologias. Isto obriga a uma conversa em família e a um momento de ensino aos filhos, afinal são recomendações que não vão muito além do que qualquer pai deve dizer, e até isso poderá ser olhado como um momemento proveitoso.

 

Quanto às figurinhas que alguns adultos fazem? Sim porque aos jovens perdoa-se-lhes e compraz-nos vê-los entusiasmados.

 

Essas figuras dariam um outro post. Mas querem saber? Se não se importam de fazer figuras tristes e se divertem? Bom para eles e para mim que me divirto a olhar

 

 

 

 

Unidos por um coração!

Poderia falar no que corre pelo mundo ou pelo nosso país, como tantas vezes faço, talvez até tecesse algumas considerações sobre o Sr. Presidente e a sua grande bocarra, que ou se abre quando não deve, ou mais tarde do que devería! Mas não vou a tempo desse tão polémico assunto. Também poderia divagar sobre uma indignação resignada. Também me passou pela cabeça vaguear sobre os maus presságios de Papandrou (ex-ministro Grego), mas já chega de mau agouro, hoje não!!

 

Hoje resolvi voltar ao artigo positivo.

Falar de uma cidade que adoro e que cada vez que a vou visitar a admiração cresce.

De uma cidade que se uniu, que sempre mostrou animação de rua, que se tem valorizado, que se honra como berço da Nação!

Sim! Guimarães!

 

Guimarães está bem cuidada, asseada e simpática.

Nota-se a união dos seus habitantes à nobre denominação "Capital Europeia da Cultura". Em quase todas as montras está presente o logótipo de Guimarães, como capital de cultura 2012, um coração estilizado, que recebe muita criatividade consoante o local onde é exposto, desde flores coladas, desenhos imaginativos, e outros adornos impensáveis. É evidente a alegria naquela cidade que tão bem acolhe.

 

Desta vez o músico não estava, ou então ausentou-se para uma chamada fisiológica =)

Mas já esteve, diz quem o viu e até fotografou

 

O meu tento quando vê esta enorme capacidade de união, de força e de coesão, pergunta-se se não haverá hipótese de se contagiar o resto do País?

É que já estamos precisadinhos de mais positividade, de um andar para a frente que se faz tarde!!

 

Com o poder da mente...

Este é o meu artigo positivo. Sim! Temos que procurar o positivo, e seguindo a linha de pensamento de um bloguer  que aprecio,o Jorge Soares,  é isso que vou, tentar, fazer.

 

O progresso científico é algo cada vez mais estrondoso, uma notícia no Público chamou a minha atenção para uma experiência realizada por neurocientistas da Fundação Champalimaud ( do nosso Portugalzinho) e da Universidade de Berkeley (Califórnia, nos States).

 

Essa experiência magnífica ensina animais, neste caso ratos, a pedirem o chamado “reforço positivo” com a mente. Ou seja, estes queridos animaizinhos controlam um computador que produz um som, para uma determinada atividade cerebral tinham um som agudo e para outra um som grave. Se eles conseguissem a atividade cerebral capaz de dar um som agudo teriam como recompensa um docinho e se conseguissem um som grave teriam uma comida calórica.

Pelo que conta entusiasticamente o investigador principal deste projeto, e atenção, um Português, Dr. Rui Costa, os queridos ratitos aprenderam a regra, e ao fim de uns dias já controlavam o que queriam comer só com a força da mente! Refastelados já nem precisavam de se mexer para obterem o que queriam!! Mas que agradável restaurante.

 

Um avanço fenomenal para o mundo das próteses!

 

Para já, o meu tento fica aqui com toda a força mental virada para Lisboa, lá para os lados de São Bento, pode ser que consiga algo com a força da mente. Não custa nada tentar…

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D