Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Adeus....

Há alguns dias a pedido do médico, numa tentativa de melhorar o meu bem estar geral e com a finalidade de responder de forma, talvez, mais eficaz aos tratamentos de dor, fiz uma colheita sanguínea para detetar alguma intolerância alimentar que eu pudesse ter.

 

E afinal o que é a  intolerância alimentar?

Pelo que li, a intolerância surge relacionada com o processo enzimático responsável pela absorção dos nutrientes dos alimentos. Existe a formação de
anticorpos IgG (chamadas imunoglobulinas de memória) dirigidos a proteínas de algum alimento que terá um papel importante no processo fisiopatológico.

As suas manifestações são tardias, ao contrário das alergias alimentares em que o sistema imunológico reage imediatamente produzindo os anticorpos IgE (anticorpo importante na imunidade activa)  mal se consuma o "alimento alergénio".

 

E os sintomas associados às intolerâncias são extensos desde exaquecas, fadiga, ansiedade, depressão, dores articulares, .....

 

A análise não é comparticipada e é caríssima! Mas claro, vão-se os anéis... mesmo assim  não as tirei logo e tivemos que poupar um tantinho. e lá as fiz. O resultado não podia ser pior! Sou altamente intolerante ao CACAU!!! O cacau que é a base da minha alimentação! Porquê o cacau? {#emotions_dlg.cry}

 

 

E agora? Como tentar resistir? E o meu tento vai ter que conseguir.... Vou ter que te dizer adeus e despedir-me de ti. Obrigada por todos os momentos doces e lambuzados.

6 comentários

  • Imagem de perfil

    golimix 13.06.2012 18:00

    Muito obrigada pela sugestão. Vou procurar o livro.
    A minha dor foi resultante de um traumatismo musculo-esquelético após um esforço e ao que tudo indica tive associada uma lesão de dois nervos periféricos, ou seja atinge-me o hemi-tórax direito incluindo braço. Mas já estive muito pior! O chato é que ninguém percebe como foi tão grave e não existe um tratamento protocolo para estas situações, é ir tentando várias abordagens a ver qual resulta. Tenho realizado vários exames e a tentado várias abordagens.
    E depois há uma coisa com a qual tenho que contar a chamada "memoria de dor", quanto mais tempo passa mais difícil é tratá-la. Estes processos de dor são complicados e só há pouco tempo é que se começou a investir mais a sério nesta área....tenho lido, procurado, enfim... mas não desisto. Mas há dias e dias... já sabe.

    Bijinho e obrigada
  • Sem imagem de perfil

    pimentaeouro 14.06.2012 13:47

    Se a memória não me falha, no Intervalo para o café, acordamos desformalizar o tratamento.
    Para um leigo e ignorante como eu, a tua dor tem uma componente neurológica, e pela raridade para neurologista de elite. Também posso estar a dizer disparates.
    A dor neurológica da minha mulher, também uma doença rara, está situada também nos nervos periféricos das pernas: anda em cima de brasas, quando pode andar.
    Abraço.
  • Imagem de perfil

    golimix 15.06.2012 16:36

    Acho que me está a confundir com a Aquariana, não será?
    Eu já não vou ao Intervalo há algum tempo... sou uma das muitas Co-autoras do blogue e que não tem feito lá grandes artigos assim como para o outro blogue, "Não me pisem os calos" aberto à participação de quem quiser, também estar um pouquito às moscas, nesse blogue o "chefe" é o "Eu ando às voltas" do blogue "A marcha dos desalinhados". Meu mesmo, é só este que é onde me dedico mais, o meu tempo é pequenino, e venho para aqui quando os homens da casa estão a estudar e trabalhar, não me dá para as novelas
    Mas concordo e prefiro que me trate por tu, por favor.
    Eu a si é talvez não consiga fazê-lo...
    A minha dor tem sim uma componente neurológica associada, tanto que estou a ser seguida por neurologia.
    A dor de origem nervosa é tramada de se aguentar! E um dos sintomas é a sensação de queimadura.

    Bijinho e bom fim de semana
  • Sem imagem de perfil

    pimentaeouro 16.06.2012 23:13

    Não atribuo grande importância à forma de tratamento , o importante é o respeito.
    Como o blogue está associado ao teu, pensei que eras a titular.
    As minhas dores soão menos complicadas: coluna em vários sítios mas às vezes é mesmo difícil de sopurtar.
    Uma das consequências é que não aguento muito tempo em frente do computador.
  • Imagem de perfil

    golimix 17.06.2012 09:14

    Só sou a titular deste, que é a minha salinha de estar =)
    Como fui visitando o "Intervalo" comecei a participar nele com alguns artigos, isso na fase em como já lhe disse andava mais por casa, e numa conversa entre mim e o "Eu Ando às Voltas" (conversa aqui no virtual) surgiu a ideia do "Não me pisem os calos" (que se quiser também pode participar) que anda um pouco às moscas, mas nós tentamos.... ;) e nesse também não sou a titular.

    Também concordo, o respeito é de facto o mais importante. Há muita gente que fica impressionada por muitos jovens de 16-17 anos me tratarem por tu, afinal tenho quarenta! Embora seja bafejada pela sorte nesse aspecto e não se note muito na pele. Mas sempre fui tratada com muita deferência o "tu" para mim é lisonja ;)
    Às minhas colegas mais velhas eu não consigo tratá-las por tu, talvez fruto da educação que me deram, elas insistem mas não consigo, jáeu prefiro que me tratem por tu... e quando não peço para o fazem é porque sei que ser o fizer a pessoa em questão não sabe distinguir tratamento de respeito. Por isso se eu não o tratar por tu, não se chateie... por favor
    Que giro! Percebi que isto é capaz de dar um artigo engraçado, hummm.... cabeçinha a funcionar....

    Por acaso, eu também não consigo estar mais que vinte minutos no computador, tenho que fazer muitos intervalos, mas primeiro era muito pior, para escrever um artigo demorava uma manhã, até porque o braço não tinha muita mobilidade, mas eu sou teimosa que nem mula! E com insistência exercícios na água, e em casa, ele já mexe, o pior é o raio da dor... contínua... chata... egocêntrica...


  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub