Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Diz-me o que sentes!

gaspar jsrdim.jpgGaspar o meu querido amigo que, infelizmente, já me deixou. O seu olhar era carregado de amor

 

É mais que sabido que os cães preferem a nossa companhia, muitas vezes, em detrimento dos seus congéneres. E muitos são os estudos que tentam perceber o que se passa no seu cérebro, e o porquê deles nos dedicarem tanta devoção. Devoção essa que é mútua, salvo infelizes excepções.

 

Um recente estudo fala-nos de ocitocina, também dita oxitocina, que muitos designam como a "Hormona do Amor", aquela que faz a mãe gostar do seu filho, mesmo que ele se desunhe a berrar e não a deixe pregar olho!

Ao que parece quando humanos e cães se olham nos olhos essa hormona é libertada quer num, quer no outro. E atenção que cães são o único animal, não primata, que procura contacto visual direto com humanos. O mesmo não acontece nem com lobos domesticados!

 

Quanto maior a duração desse olhar maior os níveis de ocitocina! E mais uma vez a experiência feita com lobos domesticados não revelou a tal subida do nível de  ocitocina.

 

E arrisca-se uma questão, será por isso que a relação entre cães e os seus donos é parecida com a que os pais têm com os seus filhos?

 

Agora vejam o que vos dizem estes olhares,

ferrugem.jpg Ferrugem, um cão abandonado que adora passear comigo. Todos lhe dão de comer por aqui.

 

indy.jpgIndy que buscava desesperadamente um dono. Já foi adoptada

 

Farrusca.jpgFarrusca uma cadela que andava perdida aqui na rua e que também já conseguiu dono

 

Tóbi mochila.jpgO meu Tobias, quando pequeno, a tentar dormir na mochila do dono

 

 

 

 

27 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D