Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Na sala de espera

esperar.jpgImagem daqui

 

Estar numa sala de espera a aguardar consulta médica é sempre tema para um post. Primeiro, porque se encontra de tudo, o menino que não está quieto, o leitor(a) de um livro de qualidade, o leitor de jornal que leva com ele o Jornal de Notícias, a Bola, o Record e, no pior dos casos, o Correio da Manhã. Nesta qualidade de leitor de jornais temos duas espécies, o que lê e se cala e o que lê e a seguir comenta para o lado qualquer notícia, estejas ou não interessado! Existe também a jeitosa, a pintadinha, a idosa simpática, as pessoas que colecionam doenças e se rivalizam com as mesmas e, claro, a bloguer que realiza anotações mentais para um futuro post.

 

Claro que para quem está 3 LONGAS e miseráveis HORAS à espera de uma consulta, presumivelmente, marcada para as 9:00 da manhã há sempre tempo para observar até as ínfimas frechas da parede do Hospital!

 

A primeira hora ainda desculpamos o atraso, afinal imprevistos surgem, principalmente quando existe doentes a precisar de falar. Mas 3 horas é muito imprevisto! Ou má organização. No caso, é mesmo má organização. Passada a primeira hora e meia, de rabo e costas doridas da cadeira, a menina aqui levanta-se  para perguntar se na secretaria farão alguma ideia de quanto tempo demorará mais o doutor a chamar, não, não sabem... o Sr.Dr. chama por ordem de chegada, respondem. "Colocamos lá os processos e depois ele chama por isso, não fazemos ideia de qual é o andamento, apenas sabemos que demora". Ok... lá vai a menina sentar-se e verificar mentalmente, já que nas salas de espera se usa muito a parte mental,  quem é que chegou antes e depois dela. Como estão ali doentes para outros médicos a tarefa não é fácil, mas assim que a sala começa a esvaziar já começamos a ter uma noção.

 

Passam 2 horas e um quarto, e depois de ter sentado, levantado, ido ao WC duas vezes, ter andado pelos corredores e ter mudado de lugar porque o antigo foi ocupado, vejo que chama uma pessoa que tinha chegado depois de mim, deixei passar, se calhar não vi bem. Mas, entretanto, chama uma idosa que tenho a certeza que chegou depois. Levanto-me e vou outra vez à secretaria, desta vez está uma funcionária que conheço. Pergunto, "Afinal é por ordem de chegada ou pela ordem do Doutor?", como ela me conhece já consegue ver no computador quem está à minha frente e, de facto, as duas pessoas que chamou tinham chegado depois. Peço o livro amarelo, resposta da funcionária "Não faças isso porque senão é que ele nunca mais te atende!", levanta-se e vai falar com o médico, ao regressar trás uma explicação com lógica "O doutor chamou aquela senhora idosa antes porque já a conhece e sabe que ela não pode esperar muito e tu tens mais uma pessoa à frente e és a seguir."

 

Agora o que não tem lógica nenhuma é, a idosa, que não pode esperar muito, esperar ali 2 horas!! Quando se tivesse hora marcada, e o sistema de hora marcada fosse mais ou menos seguido, claro que com os tais atrasos imprevistos, não teria certamente esperado tanto. Nem ela e nem eu! O sistema ali é assim: Marcam tudo para a mesma hora e depois é consoante a ordem de chegada e a ordem do Doutor. Irra!!! Será complicado marcar uma hora e nem nós esperamos tanto nem as salas ficam tão cheias a abarrotar?

 

Há alturas em que me parece que há profissionais que gostam de ver o circo pegar fogo!!!

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub