Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

O sonho.... O Abril...

Faz 40 anos este ano, este Abril, que o povo tinha um sonho. O povo veio à rua aplaudir os militares que se ergueram por eles, que deram voz à palavra calada de muitos. Ao que parece o hábito de calar a voz está muito enraizado no povo português.

 

Os cravos vieram à rua, os cravos trouxeram o que se procurava à muito. Liberdade. Mas não uma qualquer. Mas sim uma liberdade de sonhos sonhados em camas de ilusões numa madrugada fresca daquele Abril. Saíram alguns vampiros. Mas muitos espreitavam na sombra, sempre sedentos, não de sangue, porque estes vampiros alimentam-se poder. A sua sede não suga a vida, suga algo mais importante, vai sugando a esperança, o sonho, a utopia...

 

E a questão perseguiu, escondida, sempre pronta no negrume da dúvida. Será que o 25  de Abril trouxe ao povo o que este queria dele?

 

Acredito que cumpriu na sua maioria o desígnio. Caiu uma ditadura opressiva. O povo podia falar, expressar-se.

 

Após 40 anos os militares são convidados à Assembleia da República para participar nas comemorações de Abril, mas impõem como condição da sua presença que os deixem falar. 

 

Estes tipos estão loucos???? Quem é que pensam que são para falar?!? Isto foi o que pensou a Presidente da Assembleia da República. E se o pensou melhor o disse. Ai não querem vir se não falarem? "O problema é deles!"

 

Esta querela entre os Capitães, querem falar, e a Presidente, que acha que eles não têm que falar, é deveras interessante.

 

Já todos sabemos o que os Capitães querem dizer, e mesmo que não os deixem falar não há problema. Eles falam calados! E calados (ou não) também vão falando os que nos (des)Governam.

 

Alguém me diz o que que Abril diz a esta gente que nunca coloca o cravo na lapela aquando as comemorações, que quanto a mim é um símbolo importante, significa para eles?

 

Para mim as comemorações nada mais são que uma hipocrisia! 

 

Não é este o Portugal do sonho de Abril! Aquele sonho que me contaram... Este Portugal é uma farsa!

Será que se julgam donos da palavra? E quem é o dono da palavra?

E de quem é este 25 de Abril de há 40 anos?

É nosso! Será que o merecemos?

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D