Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

E agora?

Retirado do jornal Público



Começo seriamente a pensar em abalar, das de frosques e ir pregar a outra freguesia. O problema é, para onde?

 

Desistir de ler o Jornal é outra hipótese. Mas já anda tanta gente de olhos vendados que não queria engrossar os números. Portanto, o que me resta? Pedir que no próximo orçamento não me cortem mais do que já me cortaram, mas temo que nem a pedir com jeitinho eu vou lá.

Agora digam-me. Alguém ainda acha que isto se vai salvar?


Tanto corte na população que já não tem grande poder de compra vai resultar?

Ou nós começamos a produzir para exportar ou estamos tramados como consumo interno. Se calhar é isto que chamam de impulsionar a economia.


Bem... pelo sim e pelo não vou tentar proteger-me contra um terramoto, porque ele vem aí.


Pode? - Pode! Mas não deve!

 

As contradições fazem parte da nossa vida. Já todos, pelo menos os que tentam, perceberam que não há o “preto no branco” há sempre uns tons de cinzento lá pelo meio. Mas uma coisa é existirem tons cinzentos, e existirem algumas contradições ou um "talvez". Outra coisa, é ser tudo laranja sem cinzento, preto e muito menos branco!!

 É que não percebi muito bem a lógica do Sr. Ex. mo PR.

Ora então. Há umas semanas atrás não quis a solução arranjada por PSD / CDS e achou que se deviam reunir todos, PS/PSD/CDS e tentar um entendimento (hahahaahaha). Resolveu ainda, que existiriam eleições em 2014. Andou a pôr os mercados nervosos, tipos sensíveis por sinal, que ao mínimo espirro se estropiam todos com um ataque de histeria. Eu já nem digo que pôs o povo Português nervoso, porque esse está impávido e sereno como só ele! É daquelas assistências que todo o actor circense gosta, não atrapalha muito o espectáculo, aplaude, volta e meia sorri ou chora e além disso aguenta rijo como um pero, mesmo que as cenas não lhe agradem muito. (ATENÇÃO: não falei em palhaços!!!)

Agora que os palhaços, perdão, partidos,  não se entenderam, tal como se esperava (hahahaha), já não existirão eleições antecipadas, mas que o PR tinha adiado.... O Governo, que inicialmente até deu a entender que não teria lá muitas condições de continuar, mandando-o entender-se a três (hahaha, desculpem, é que tem a sua piada), agora até  já o pode fazer até ao fim da legislatura entendendo-se a dois, em que um dos quais se demitiu irrevogavelmente, mas que vai daí já não foi irrevogável….

A sério? Alguém percebeu alguma coisa do que se passou por aqui???

É que se perceberam tentem explicar-me.

Para a próxima talvez seja melhor o Presidente da República não dizer nada é que já temos confusão que chegue com as SWARPs, as PPP, os bancos que vendemos mas que ainda temos que pagar. É melhor é deixar correr, afinal não é assim que vai acabar?

Mas pelo menos os mercados já não estão com tremores, entretanto alguns dos Portugueses treme cada vez que tem que acertar as suas contas ao final do mês. Mas não há nada a fazer, não é? Temos que pagar, porque andámos todos a viver acima das possibilidades. Temos que pagar custe o que custar!!! Já agora, sabiam que o número de pessoas endinheiradas aumentou em Portugal? Triste coincidência esta heim? Uns a viver acima das possibilidades e agora a pagarem o que gastaram, e outros (Só alguns desses outros, espero) a amealhar o que tantos suaram… Vida madrasta!!!


Imagem retirada da net, obrigada a quem a disponibilizou


 

E continua a arder....

Uma semana em cheio! Gaspar demite-se é nomeada a "Miss Swap" e a seguir Senhor Paulo Portas entrega sua demissão!

Quem diria! Hã?

 

Muitos pensarão que o rastilho está a arder e só falta a bomba explodir! Espera-se a saída do Governo, mas duvido que isso aconteça. Seguro já tem o rabinho a "dar a dar" (desculpem lá mas ando a conviver muito com o meu canito) e pronto para aquecer a cadeira.

 

E se de facto ele o fizer o que é que muda???

 

O rastilho meus caros, na minha ideia, está a arder há muito. Há muito que precisamos é de mudançazinhas sérias, não políticas como o na forma de pensar do povo Português! Acabar com os factores C, a chico espertice, o pisar o outro, o olhar para a galinha do vizinho mais gordinha e sorrir quando ela emagrece! Portugal deveria ser um todo, um país unido. O Governo até pode cair, mas o que mudará?

 

Não! Não me venham falar que eu sou uma "comuna", como já vi por aí acusações dessas em outros blogues de pessoal que não sabe argumentar e atira logo com a "esquerda comunista que é o papão". Porque felizmente não tenho partido político, mas consigo ver que isto não está bem. Não sou cega. Quero é que quem nos levou até aqui pague. Está na altura de o povo tomar o seu destino nas mãos!

 

E se o povo não quiser ele próprio mudar, o rastilho vai continuar a arder até à explosão completa. Tento sonhar com o dia em que Portugal tomará suas vidas nas mãos e com gana de quem tem vontade!!

 

Imagem retirada da net, obrigada a quem a disponibilizou

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D