Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

É desta que sou expulsa

 

Eu sei que devia estar mas é caladinha. E sei que este post pode ter o seu quê de polémico e provavelmente será visto com maus olhos, mas assim como não consigo estar calada com o que se passa no nosso país também não consigo ficar calada com este pequeno grande mundo virtual. A realidade aqui não difere muito da outra realidade palpável.

 

Aqui há uns tempos resolvi encher-me de coragem e enviar o seguinte comentário para a equipa da SAPO no local destinado aos destaques;

 

" De Golimix a 18.08.2013

Provavelmente não irão ligar a este comentário. Mas meu hábito é dizer o que sinto, principalmente se considero algo injusto. Pensei muito antes de escrever este comentário mas resolvi fazê-lo. Peço desculpa antecipadamente se estarei a ser inconveniente.

Não considero nada justa a vossa política de destaques. Há sistemas bem simples que podem fazer rodar os destaques pelos inúmeros Blogues que vocês têm. Poderão até ter um programa informático a fazê-lo.
Já tenho Blogue na SAPO há cerca de dois anos, não me importa se está ou não em destaque, não, não é isso. Mas estarem várias vezes os mesmos!?! Começa a mexer-me com a minha visão de justiça e igualdade.
Posso dar-vos vários exemplos de Blogues que vejo lá de forma consecutiva ou nos destaques, ou nos recortes, e ao entrar neles, sinceramente não vejo mesmo nada de especial, ok, gostos não se discutem, mas talvez se lessem outros Blogues veriam que há muitos que mereciam atenção da vossa parte! Eu vejo tantos assim, sigo muitos deles, e muitos deles nunca lá estiveram. Não irei dar aqui nomes de Blogues que se mantêm por ali nos destaques e nos recortes, certamente se derem uma volta pelos vossos destaques e recortes verão que tenho razão.

Sei que talvez deveria calar-me quanto a isto, mas acho que estamos aqui para fazer disto uma grande equipa, e os vossos colaboradores, nós, os que têm Blogues por aqui, certamente terão algo a dizer para contribuir para o melhor.
Obrigada pela atenção."

 

A simpática resposta recebida foi esta;

 

"De Pedro a 19.08.2013
Bom dia,

antes de mais, todo e qualquer feedback sobre a nossa plataforma é extremamente bem-vindo, e isso inclui a sua perspetiva sobre os nossos destaques, que não é de todo inconveniente.

Tem toda a razão em relação à grande equipa. Só somos tão bons quanto os conteúdos e autores que conseguirmos atrair para a nossa plataforma :)

Posto isso, os destaques servem apenas de sugestões de leitura. Não é possível destacar todos os blogs, e essa é uma limitação que decorre de sermos apenas humanos e poucos deste lado :)

É por isso que incentivamos todos os utilizadores a deixarem as suas sugestões de posts para destaque (que podem ser feitas nos comentários de qualquer post aqui do nosso blog).

Contamos com as sugestões e, sempre que achar que se justifica, com o seu feedback."
 
 

Quem já me conhece há pelo menos dois anos que ando por aqui, e aqueles que me conhecem pessoalmente, sabem que não é pelo facto se estou, ou não, nos destaques, mas sim pela injustiça com que este são feitos. Basta ver os Blogues que sigo para ver os inúmeros textos que leio com qualidade e quem nunca tiveram um único post destacado! Por acaso eu já tive.

 

Hoje saltou-me a tampa, e porquê?

 

Qual a qualidade deste texto de um blogue que até é interessante mas que passa a vida (dia sim dia não) nos destaques?  Porquê este texto é uma sugestão de leitura?  Dei este exemplo, deste Blogue em específico, porque foi o que calhou hoje. Mas poderia dar muitos mais exemplos. Peço desculpa à autora do Blogue, mas não se trata de uma observação ao seu blogue mas aos destaques e como disse muitos mais acontecem de forma repetida.

 

Ok, gostos não se discutem. Agora tentem dizer-me que não há parcialidade até aqui?

Digam-me que não é algo injusto?

Digam-me que com a molhada de Blogues que há por aqui há a necessidade de repetir sempre os mesmos? E muitas vezes com textos, como é o do exemplo acima, que até vendo bem e espremendo não vejo a razão de destaque? Não existirão sugestões mais apelativas?

 

E não. Não precisam de colocar algum dos meus textos em destaque que, de facto, não importo com isso. Mas importo-me com a desigualdade. Eu sei que a equipa pode não ter mãos a medir mas existem opções tecnológicas que podem facilitar o trabalho. Parabéns ao seu trabalho! Mas neste caso não posso deixar dizer que estão a ser parciais.

 

E pronto é desta que vou ver a minha ligação à SAPO pior do que tem estado ou então que me expulsam daqui. Mas de facto eu não consigo calar ou neste caso ficar de mãos amarradas, nem real, nem virtualmente.

 


 

 

 

Imagens retiradas da net, obrigada a quem as disponibilizou

Observar....

Tenho reparado que existe um certo interesse pela vida alheia. Basta ver os programas de sucesso género "Big Brother", onde se enfiam tipos dentro de uma casa e se fica a olhar para eles... O que me lembra as pessoas que têm hamsters e ratinhos e lhes compra rodinhas e outros artefactos e se entretém a olhar para eles...

 

Esta curiosidade, às vezes mórbida, pelo alheio é interessante e faz parte do ser social que somos. Muitas serão as nossas observações que dão artigos interessantes, no entanto há um limite, talvez ténue, entre a observação atenta e o mirone.

 

O observador está a olhar para os outros e ao mesmo tempo para si mesmo, aprende, tira conclusões, estabelece ligações e elações, diverte-se, medita e  escuta ou lê atentamente.

 

O mirone espreita, devora, inibe, tem (por vezes) um olhar mórbido, escarnecia, é daqueles que pára e atrapalha todo o trânsito só para poder ver algo que fere o outro.

 

Vou ficar-me pelo observador, aquele que também floresce aqui, no virtual. É interessante verificar que os blogues que mais destaque têm e os mais concorridos são blogues que descrevem as vidas dos seus autores. O que é explicável, dado que procuramos as respostas nos outros, aquelas que não nos conseguimos dar. Procuramos vidas iguais às nossas para dar sentido à que temos, procuramos viveres iguais para ter a certeza que não somos diferentes, procuramos não estar sós, mesmo aqui, num mundo real intocável. Outros procurarão ser o outro, viver outra vida através das linhas fluidas que lê, procuram aquilo que lhes está longe mas ao mesmo tempo tão perto.

 

Também gosto de observar, gosto de aprender, de crescer, mas as descrições que gosto de ler não são as de vidas idênticas e tão desiguais à minha, são discrições de almas de pensamentos, de opiniões, de olhares, de sonhos,....

No fundo o meu tento é  tão igual e tão diferente de tantos outros, e vou observando quem gosta de observar {#emotions_dlg.blink}

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D