Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Há dias para tudo

Gato triste.jpg

Ao que parece ontem foi o dia mais triste do ano.

Há iluminados para realizar estudos para tudo! E existe um psicólogo iluminado, o Sr. Dr. Cliff Arnall, que vive no País de Gales que chegou a essa conclusão.

 

Segundo ele, e isto depois de resolver uma dita complicada equação matemática (gostava que ele tornasse a equação do conhecimento público),  que analisava as dívidas realizadas no Natal e uma queda da motivação. A motivação está a cair porque já se passaram 19 dias desde o início do ano e a grande maioria das pessoas já percebeu que a sua lista de propostas para 2015 vai tomar o mesmo caminho que em 2014, e começam a sentir uma pressão para as realizar. A esses dou um conselho, não façam listas de resoluções, é que assim será menos uma tristeza para o tal dia mais triste do ano.

 

O interessante é que parece que na Grã-Bretanha o pessoal fica mesmo com a camoeca e não vão trabalhar! Há mais faltas ao trabalho neste dia!!!

 

Por mim foi um dia óptimo. Lamento dizer-lhe Sr. Psicólogo. O dinheiro continua pouco, a conta bancária ao fim do mês a mesma desgraça. Quanto a resoluções de ano novo não as faço. Portanto as tristezas são as mesmas. E, fora o facto de ter sido uma segunda feira, o dia foi de sol e boa disposição.

 

Já hoje, terça dia 20, só tenho encontrado gente mal humorada. Será o dia da má disposição e ninguém me avisou?

 

Façam lá um estudo ou enviem-me uma equação matemática. Mas das simples se faz favori que eu não sou boa com números!

Investigações

 

 

Ultimamente têm surgido por aí estudos aos pontapés. Já me aconteceu ir na minha calma a passear pela rua e PUMBA, tropeço num estudo!

Por isso, deve de certeza existir um estudo que justifique, e que explique cientificamente, o que acontece à grande maioria das pessoas. 

 

Por exemplo, quando temos imensa. Mas quando falo nesta palavra "imensa" quero  dizer mesmo GIGANTESCA vontade de ir ao WC estamos invariavelmente longe do mesmo! E se, por um acaso, até estamos perto  este está ocupado e a pessoa que está lá dentro deve estar a assistir a algum filme naqueles leitores de DVD portáteis. Ou então, está a actualizar a sua página de FaceCoiso e a tirar fotos ao último servicinho.  Claro que estas situações ocorrem quando estamos fora de nossa casa. No recanto do nosso lar, quando a pressa é muita, o que acontece mais é o fecho da saia, ou das calças, avariar...

 

E quando queremos abrir o nosso pacote de leite e aqueles raios de aberturas fáceis são tudo menos fáceis? E quem diz pacotes de leite diz outra cena qualquer que tenha picotado. Eu se fosse o "pessoal da picotagem" não tinha mais trabalho em picotar mais nada! Pelo menos assim não põem a malta frustrada e a gastar dinheiro em consultas de psicologia para aliviar o stress.

 

Não sei se já vos aconteceu chegar a um local que está quente e como vêm encasacados da rua desejam retirar a vossa veste pesada, só que o fecho da coisa resolve não vos ajudar e não tarda nada estão a suar para retirar o casaco. Como alguém vos vê como um pimento vermelho resolve ir em vosso auxílio e já são dois a suar e o casaco sem abrir.... além disso não vos é poupado o embaraço de ver alguém às voltas do vosso casaco a tentar desencravar um fecho que resolveu fazer birra!

 

Porque é que quando estamos atrasados há sempre, mas sempre mesmo, uma fila ENORME de carros à vossa frente? Ou então há obras. Ou há um carro avariado na via a complicar tudo, ou o vosso filho vomita-vos em cima, ou vocês à última da hora têm um desarranjo intestinal, ou o portão da garagem empena, ou um carro estacionou em frente à vossa garagem, ou... deixo as reticências para que cada um complete com a sua peripécia. O certo é que parece não bastar já estamos atrasados, há que existir sempre algo a complicar ainda mais o nosso tormento !!!

 

E já nem falo das vezes em que é preciso mesmo encontrar algo e esse mesmo resolveu tomar um chazinho de sumiço! Ou então, da escolha SEMPRE errada da fila de supermercado. Mesmo que seja uma que só tenha uma pessoa, e que essa até já esteja a colocar as suas compras no tapete, haverá sempre um empecilho a atravancar!

 

Pois é, tentem lá encontrar o estudo que explique estas coisicas que eu agradeço.

 

Imagem retirada da internet, obrigada a quem a disponibilizou

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D