Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Tudo o que se vê

Mais uma semana da treta em que não consegui colocar os meus queridos e amados dedinhos no teclado...

 

E bem dizer, sorte tiveram os incautos que por aqui passam e que se conseguiram poupar das minhas tagarelices de bloguer. No entanto, e tal como já por aqui disse, isto é uma forma de terapia e sem a minha terapia acabo por ficar meia irritadiça.

 

A semana de trabalho algo movimentada acabou numa formação em serviço, e em que uma das formadoras era a menina que por aqui debita umas ideias. Já não é a primeira vez que sou formadora mas foi uma das vezes em que o barulho de fundo mais me incomodou. Não que houvesse grande ruído mas foi o suficiente para que incomodasse o raciocínio de alguém que teve uma semana cansativa. Os meus sentidos estavam a funcionar ao contrário. Em vez de estarem focados nos conteúdos que estava a transmitir estava mais focado a reparar em tudo o que se passava à volta e que não interessava ao caso...

 

E digo-vos é extraordinário no se reparara!!! Todo o bichanar, o piscar de olhos, o olhar mais desatento e aluado,... tudo mas tudo, salta ao olhar como se nos quisesse cegar! E foi assim que fiquei com pena, muita pena mesmo, dos desgraçados dos professores. Bem sei que essa é a sua tarefa, que terão anos de prática (muitos deles) em fazer ouvidos moucos e fazerem-se de cegos a tudo o que se passa numa sala de aula. Mas os professores são humanos, para quem não sabe aquela malta é feita de carne e osso! E deve haver dias em que até uma aranha, a tecer a sua teia bem descansadinha lá na esquina mais afastada da sala de aula, lhes deve incomodar.

 

E tento, da minha forma desajeitada, manifestar o meu mais profundo e honroso respeito para com os professores. E já agora pedir encarecidas desculpas por todas a minhas bichanadelas toques para o lado, papelitos atirados, piscadelas de olho, bilhetinhos e sei lá que mais, que a memória já não é o que era, a tudo o que fiz e que perturbou a vossa aula. Ah! E já agora aproveito para pedir desculpa aos formadores, de algumas formações a que tenho ido, é que sabem, isto de ser adulto não quer dizer que se seja de ferro e que se vá ganhando juízo em proporção....

 

 

Imagem retirada da internet, obrigada a quem a disponibilizou

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D