Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Cérebro com serrim

Há por aí muita gente que no lugar da previsível, e aconselhada massa cinzenta, que deveria existir no interior da caixa craniana tem serrim!

 

Soube de uma polémica que já tem uns bons dias, mas acho que nunca é demais falar sobre certos assuntos. Pode ser que água mole em pedra dura tanto dê até que fure. Ou então pode ser que o tal serrim desapareça por magia...

Vejam esta foto para ver se não concordam comigo,

jessica athayde.jpg

Agora digam-me a sério. Esta beldade está gorda?

 

Eu que sou mulher consigo ver que ela está é muito jeitosa. Não me interessa se tem ou não celulite. Não é modelo, é atriz e resolveu desfilar, sendo  convidada para tal. Mas não sendo a jovem em questão uma modelo sou capaz de dizer que todas deveriam ser assim! Ter algo que se visse de jeito! E que não seja um cabide que deambule pelas passerelles. Algumas até parece que se ouve o chocalhar de ossos quando andam! Jessica dá gosto de olhar!

 

Mas ao que parece a jovem atriz, Jessica Athayde, foi criticada nas redes sociais, porque estaria gorda e deveria ter vergonha em ter desfilado! E mais, ao que parece a grande maioria dos comentários vieram de mulheres!

 

Eu já não me devia espantar mas ainda me espanto...

Afigura-se-me que anda muito mulherio que gosta da escravidão da imagem, do apelo ao corpo perfeito, e quase impossível de ter, e da anorexia. Parecem invocar as desordens psicológicas versus desordens alimentares. Porque ter um corpo esquelético, sem celulite, e perfeitinho não é para todas. Não, não é. Mesmo que se coma de forma saudável teremos que considerar sempre imensos factores entre eles o da genética, que é uma tipa que trama tudo a grande maioria das vezes.

 

E por falar em escravidão... muito me leva a crer que também andam muitos espécimes femininos meios baralhados das ideias. Por isso, aposto na minha teoria do serrim. Não é que agora circulam nas redes sociais uns movimentos anti feministas que têm frases de bradar aos céus!!! 

Vejam esta,

anti fem.jpeg

E pela curta voltinha virtual que eu dei acho que se andam a confundir as coisas...

Quer do lado dos movimentos feministas quer do lado oposto. Mas os radicalismos sempre foram péssimos. Quanto a mim o feminismo é um movimento que luta por direitos civis e políticos iguais aos dos homens. E eses direitos deveriam ser comuns a todas as pessoas! Independentemente do género, cor, relegião, classe social e, como muito em voga, o poder dado pela capacidade monetária (sempre o dinheiro...). E sabemos que, nem neste século XXI, esses direitos são iguais!

Nem no mundo, e nem aqui neto nosso pequeno jardim à beira mar plantado!

E fala daqui uma mulher que vive num interior Transmontano onde os direitos civis estão muitooo longe de ser iguais aos dos homens e a culpa disso parte muito das próprias mulheres.

 

Mas há muitos que confundem feminismo com  libertinagem e e nada deveria estar mais longe.

 

E continuará a existir, e isso é comum a todos os géneros, pessoas que nem para elas sabem ser espertas. Lá está, colocar a tal massa cinzenta a funcionar.

Ilustrar a saúde

 

Imagem retirada daqui

 

Talvez esta imagem nem precise de legenda, até porque há imagens que valem mais que mil palavras e depois das notícias que saem a público palavras para quê?

Até porque os meus neurónios já não têm forças...

 

O mais engraçado é quando se fecham valências públicas para depois abrir no privado. A sério! Já não aguento tanta irrealidade e surrealidade!!! Estaremos num filme de ficção científica? Haja alguém que TENTE dizer, "CORTA!"

 

 

 

Imagens que marcam

É usual as revistas e os jornais editarem balanços de final do ano, muitas vezes acompanhados de fotos, de imagens que marcam pela ousadia do fotografo ou pelo cariz da foto. Entre muitas fotografias, muitas delas chocantes, esta, tirada no Paquistão, de Adreess Latif, vencedor de um prémio Pulitzer provocou em mim um olhar mais atento.

 

 

A determinação, a força e ousadia do olhar desta criança, que se desloca para a escola num ambiente hostil, foi algo que me impressionou.

E porque uma imagem vale mais que mil palavras o meu tento fica por aqui, sem dizer mais nada, porque tudo o que dissesse não iria superar esse olhar...

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D