Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

According Spelling

menino-escrevendo.jpg

 Digam-me, quantos de vocês acharam o meu título em inglês estranho?

 

Talvez alguns, mas não passaria daí. Achariam estranho mas normal.

Assim como é normal irmos a "Workshops". Assim como em conferências, ou seminários, é frequente, e normal, escreverem no programa o "coffee break", e termos até alguns títulos em inglês. Ninguém acha estranho andar pelas ruas e ver grande parte das nossas lojas com nomes escritos em inglês, e obviamente não falo daquelas com marca importada. É normal fazermos running, cycling e termos health clubs!

Escrevemos post em vez de artigos! Temos montanhas de títulos de blogues, de portugueses, em inglês! E tudo isto é aceite, considerado "in" (sim, é de prtopósito esta), normal e é mais do que frequente!

 

Agora alguém me explica o porquê de tanta celeuma por causa do acordo ortográfico?

 

Quanto todos os dias assassinamos a nossa língua materna? 

A substituímos incessantemente por palavras que até temos em português por outra língua diferente da nossa!!?

 

É que não faço objecção a objeção, mas faço a objection! E convenhamos, mesmo sem o "c" é mais parecido com o que já usávamos!

Claro que é difícil a adaptação! Obviamente que não concordo com algumas mudanças e até acho estranho escrever de forma diferente daquilo a que estava habituada.

 

Eh páh! Mas acho muito mais estranho ler um programa de um ginásio com a maior parte das  actividades escritas em Inglês! Deveras preocupante ver num seminário, em Portugal, onde só irão portugueses (e nem que assim não fosse!) ver que não temos intervalo para café e temos um coffe break! Ver que deixamos de ter reuniões e passamos a ter brifing! Deixamos de ter oficinas de trabalho e temos os Worshops! Deixaram de existir questionários para existirem os "Quiz"!!!

 

A sério, qual é o problema do povo português que importa tudo quanto é "inglesismo" e acha estranho retirar um "c" das palavras, mudar um ou outro hífen e uns acentos? Não será drama a mais?

 

 
 

Estrangeirices... e outras manias!

Na época de verão é onde se concentram as  férias da maior parte do pessoal, quer Português residente, quer emigrante (aportugoafrancesado e outros), quer turistas que visitam o nosso pequeno país à beira mar plantado. Nesta feliz ocasião também se concentram as maiores oportunidades do observador nato ;)

 

Como tal podem observar-se as melhores e mais variadas formas de comunicação verbal....

 

 

Emigrante Português residente em França e países cujo Francês é língua oficial (que é o espécime mais comum em Trás-os Montes e talvez até do resto do País) falam um aportugoafrancesado muito interessante, talvez até mais interessante do que o espanholês do Figo, como pequeninos exemplos....

 

-" Ó Michel anda devagar que tu vá tombê"

 

- "Ó Michel queres um gatô"

 

- "tu viã ou não"?

 

- "estou farta de te atendê!"

 

- "depeche lá tu isso"

 

- "ainda quero ir ao marchê comprar poasson para o dejenê"

 

 

 

Mas o que mais gosto é a maneira como sopram  e têm um sotaque genuinamente Francês (independente do tempo que lá estejam) 

 

- Bá uffff lá é que é bom! bá uffff nã se "regarde", bem... ufff nã se vê papel na chão como aqui! (então porque o atiram quando estão cá? Hã??)

 

 

Para o Português residente falar (Parlar :)) com turistas estrangeiros também se revela interessante! E algo que eu nunca percebi é porque razão quando alguém está a falar com um estrangeiro e não domina a língua, claro, fala muito alto enquanto explica algo!

 

A falar a sério, eles podem não "pescar" muito de português mas não é a GRITAR-LHES O PORTUGUÊS QUE ELES VÃO PERCEBER!

 

 

O curioso é que este fenómeno é o idêntico ao que se passa quando alguém fala com um invisual! FALAM ALTO PARA QUE POSSAM ver MELHOR O QUE FALAMOS!!! Bem, são cegos mas não surdos, mas garanto que não tarda nada ao fim do dia já não devem ouvir muito bem...

 

Eu por mim tento não gritar mas às vezes o meu tento não consegue ;)

 

 

*  como é lógico nem todos os emigrantes se enquadram nesta observação, e sei muito bem a vida difícil que um emigrante tem, por isso, peço de antemão desculpas se feri alguma susceptibilidade uma vez que essa não é de todo a minha intenção.

A coisa à Português!

A "coisa" e todas as palavras da mesma família servem para substituir uma infinidade de... digamos... "coisas"... das quais ou nos esquecemos o nome momentaneamente ou não o sabemos.

 

Poderá então surgir um diálogo deveras intrigante, tal como:

 

- Ora dá-me aí essa "coisa" para eu "coisar" 

 

- Mas essa "coisa" não funciona?

 

- E esta agora! Não é que o raio da "coisa" não dá mesmo por mais que eu lhe mexa!!

 

- Vou ligar ao "coisinho" a pedir ajuda

 

- Será que o "coisinho" demora muito? É que dáva jeito que ela funcionasse ainda hoje...

 

 

 

E traduzindo a "coisa"

 

- Ora dá-me aí o comando para eu verificar!

 

- Mas essa televisão não funciona?

 

- E esta agora! Não é que o raio da televisão não dá mesmo por mais que eu lhe mexa!!

 

- Vou ligar ao técnico a pedir ajuda

 

- Será que o técnico demora muito? É que dava jeito que ela funcionasse ainda hoje...

   

 

 

Tudo bem! Talvez o diálogo não surja bem assim, mas que a "coisa" anda sempre à baila lá isso anda! Ora então comecem a reparar.

 

Até eu! Bem tento não "coisar" mas o meu tento não consegue

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D