Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Pode? - Pode! Mas não deve!

 

As contradições fazem parte da nossa vida. Já todos, pelo menos os que tentam, perceberam que não há o “preto no branco” há sempre uns tons de cinzento lá pelo meio. Mas uma coisa é existirem tons cinzentos, e existirem algumas contradições ou um "talvez". Outra coisa, é ser tudo laranja sem cinzento, preto e muito menos branco!!

 É que não percebi muito bem a lógica do Sr. Ex. mo PR.

Ora então. Há umas semanas atrás não quis a solução arranjada por PSD / CDS e achou que se deviam reunir todos, PS/PSD/CDS e tentar um entendimento (hahahaahaha). Resolveu ainda, que existiriam eleições em 2014. Andou a pôr os mercados nervosos, tipos sensíveis por sinal, que ao mínimo espirro se estropiam todos com um ataque de histeria. Eu já nem digo que pôs o povo Português nervoso, porque esse está impávido e sereno como só ele! É daquelas assistências que todo o actor circense gosta, não atrapalha muito o espectáculo, aplaude, volta e meia sorri ou chora e além disso aguenta rijo como um pero, mesmo que as cenas não lhe agradem muito. (ATENÇÃO: não falei em palhaços!!!)

Agora que os palhaços, perdão, partidos,  não se entenderam, tal como se esperava (hahahaha), já não existirão eleições antecipadas, mas que o PR tinha adiado.... O Governo, que inicialmente até deu a entender que não teria lá muitas condições de continuar, mandando-o entender-se a três (hahaha, desculpem, é que tem a sua piada), agora até  já o pode fazer até ao fim da legislatura entendendo-se a dois, em que um dos quais se demitiu irrevogavelmente, mas que vai daí já não foi irrevogável….

A sério? Alguém percebeu alguma coisa do que se passou por aqui???

É que se perceberam tentem explicar-me.

Para a próxima talvez seja melhor o Presidente da República não dizer nada é que já temos confusão que chegue com as SWARPs, as PPP, os bancos que vendemos mas que ainda temos que pagar. É melhor é deixar correr, afinal não é assim que vai acabar?

Mas pelo menos os mercados já não estão com tremores, entretanto alguns dos Portugueses treme cada vez que tem que acertar as suas contas ao final do mês. Mas não há nada a fazer, não é? Temos que pagar, porque andámos todos a viver acima das possibilidades. Temos que pagar custe o que custar!!! Já agora, sabiam que o número de pessoas endinheiradas aumentou em Portugal? Triste coincidência esta heim? Uns a viver acima das possibilidades e agora a pagarem o que gastaram, e outros (Só alguns desses outros, espero) a amealhar o que tantos suaram… Vida madrasta!!!


Imagem retirada da net, obrigada a quem a disponibilizou


 

Isto aquece.... mas não promete

 

Estou outra vez com uma daquelas crises...

 

Tenho preguiça.

 

Diziam-me, quando era uma jovem catraia, que a preguiça era uma coisa má. E concordando em parte com essa afirmação, tenho a dizer que não é má de todo.

 

Se a preguiça nos predispuser a um dia de sofá, de lagartice, nos fizer fechar os olhos e quase dormir no teclado mesmo que já sejam 11 horas da matina! Mesmo que queiramos ter ideias e elas não surjam nem a saca rolhas... nesses casos a preguiça não é má.

 

Começa é a ser má quando anda uma mosca a azucrinar-nos os ouvidos e temos preguiça de lhe dar o devido e merecido destino.

 

Começa a ser má quando não se quer mudar, ver o que acontece se deixarmos de ter preguiça. E começa a ser tremendamente má quando estamos com preguiça de olhar e ver o que vai lá fora, o que se passa mesmo ao lado. Claro que o caso agrava quando a preguiça vai ao cúmulo de deixar que nos pisem tipo tapete de entrada, esfreguem bem, e nós continuamos como se isso passasse... a darmos um bom tapete mas a não servimos para mais nada.

 

E enquanto este verão aquece, mais que o previsto, espero a nova comunicação do nosso ilustre Presidente, que volta cansado das Selvagens , depois de torrar umas massas que mais de metade da população dava um dedo, senão uma mão, para ter. Espero com preguiça esta nova comunicação pois não adianta ter outra coisa senão preguiça.... muita preguiça.

 

E valerá a pena tentar não preguiçar?

 

 

 

 

 

 

Anedotas para chorar

Imagem retirada da net

 

Ultimamente tenho ouvido e lido umas anedotas, para desanuviar, mas fico sempre na dúvida se hei-de rir ou chorar. Passar-se-á algo com a forma como as contam... ou será de mim?

 

Ontem ouvi na rádio que querem extinguir a ADSE, e um dos argumentos seria o facto de que queriam que os cuidados de saúde fossem iguais para todos, ou seja, que todos tivessem os mesmos direitos no que tocam ao acesso a estes.

 

Hummm... ora então acabarão também com os seguros de saúde e teremos finalmente visto o dinheirito dos nossos impostos, que neste momento estão a pagar juros para alguns países fazerem a festa, festa essa que alguém fez aqui em Portugal antes, não sei quem, mas desconfio. Teremos finalmente cuidados de saúde públicos de qualidade, sem salas de espera a rebentar pelas costuras e seremos atendidos por profissionais que não estão desanimados e cansados porque não há falta nem de médicos nem de enfermeiros e tudo anda sobre rodas!

Vá tentem lá arranjar outro argumento que esse não pegou! O que veremos será, os funcionários públicos que podem a deixar de descontar para a ADSE e a começarem a descontar para seguros de saúde. Os funcionários públicos e os outros que já o fazem. Bendita igualdade!

 

Americanizem a coisa. E vivam os lobby`s

 

Hoje, dei uma lida rápida pelas gordas e dou de cara com outra anedota! Eh páh! Esta malta anda mesmo virada para a comédia! Ou será que andam a cheirar algo?

Não sei, uma das duas é

  O Sr. Freitas do Amaral acredita que O nosso Presidente acabará por dissolver o Parlamento!!!

Bem, ou ele conhece outro Presidente da República ou o senhor é mesmo engraçado! Eu não lhe conhecia tal característica.

 

E mais, disse que, "o poder deverá se devolvido ao povo soberano para que este confirme ou altere o rumo que está a ser seguido"

 

Mas ele está a ver aqui algum povo que quer ser soberano ou quer o poder? Se assim fosse não seria preciso a actuação do Presidente! O Parlamento já não estria lá. Não com violência, que essa não deve existir, mas com atitudes veementes e demonstrando que não é este o caminho que realmente se quer! Mas só alguns é que pensam isso. E que pensam outros?

Que este é que é o caminho! Que não há remédio senão aguentar! Que temos que sofrer o custe o que custar! Afinal, afinal vivemos acima das nossas possibilidades... e melhores dias virão.

 

Melhores dias virão sim! Resta saber quem os vai viver!!

 

Eu tento rir mas o meu tento não consegue mesmo

Quebrem os vidros!

Imagem retirada do Jornal Público

 

Será que não existem pedras para quebrar os vidros?

É que está a ficar abafado por aqui!!

 

Pedras existem

falta quem as queira atirar

quem será o primeiro

com coragem de mudar?

 

Quem será o primeiro

com a pedra a atirar?

A pedra é feita de ações,

a pedra é feita de corações!

 

Mas ninguém quererá

a pedra a tirar,

ninguém irá quebrar

e o vidro estraçalhar.

 

O vidro é fino

diz o povo!

O vidro é fino

e não é novo....

 

Será que ninguém o irá quebrar?

 

O meu tento procura a pedra com que o vidro irá quebrar, mas existirá alguém com coragem e vontade de mudar!?!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D