Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Começou...

 

Já não é de hoje que os cuidados de saúde têm vindo a decair, a degradarem-se. Só não o vê que  está cego, não tem problema de saúde que está a precisar de cuidados, ou então vai à privada.

 

Quem está numa posição de chefia, e não falo das Administrações, têm uma carga de trabalhos. Sei do que falo. É o que vejo. Pessoas a querer gerir os serviços e a não conseguirem porque muitas vezes faltam recursos materiais e humanos. Além disso, há que reduzir o tempo de permanência nos hospitais dos utentes, lembrando que há hospitais sobrecarregados, já que muitas valências fecharam noutros locais havendo uma distribuição de doentes para um hospital mais central. Mas nessa distribuição o número de camas manteve-se e o pessoal a serviço também. Temos pessoal de saúde a fazer carga horária pesada, o que contribui para um maior risco de erro. Ah! E com horas extraordinárias pagas a conta gotas, ou que nem são pagas! Como é o caso dos enfermeiros em alguns serviços hospitalares e ACES  (Associações de Centros de Saúde) e ULS (Unidades Locais de Saúde).

 

Mas há quem comece a ficar farto.  E felizmente alguém finalmente resolve fazer algo. Como é o caso do Hospital de S. João no Porto, considerado um Hospital de referência, alguns de directores de serviços se demitiram (Unidades Autónomas de Gestão de Medicina, de Cirurgia e de Urgência e Medicina Intensiva, Centros Autónomos de Medicina Laboratorial e de Imagiologia, Clínica da Mulher, Clínica de Psiquiatria e Saúde Mental e Hospital Pediátrico Integrado)

 

E têm o meu respeito! Merecem-no. Porque demonstram que se preocupam com o que fazem!

 

Tentem seguir-lhes o exemplo e ajam! É o que todos deveriamos fazer! Mas não... temos que aguentar, custe o que custar. E penso que isso quer dizer que custam vidas também. Mas afinal é a selecção "natural" a funcionar. Esta é a sociedade evoluída a voltar anos luz atrás!!

Sem grandes tentos

Adoro o grande Porto! Vivi lá quase 6 anos e ao contrário do que pensava adaptei-me muito bem! Aprendi a conduzir numa grande cidade, aprendi a ler mapas. Confesso, sou mulher que querem? Mas problema ultrapassado!

Vi imensos filmes, Teatro, ... desfrutei do que uma grande cidade nos pode oferecer. Apesar de concordar, neste momento, que pode ser melhor criar os filhos num local mais pequeno.

 

Este fim de semana mais uma vez fomos à Invicta, desta vez ficamos lá para dormir. Encontrei uma cidade muito mais turística, parece mais organizada. Vi uma Invicta quente... quente... quente!!!

 

Mas só ali que que se pode estar 50 minutos para sair do carago de um parque de estacionamento, só porque o "sistema" me fez andar às voltas com a carripana só porque o carago do cartão resolve não acertar na maquineta!!! E o carago do funcionário do parque resolve ser inflexível!!! Carago!!

 

Perde-se imenso tempo no trânsito e nem se dá conta que se gasta o mesmo tempo que ir de Vila Real a Bragança, ou a Mirandela! Ou até de Vila Real ao Porto!! Carros e carros e mais carros.... ai...

 

Além disso temos mais onde nos perder, ou seja, onde perder a cabeça e ficar com a bolsa mais leve.

 

Confesso. Gosto da "minha" Invicta! Apesar do todos os seus defeitos gosto de lhe sentir o cheiro, mas talvez seja melhor fazê-lo de vez enquando, infelizmente agora o "de vez enquando" é mais frequente, pois o nosso apoio em termos clínicos deixa a desejar. Um dos preços da qualidade de vida....

 

Hoje não tento nada... está muito calor... {#emotions_dlg.ice}

 

 

 

 Imagem retirada da net, obrigada a quem a disponibilizou

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D