Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

Eu tento, mas meu tento não consegue!

Sabendo que nem sempre vou conseguir ir aos vossos espaços, mas nunca vos esquecendo e sempre tentando...

O Negrume das Sombras

bolinhas tailandesas.jpg

 

 

A par da Mula, e dos seus desabafos, também irei dar aqui a minha opinião sobre o novo filme da saga “Cinquenta Sombras de Grey”. Preparem-se....

 

Espantem-se se quiserem, li os livros. Se é que se pode dizer que se lê algo quando se passam algumas folhas para a frente e se lê obliquamente, mas pronto, passei os olhos pelos 3 livros da saga. E até hoje não consigo entender o sucesso daquilo! Está tão mal escrito que até dói! E nem sequer a ideia é original! A mocinha ingénua que tenta mudar o rico homem rico, cheio de cicatrizes psicológicas e físicas e que vive com ele um sonho de Cinderela! O rico homem muda, apaixona-se por ela e juntos vivem um amor tórrido! Existiu a introdução de algumas práticas BDSM, o moço tinha alguns gostos, digamos, peculiares. Ao longo da Saga a moça percebe que também partilha desses mesmos gostos. Gosta de umas palmadas, do jeito que não sejam de força de mais!

 

Muito se falou na altura sobre isto!!! Segundo alguns críticos aquilo incrementava a violência e blá, blá, blá! Não sei o que é que aquela gente leu, ou viu, mas eu não vi incremento nenhum! Aliás, ela manda-o dar uma curva quando ele é demasiado possessivo e quando as palmadas são mais pesadas do que ela queria! Questiono-me se isto das críticas se não seria uma técnica de venda! E das boas!


Quanto ao filme. Se não fosse acompanhada com amigas, que se queriam divertir, não iria ver. Não é um filme que valha a pena a deslocação ao cinema. Mas assim em grupo achei engraçado. Neste segundo filme os actores parecem mais à vontade e sem estarem tão presos ao livro. Interpretaram sem soar a falso como aconteceu no primeiro. De resto é um filme com uma moça e um moço que ficam bem no grande ecrã, pois quem é que não gosta de ver bons espécimes da raça humana?

 

Além de tudo as cenas são eróticas q.b. e com uma certa beleza. O quarto de "ferragens" do tipo, onde ele expõe as "coleiras", chicotes e outras ferramentas, não me pareceu nada soturno mas sim algo interessante e onde se pode fazer uma excursão. Género excursão a museu. Isto para saber para que é que servem todos aqueles apetrechos! Às vezes ficava na dúvida se o tal quarto seria para cavalos ou pessoas!

 

E por falar em apetrechos fiquei curiosissima com umas bolinhas em cordão que mostra a personagem super satisfeita com o seu uso!

Vá, até se aprende umas coisas, por isso deixem-se de falsos puritanismos!

Maiores de 18

18anos1.jpg

 

A nossa sociedade não cansa de me espantar. Um novo vídeo foi banido do YouTube por conter nudez. Até poderei entender, já que dizem que viola as suas políticas. O que não entendo mesmo é como é que se faz um escândalo com um vídeo, e se avisa que a sua visualização é só para maiores de 18 anos, quando o que se vê é genitália! Daquela que toda a gente tem!!!

 

Genitália a dançar, divertida, com música engraçada e com sentido de humor! Como é que isto é para maiores de 18 anos??? E a violência é mostrada às claras em todos os locais!!???

 

Como é que um vídeo com nudez, e esta apresentada de uma forma cómica, é para adultos!? Não vão por desgraça os adolescentes pensar que as "pilinhas" e os "pipis" são assim! Cruz Credo!!!!!

Isso é para adultos mas a série do momento "Walking Dead" é para maiores de 16!!!???? E isto só para citar um exemplo porque senão este post ficava muito longo!

 

Porque ver "pilinhas" e "pipis" dançantes pode destruir a cabeça de um adolescente mas ver cabeças a estourar, miolos espalhados, tripas ensanguentadas, pessoas a serem comidas vivas, homens a matarem-se, maldade com o seu mais puro fel é construtivo, e os maiores de 16 já podem ver isso porque os ajuda a crescer!

 

Alguém que me explique?

 

Para quem quiser a notícia saiu aqui

E o tal vídeo, que tem o aviso para maiores de 18, está aqui.

 

Cuidado enquanto vêm o vídeo tapem a cara com as mãos e espreitem por entre os dedos! Não vá acontecer ficarem demasiado expostos a nudez e a boa disposição e sentido de humor!!!

Falta de desportivismo ao limite

 

Até tive dificuldade em dar título a este post. A sério. Ontem duas colegas, que têm os filhos a jogarem futebol, e que representam a equipa de juvenis cá do sítio, contaram-me uma cena que me pareceu do mais absurdo que existe. Apesar de, infelizmente, comum, mesmo assim absurdo e inacreditável. E quase não acreditando no que me contaram confirmei a notícia no Jornal Local.

 

O que aconteceu?

 

Imaginem um jogo de catraios de 14-15 anos em que uma das equipas perde por uma bola. Nada de estranho. A não ser que uma das equipas já não perdia com aquela que os recebeu fazia algum tempo. Movidos pela falta de desportivismo acertaram a sua raiva e frustração nas portas dos balneários da equipa que ganhou. Atitude mais que sensata, já que as portas tinham toda a culpa de eles não terem marcado mais golos, elas estavam lá a incomodar. As insanas! E há que tentar tirá-las dali que é para ver se para a próxima se marca.

 

Mas quando a coisa foi com as portas, que diga-se de passagem jogaram muito bem, ficamos contentes. Portas são portas e pronto. O problema é quando esperam que um dos colegas de Escola (porque por aqui anda tudo no mesmo Liceu) fique sozinho, por acaso à espera da carrinha que o iria levar aos treinos, e se espanca este até à inconsciência! E mesmo assim, com ele no chão se continua a bater. Até que alguém dentro de uma loja percebe o tumulto e vê alguém no chão. Chamado o INEM e a PSP, que toma nota da ocorrência e que pouco mais pode fazer a mariolas delinquentes de 14-15 anos que desta vez resolverem acertar em mais alguém que não nas benditas portas. As ameaças já corriam pela Escola, mas não foram levadas a sério.

 

Agora me pergunto.

O que vão fazer aquele grupo de criaturas, alguns filhos de gente "in" mas que tem comportamentos de urso esfaimado e com o cio?

Como é que com esta idade se consegue ser assim tão violento?

 

E são estes os colegas que dividem o mesmo espaço físico que o meu filho... ainda bem que ele joga hóquei.

 

"a e i o u" à defesa!

 

Imagem retirada daqui

 

Nos tempos que correm os professores além de fazerem a sua licenciatura para estarem capacitados para dar aulas, e a par disso realizarem atualizações frequentes do seu saber, têm também que tirar um curso de defesa pessoal.

 

Pois é! Não basta saber expressar-se, saber motivar, terem que andar com as trouxas às costas, terem que caminhar ao lado da precariedade, também têm que saber defender-se dos alunos!! Dos alunos, e dos seus pais muitas vezes.

 

E ainda se perguntam porque é que os professores são das classes profissionais com mais depressões? (a par dos profissionais de saúde, que também já fizeram o tal curso, mas isso é outro artigo...)

 

Muitos apontam como solução uma coima ministrada aos pais, que não estou em completo desacordo, claro que é necessário ter um atitude imediata e eficaz. Estou a falar de uma acção atempada e que demonstre quer aos pais, quer aos alunos que a escola não é uma presidiária nem um local de conflito, mas sim um local de aprendizagem.

 

O ideal seria também pensar em acções a longo prazo que evitem ou diminuam a frequência destes episódios. Acções que envolvam os pais, o que sei ser tarefa difícil, para não dizer impossível.

Temos mesmo que repensar como é que as coisas estão a ser feitas e que programas se podem implementar na escolas, por exemplo com na saúde escolar, que têm nas suas equipas técnicos de saúde motivados para esse efeito e capacitados para tal.

A sociedade tem que ver o ensino, a educação, com olhar de quem vê! Mentalizando-se que temos ali um pilar muito importante.

 

Algo te que ser feito! A estrutura de pensamento tem que mudar.

Alguém me disse "antigamente eram os professores que batiam nos alunos", eu mesma apanhei duas reguadas (injustas, e que ainda não perdoei) "agora são os alunos que batem nos professores". As duas atitudes estão erradas, não podemos voltar atrás, mas temos que ver o presente com outro olhar para que o futuro seja digno de existir.

 

Hoje eu tento ccompreender como se chegou a esta aula, que professores pagam para ter... mas meu tento não consegue! E penso que por este andar não tardará que sejam pedidas pravas de aptidão física aos professores.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D